Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pensamento da semana

por Bandeira, em 16.09.17

A magnificamente neurótica jornalista norte-americana Mignon McLaughlin escrevia, em meados do século passado, que "De tempos a tempos encontramos pessoas alegres, gentis, desinteressadas. Geralmente operam elevadores". Não fico feliz, Mignon, por te dizer que isso hoje já não acontece.

 

Este pensamento acompanhou o DELITO durante toda a semana

Autoria e outros dados (tags, etc)


38 comentários

Sem imagem de perfil

De João Marques a 13.09.2017 às 10:51

Zeus, pode continuar o mantra da dívida.
Enquanto mantivermos défice teremos a dívida a aumentar em valor absoluto.
Vai ter muito que escrever.

A responsabilidade não é dos nossos sucessivos perdulários governos de incompetentes.
É da cabala mundial que anda a lançar químicos na atmosfera para nos transformar em vegetais.

É verdade, aquilo que outras pessoas escreveram no século passado não interessa (excepto talvez Roosevelt, que você cita).

Só os seus recorrentes disparates acerca da #conspiração mundial interessam.

Quanto à liberdade de expressão, experimente os países "fora do sistema", a coreia do norte e o irão, que referiu, cuba e a venezuela, arábia saudita, china, rússia.
Penso que apreciaria a liberdade que por lá se respira.
Sem imagem de perfil

De SemioZeus a 13.09.2017 às 13:16

E ainda nem falei das outras "maluquices", escolho o vídeo mais recente, de um "maluco" canadiano porque, até neste assunto, poderia escolher qualquer nacionalidade mas, você, faz parte dos convencidos que sabem tudo.

https://www.youtube.com/watch?v=WlCBbQHJcl4&feature=em-uploademail
Operating Strategies and Principles of the Depopulation Lobby

Francamente, não me interessa o que você pensa, a única coisa que faço é passar informação, recolhida por várias vias onde, apenas, posso deixar um exemplo de várias matérias para, quem estiver preparado, ir investigar, para conseguir juntar as peças e, começar a perceber as verdadeiras causas, de certas consequências já visíveis.
Deixo vídeos para facilitar mas, pode ler, só não sei como vai poder contradizer Factos.

http://www.theeventchronicle.com/finanace/three-countries-left-without-rothschild-central-bank/#

Only Three Countries Left Without a ROTHSCHILD Central Bank!

Já agora, costuma ver o que se passa no Parlamento Europeu ou só "come" o que lhe dão pré-mastigado, nos canais das notícias "verdadeiras"?

https://www.youtube.com/watch?v=SM-FopQEuOA&feature=em-uploademail
Nigel Farage tells Juncker You've learned nothing!

Comece por ver um filme e continue a negar tudo, a si próprio porque, cada um, tem a sua própria cabeça e o seu Livre Arbítrio para poder escolher, entre querer saber mais ou continuar a dormir. Para uns, até pode ser um choque mas, para outros que sentem que há alguma coisa de errada, podem ter a chance de, não nascer e morrer, sem saber como o Mundo, realmente, funciona.

https://www.youtube.com/watch?v=UTMxfAkxfQ0
BREXIT THE MOVIE FULL FILM

Se não souber inglês, aprenda ou peça que lhe façam a tradução porque, da minha parte, já traduzi mais do que aquilo que devia, sempre de borla, longe de partidarismos ou qualquer interesse em tachos.

Antes de afirmar tanta coisa tem ouvido algum Whistleblower?
Têm saído de muitos lados desde antigos senadores, altas patentes do exército americano já reformados, CIA, ex-ministro da Defesa Canadiano (velho demais e com carreira demonstrada de que não é "maluco")...
Viu o último que deixei?
Não lhe interessa porque já sabe tudo mas deixo, novamente, para outros que queiram.

https://www.youtube.com/watch?v=XHbrOg092GA&t=3sNew: CIA Agent Whistleblower Risks All To Expose The Shadow Government

Ninguém sabe tudo mas, pelo menos, podemos ir juntando as partes que já sabemos ou pudermos confirmar pessoalmente e, no final, saberemos muito mais do que anteriormente, ao contrário dos que dizem saber tudo e acabam por não saber nada.
Sem imagem de perfil

De João Marques a 13.09.2017 às 15:45

Convencido? Um céptico como eu? Não, não devo ler jornais. Estou ocupado a ver vídeos de conspirações no youtube.

