Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pensamento da Semana

por Adolfo Mesquita Nunes, em 28.10.17

Há na política uma disponibilidade para o outro, uma vocação para o bem comum, para fazer do que temos, do que somos e de como nascemos, algo de melhor. Com desvios, com paragens pelas bermas, com erros e muitas tentativas, com tudo isso e com muitas degenerações, mas sempre, no princípio e nos princípios, uma vocação de serviço. Não há política sem a conjugação do altruísmo. Sem os outros, a política é outra coisa qualquer, um desmando, um arrepio, um vício, mas não política.

Mas a política, desde logo no seu quotidiano, mas sobretudo no sopro inicial, é um exemplar caso de egoísmo, de autossuficiência. Há ali uma presunção de comando, de sabermos mais ou melhor do que os outros e de, por isso, nos caber um papel na definição do dever ser. Não há política sem um pressentimento de predestinação, que, nos melhores casos, revela heroísmo e liderança. Há por isso um egoísmo, pelo menos naquela percepção do Oscar Wilde que vê no egoísmo a vontade de regular como devem os outros viver.

Não há incompatibilidade nesta combinação, de altruísmo e egoísmo, até porque ela se impõe, inevitável. Mas ela é, isso sim, susceptível de milhares de variações, com resultados tão dispares quantos os Grandes deste Mundo, os que admiramos e os que odiamos, porque nenhum egoísmo autoriza unanimidade, nenhum altruísmo garante infalibilidade.

(excerto editado de um texto meu, "A política é o mais altruísta dos egoísmos", publicado no número da revista Egoísta dedicado à Política) 

 

Este pensamento acompanhou o DELITO durante toda a semana

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D