Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pensamento da semana

por Rui Herbon, em 09.12.17
O tempo não é recuperável; e o espaço tão-pouco. Quando passamos por um lugar, esse sítio já não volta a ser o mesmo. Cada momento morre em si mesmo, desaparece o momento e o seu espaço. O fluir não deixa nada atrás. Só ficam fitas magnéticas acumuladas no nosso cérebro que, ao pôr-se em marcha, umas motivam que surjam as outras, bombardeando-nos com milhões de impressões. Numa fita estão gravadas as sensações, noutra as emoções, noutra os espaços, noutra os tempos… As memórias são como um rio parado, convertido em gelo, e, portanto, escorregadias.

Há uma inquietude que me acompanha desde sempre: a luta entre o que flui e o que permanece; como nos pesa o que levamos sob o braço, e sob o coração – queiramos ou não –, no nosso projecto de futuro.

Este pensamento acompanhou o DELITO durante toda a semana

Autoria e outros dados (tags, etc)


12 comentários

Sem imagem de perfil

De V. a 03.12.2017 às 10:20

Espantoso como alguém consegue ser tão animador e optimista num Domingo.
Sem imagem de perfil

De Vento a 03.12.2017 às 13:28

Dizia o meu "amigo" (também temos amigos sem os conhecer pessoalmente, daí as aspas) Guitton que "a cultura é a fiscalização do conhecimento, mais do que a exposição beata de um saber.".
Esta afirmação integra-se num contexto mais amplo, mas usei-a para elogiar o que acabou de nos revelar. Significa isto que nas memórias que nos apresenta o rio só congela se o não deixarmos fluir. Por isto mesmo enalteço o seu heroísmo, através dessa inquietude.

Também devemos respeitar o direito a errar. Porém não devemos tolerar o erro. A memória é o farol que nos indica a que porto devemos dirigir-nos.
Imagem de perfil

De Rui Herbon a 04.12.2017 às 11:00

Muito bom comentário.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.12.2017 às 15:54

Não se importa de me trocar isso por miúdos?
É que "há uma inquietude que me acompanha desde sempre", que é: em que medida é que esta conversa fiada do Rui contribui para a escolha do Centeno para liderar os ricos?
Imagem de perfil

De Rui Herbon a 04.12.2017 às 11:00

Quem é o Centeno?
Sem imagem de perfil

De Cristina M. a 04.12.2017 às 11:45

gosto da sua escrita; obrigada por publicar textos.
Imagem de perfil

De Rui Herbon a 04.12.2017 às 16:09

Eu é que agradeço as suas simpáticas palavras.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.12.2017 às 12:14

O que fica escrito não é um simples pensamento.
E muito menos de uma semana.
É uma questão de sempre.
E para sempre!
Cruza a ontologia com a epistemologia/gnosiologia.
É o âmago da filosofia.
Se um dia, por hipótese absurda, tivesse solução, teríamos regressado ao Paraíso, já não na qualidade de Adão e Eva, mas na qualidade de Deus - omnisciente, omnipotente e omnipresente.
Amen!
João de Brito
Sem imagem de perfil

De J. Gonçalves a 05.12.2017 às 12:28

Permita-me introduzir um ponto de vista alternativo, socorrendo-me do fado "Volta Atrás, Vida Vivida" (letra de João de Freitas e música de Filipe Pinto, imortalizado por Argentina Santos):

Meu Deus, como o tempo passa
Dizemos de quando em quando
Afinal, o tempo fica
A gente é que vai passando

Imagem de perfil

De Rui Herbon a 05.12.2017 às 13:11

Concordo bastante com isso: "o tempo fica, a gente é que vai passando".

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D