" já traduzi mais do que aquilo que devia, sempre de borla "
ahahahahaha, caro Zeus, por vezes não sei se está apenas a ser irónico. Mas o espírito é esse. A atacar ataca-se com tudo.
Sem imagem de perfil

De SemioZeus a 13.09.2017 às 20:28

Quando só 8 indivíduos, conseguem ter a riqueza equivalente à de 6 biliões e meio de pessoas, uma minoria que conseguiu arranjar maneira de imprimir dinheiro baseado em coisa nenhuma que, através de Dívidas passaram a controlar as políticas internas dos países (Dívidas que eles próprios incentivaram, até na Itália, a Máfia recebeu dinheiro para construir estradas, o preço recorde europeu por Km), apenas, a maneira mais simples para roubar a soberania de países, ficando na total dependência do credor e, já estamos na fase em que votar não conta para nada, portanto, para si, nem há qualquer dúvida de que devem estar muito preocupados com o bem estar da Humanidade.

Neste país tão pequeno vimos, em décadas, aquilo que fazem políticos quando têm, apenas, um bocadinho de Poder mas, temos um Cartel internacional que põe e dispõe de países, pode comprar o Que e Quem quiserem, podem subsidiar os dois lados de guerras e conflitos e, eu é que estou a atacar?
Atacar o quê?
A sua confortável ignorância? Os seus interesses pessoais? Ou será apenas medo de descobrir que, praticamente, tudo o que acreditou, a vida toda, não passam de mentiras?

Essas palavrinhas que usa, como "conspiração", no mínimo, sabe quem a inventou e quando?

http://www.paulcraigroberts.org/2016/08/24/the-term-conspiracy-theory-was-invented-by-the-cia-in-order-to-prevent-disbelief-of-official-government-stories/

The Term “Conspiracy Theory” Was Invented by the CIA In Order To Prevent Disbelief of Official Government Stories

Naturalmente, o meu pecado capital será acreditar mais depressa em Paul Craig Roberts, ao lado de muitos outros, com igual ou maior currículo, do que acreditar no Marques que até lê jornais, sem saber de que "fonte" saem as notícias que lê, muito menos, com que finalidade e quem as subsidia. Não conhece aquela do "Follow the Money"?

(-Paul Craig Roberts (born April 3, 1939) is an American economist, he is best known as a journalist specializing in economic affairs. He reached the height of his government career when he became the United States Assistant Secretary of the Treasury for Economic Policy under President Reagan in 1981. In office he and his staff successfully combated the stagflation (price-inflation and stagnation) then plaguing the American economy. Tighter monetary policy was used to restrain inflation; in addition lower marginal tax rates were used to increase the rewards to work and investment. In recognition, he was awarded the US Treasury’s Meritorious Service Award for "outstanding contributions to the formulation of United States economic policy".

Roberts was a critic of the Bush (and later Obama) administrations' handling of the War on Terror: harshly criticizing the ineffectiveness, severity and high rates of incarceration associated with the War on Drugs; excessive police violence and use of SWAT teams against civilians; and Congressional approval of increased government surveillance associated with the War on Terror age, which he views as fundamental threats to the liberties enshrined in the US Constitution.

A vocal critic of the Federal Reserve and the financialization of the economy, his articles have addressed and criticized outsourcing, economic deregulation, privatization of social services, quantitative easing, Wall Street finance fraud and lax enforcement of environmental protection laws.

A supporter of the Palestinians in the West Bank, he has criticized Israel's policies and actions in the Israeli–Palestinian conflict, as well as speaking out against what he calls the Israel Lobby's malign influence within US politics and academia.)


Já agora, para além de Roosevelt, também me interesso por muitos outros, como por exemplo Einstein:

“Two things are infinite, the universe and human stupidity, and I am not yet completely sure about the universe.” - Albert Einstein
Sem imagem de perfil

De João Marques a 14.09.2017 às 11:48

Caro Zeus,

A paciência começa a encontrar as suas próprias fronteiras após o meu caro repetir interminavelmente as palavras "ignorância", "ovelhas", e agora "estupidez", com citações do século XX que tanto repúdio lhe causam, "mergulhadas no passado" como estão.
Já reparei que é flexível, pelo menos no argumentário.

O dinheiro não é "criado do ar". Pode não gostar do aspecto fiduciário mas não pode atribuir a crise financeira a mais que pura ganância e falta de regulação.

A propósito, aquilo que os isolacionistas como Farage (são auspiciosas e "fidedignas" as suas fontes de informação quando escolhe indivíduos desse calibre intelectual como arautos da "verdade") pretendem, entre outras coisas ainda menos agradáveis, é exactamente voltar a produzir moeda "do ar" para gerir a balança comercial.

O meu caro continua mergulhado em constantes de Klüver, imaginando navios nas nuvens (não são bem navios, são chemtrails de perversa "engenharia ambiental" - imagino que não saia à rua sem as devidas protecções) e a apelidar as pessoas cépticas em relação àquilo que afirma de "ignorantes".

Talvez Einstein tivesse razão. Talvez a estupidez seja mesmo infinita. E, no entanto, havendo um número finito de idiotas com um número limitado de pensamentos, talvez não seja bem assim.

A propósito, você cita Einstein, mas compreende a sua obra?
Alguma vez leu ("ler" de Ler, não "ler" de olhar para sinopses simplificadas) "O Princípio da Relatividade"? Compreende o efeito foto-eléctrico? Compreende as suas reservas em relação à fantástica formulação quântica?

Ou cita apenas porque pensa que pessoas inteligentes ou célebres não podem dizer coisas sem sentido?

E "os outros" é que são as ovelhas?!
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 14.09.2017 às 13:49

Caro , João! Uma nota de 100 dólares custa a imprimir 10 cêntimos ao FED, que por sua vez "empresta"ao Estado americano com juros. Muitos economistas acreditam que as dividas desta magnitude no sistema financeiro se devem ao sistema fiduciário, já para não falar no sistema monetário fraccional da banca. A haver conspiração ela surge de dentro do sistema e não de fora. Ou seja a crise e a concentração de riqueza são propriedades / leis naturais do sistema neo liberal em que vivemos.
Quanto a Einstein, nada se compara à bomba de Godel.....e mais do que a Relatividade geral são os buracos de verme que me entusiasmam, sobretudo na espera da pesca.
Sem imagem de perfil

De SemioZeus a 14.09.2017 às 14:55

Exactamente Vlad, este é o primeiro grande Problema, os que não percebem que tanto o FED como o BCE são Instituições Privadas que emprestam dinheiro a Nações onde, presentemente, nem gastam papel nem tinta, basta teclar os números no computador porque, "papel pintado", deve rondar menos de 4% da totalidade dos triliões que emprestam.
O FED no caso dos americanos foi a primeira experiência e, como se deram tão bem, o "esquema" foi montado na Europa. Eles imprimem à vontade e o pessoal bem pode suar para tentar pagar empréstimos e juros, impossíveis de pagar porque, o que eles realmente querem, para além de interferir nas políticas internas, são bens reais, em troca daquilo que não lhes custa absolutamente nada.
Com este tipo de negócio, não é de estranhar que já possuam 3/4 do Planeta.

Quanto a um Governo Global, controlado por aquilo que posso chamar de Cartel, onde, praticamente a custo zero, o seu negócio é o monopólio de fabricar dinheiro e que querem que seja a nível global, agora, para rematar, falam num Presidente e num Ministro das Finanças da U.E., mais duas personagens que podem manipular como "puppets in the string".

O mais interessante é a grande maioria nem sequer perceber que até na escolha desta gente para ocupar lugares de topo (das Instituições que controlam), é tudo fictício, por exemplo, dão 3 alternativas: banana1, banana2, banana3 e, ninguém vê que os cidadãos europeus, com políticas internas manipuladas pelo Cartel, eurodeputados que não podem propor nem vetar leis mas depois, temos a parte final do teatro, dão a escolher entre as bananas porque pêssegos, limões ou tangerinas não existem na "cestinha de fruta" do Cartel.
Isto tem sido mais fácil do que roubar chupas a crianças porque, pelo menos, as crianças gritam e berram lol

Um livro antigo muito interessante para ler:
https://www.amazon.com/Creature-Jekyll-Island-Federal-Reserve/dp/091298645X
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 14.09.2017 às 15:49

Meu caro, são os Rothschilds, esses kazakes convertidos
Fale-me agora do flúor que põem nas águas....ou da Monsanto que quer o monopólio da nossa canja de galinha....querem matar-nos à fome....com as suas sementes kamikases
Sem imagem de perfil

De SemioZeus a 15.09.2017 às 17:46

Vlad

Ambos sabemos mais do que isso, a questão está, em como explicar o mais difícil, a quem não faz a mínima ideia que está a viver num guião pré-definido, onde não controla quase nada e, vamos chegar ao absolutamente nada, se conseguirem chegar à parte final.
Seja num recente discurso feito pelo jovem Brendan O'Neill em Cambridge ou Henry Lamb numa conferência de 2002 que só vi num vídeo de 2010, entre os dois, onde um prevê e o outro apenas confirma as evidências, fica tudo esclarecido a respeito da UE que nada tem a ver com o bem da Europa.

https://www.youtube.com/watch?v=wXy0ymjEG24&t=2770s
Brendan O'Neill - How the EU Threatens Democracy // Cambridge Brexit Campaign

https://www.youtube.com/watch?v=Ilqv2qoCgB4
Henry Lamb - Global governance Lecture
(**1)

Está tudo dito mas, há mais, neste momento, estarem judeus, muçulmanos e cristãos em Jerusalém a "cozinharem" uma única Religião para o Governinho Global e, talvez, noutro "buraco", a dar seguimento ao assunto daquele vídeo que deixei do Jean-Claude Juncker que, no Parlamento Europeu, falava de extraterrestres porque, para completarem o "pacote", entre um crash financeiro pior que o de 2008 ou uma invasão de extraterrestres, Muito Terrestres, eles têm de pôr tudo do avesso, seja com caos ou medo, para poderem concluir a "Tarefa".
Sinais não faltam, não só Juncker mas, o Vaticano dizer que baptiza extraterrestres não esquecendo aquela notícia em Maio de 2008, "Funes deu uma entrevista ao L'jornal do Vaticano, L'Osservatore Romano, falando da existência de extraterrestres, "nossos irmãos" onde houve uma conferência, não faltando (convenientemente) o representante (diplomático) permanente do Vaticano na ONU, arcebispo Celestino Migliore.
Mais o Trump que acabou de criar um novo ramo no exército "'Space Corps,' dedicated to fighting wars in the cosmos", tal como a Rússia e a China... uma guerra "unificadora" ou mais uma treta "unificadora"? Devem ser Extraterrestres assexuados lol

Quanto a Corporações, Bancos e afins, faz tudo parte da mesma "Super-Corporação" mas, se quiser ler:

"A University of Zurich study 'proves' that a small group of companies - mainly banks - wields huge power over the global economy."
"The 1.318 transnational corporations that form the core of the globalised economy - connections show partial ownership of one another, and the size of the circles corresponds to revenue. The companies 'own' through shares the majority of the 'real' economy"

http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-2051008/Does-super-corporation-run-global-economy.html

(um resumo, se quiser o estudo original e completo, tem em pdf de 19/Set 2011:

https://arxiv.org/PS_cache/arxiv/pdf/1107/1107.5728v2.pdf

Neste momento, a irrelevância das tricas partidárias, comparadas com o que nos andam a preparar, quando a única divisão que existe será entre os que estão a ver para onde nos estão a levar e aqueles que vivem nas suas bolhas, convencidos que têm alguém preocupado com as suas vidas, quando andam, precisamente, a tratar das vidas deles próprios e de como nos tirar o resto.
Ainda haver quem confia em políticos, nas tretas da UE e de que é tudo para nosso bem... até assusta mas, é muito fácil, basta dizerem aquilo que as pessoas querem ouvir como "Unidade e Paz", quando fazem de tudo para nos dividir e separar.

As pessoas já nem conversam, olhando nos olhos umas das outras, "rosnam" palavras, sem tirarem os olhos do smartphone.
Este infantilizar dos adultos, o desresponsabilizar, pô-los dependentes do Sistema, o caos nem precisa ser muito grande, para entregarem tudo o que lhes reste, Privacidade, Liberdade... (**1) terrenos e água...

Não tenho dúvidas de que estão a acelerar o Processo, devia ter sido mais do tipo "fogo lento" mas, não contavam com tantos a "acordar" por isso, já nem tentam esconder, é mesmo à descarada e, mesmo assim, continuam a ter ovelhas fieis ao programa, de borla, enquanto estão a ser tosquiadas, à força, com canivetes e facas rombas ;)

1984 de George Orwell será, apenas, uma versão infantil, sem capa rosa para meninas, nem azul para meninos para que sirva os 31 novos géneros... Todo o tipo de absurdos e, nem sequer desconfiarem a razão para serem criados.
Apenas o que acontece ao Mundo quando nunca falta dinheiro para "Fumo e Espelhos"
Sem imagem de perfil

De João Marques a 14.09.2017 às 16:16

Vários aspectos negligenciados:

BCE e os BCN são formalmente independentes do poder político. Seria curioso o oposto.

A moeda, ou melhor, um dos seus três aspectos, é também uma unidade métrica.
Essa ideia de uma nota ter um custo semelhante ao seu "valor" é hilariante nos dias de hoje.

É a classe política, pouco séria e pouco competente, o responsável pela dívida.

O sistema financeiro tem por base a confiança, responsabilidade da regulação.

Portanto, a única conspiração que aqui existe é a da incompetência e da corrupção, da negligente avaliação do risco de crédito e da passividade do regulador.

Concordo. Gödel é uma delicia. Embora o On formlly undecidable propositions... já não fosse uma "bomba" quando o li. O Vlad leu-o ou está a lançar barro à parede?

O seu problema Zeus é misturar preocupações lícitas acerca da orgânica da União com ridículas teorias da conspiração como os chemtrails. Isso e julgar que tem sempre razão.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 14.09.2017 às 16:50

Caro, João!
Também a política deveria ser independente das grandes Corporações Económicas . Recomendo que investigue o Banco de Compensações Mútuas.
Eu diria que foi a Indústria Financeira Mundial e as suas relações incestuosas com o poder político a responsável pela crise.
Antigamente a nota de dólar era conversível em Ouro. Hoje vale zero e cada vez há -de valer menos com a dívida americana na ordem dos triliões de dólares.
A avaliação de risco de crédito foi feita pelos bancos. E os derivados ,por Bancos de Investimento.
Quanto a Godel....era amigo do Einstein não sendo possível a Einstein ter feito o que fez sem a ajuda de Godel....mas certezas não existem , nem na matemática, nem na cozinha

Imagem de perfil

De Bandeira a 14.09.2017 às 18:03

Tenho de dizer que fico contente com a discussão que tão modesto dito de espírito gerou -- e não estou a querer ser sarcástico. Gostaria apenas de acrescentar que, embora possam gerar discussões interessantes, e esta certamente o é, também a mim não me convencem as teorias da conspiração. Melhor: imagino que as conspirações existam, mas decerto não as que vemos divulgadas por aí. Há dias bloqueei (no Instagram) uma jovem do Médio Oriente que se sentia (naturalmente) oprimida no seu próprio país. Nenhum ocidental educado em democracia e sensível às questões dos direitos humanos teria pejo em subscrever as ideias dela sobre a sujeição das mulheres, os benefícios da educação ou que muitos meios de comunicação ocidentais dão uma ideia enviesada da realidade de países de outras latitudes. Daqui a asseverar -- porque o leu no blogue de alguém que, por algum motivo, lhe merece a maior credibilidade -- que os norte-americanos espalham por via aérea químicos sobre alguns países para transformar os (até aí naturalmente viris) habitantes do sexo masculino em homossexuais, foi um passinho. Bloqueio, pronto. Também em tempos tive de lutar contra a influência de uma professora de origem búlgara sobre o meu filho mais novo: ela insistia em que jamais os americanos haviam posto pé na Lua, tendo sempre o cuidado de fazer notar, apesar de tudo, que se tratava apenas de uma opinião. Expliquei ao menino que, a ser verdade, já um dos milhares de envolvidos no programa espacial norte-americano teria posto a boca no trombone. Os americanos são assim, não sabem estar calados.
De tudo isto há provas, é claro. E peço desculpas pela interrupção.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 14.09.2017 às 18:31


Um grupo de organizações não governamentais anunciou nesta quarta-feira uma denúncia contra a Monsanto e a Autoridade Europeia de Segurança Alimentar (EFSA) por supostamente manipular estudos científicos com o objetivo de demostrar a inocuidade de um pesticida.
“Acreditamos que as autoridades europeias e os industriais tentaram manter o glifosato [um pesticida] no mercado europeu com interpretações distorcidas das análises apesar de seus prováveis efeitos cancerígenos”, afirmou Josef Unterweger, o advogado da Global 2000, a associação austríaca que lidera o grupo de ONGs.

Monsanto, EPA Seek to Keep Talks About Glyphosate Cancer Review a Secret
http://www.huffingtonpost.com/carey-gillam/monsanto-epa-seek-to-keep_b_14250572.html

Sobre o BSI:
Criado pelos governadores do Banco de Inglaterra e do Reichsbank, em 1930, e protegido por um tratado internacional, o BIS e os seus ativos estão legalmente fora do alcance de qualquer governo ou jurisdição. O banco é intocável. As autoridades suíças não têm jurisdição sobre o banco ou sobre as suas instalações. O BIS tem apenas 140 clientes, mas obteve lucros livres de impostos de 1170 milhões dólares americanos em 2011-2012.
Desde a sua criação, o banco tem estado no centro dos acontecimentos globais, passado, no entanto, muitas vezes despercebido. Segundo Thomas McKittrick, o presidente norte-americano do banco entre 1940-1946, o BIS manteve-se aberto durante toda a Segunda Guerra Mundial. O BIS aceitou ouro nazi saqueado, conduziu ofertas de divisas para o Reichsbank, e foi usado pelos Aliados e pelas potências do Eixo como ponto de contacto secreto de modo a manter os canais de financiamento internacional abertos. Depois de 1945, o BIS - ainda nos bastidores - forneceu, durante décadas, o apoio técnico e administrativo necessário ao projeto da moeda transeuropeia, desde as primeiras tentativas de harmonizar taxas de câmbio no final de 1940, até ao lançamento do euro em 2002. Mantém-se agora no centro dos esforços de construção de uma nova arquitetura financeira e reguladora global, provando uma vez mais que tem o poder para moldar as regras financeiras do nosso mundo. No entanto, apesar do seu papel crucial na história financeira e política do século passado e durante a atual crise económica, o BIS manteve-se praticamente desconhecido.

Abraço,
Sem imagem de perfil

De SemioZeus a 14.09.2017 às 22:47

Bandeira
(para os comentários não ficarem confusos, o melhor é pôr o nome a quem se responde)

Neste caso da Lua já tinha deixado um vídeo porque, há envolvidos no programa espacial norte-americano que puseram a boca no trombone.
Aquele que tinha posto, desapareceu mas, ainda há estes dois, de um astronauta que diz... já não terem a tecnologia para ir à Lua, destruiram-na lol
A informação passa tão depressa e fazem tantas cópias que, por enquanto, se um desaparece, temos outros ou porque pensa que querem controlar a net?

Aproveite para ver enquanto pode:
https://www.youtube.com/watch?v=MpZyHvr6Y2M
NASA Astronaut Don Pettit (Donald Pettit)
Começa a haver uns truques para os logaritmos não apanharem os vídeos, em vez de Donald... Don
Há textos, a questionar como se perde uma tecnologia tão importante mas, ainda encontrei outro vídeo, também por causa do Don.

https://www.youtube.com/watch?v=GgDBQVor9xU
NASA - Don Pettit - "We Don't Have the Technology" to go to the Moon

Vídeos é a maneira mais eficaz para passar informação porque, rapidamente se fazem milhares de cópias só que, presentemente, tem sido uma razia, até fecham canais. Chego a ver um e, em menos de uma hora, é retirado.

Deixo outro acabadinho de sair, de fonte confiável e, ainda ontem, lhe "limparam" um outro vídeo:
https://www.youtube.com/watch?v=6zWQu8feZdg&feature=em-uploademail
Monsanto Was Its Own Ghostwriter for Some Safety Reviews
Sem imagem de perfil

De SemioZeus a 14.09.2017 às 19:31

Primeiro veja se percebe como é criado o dinheiro e quem são os ACCIONISTAS dos Bancos PRIVADOS, só Depois, pode começar a perceber mais coisas.
Essa do dinheiro ter de estar separado da Política agora, está separado do Poder das Nações e nas mãos de accionistas que controlam aquilo que toca todas as áreas da nossa vida.
Devia ler o livro que indiquei, conta ao pormenor como o conseguiram, de certeza que esta matéria, não a vai encontrar nos jornais.

"This book is about the most blatant scam of all History. It's all here: the cause of wars, boom-bust cycles, inflation, depression, prosperity."
(-the most blatant scam of all History- o golpe mais flagrante de toda a História-)

Não sou eu que digo, neste caso do dinheiro, é um facto que pode saber ao pormenor e, nada tem a ver com reguladores ou outras invenções, foi o apoderar do Sistema e, repetir a receita.
Aqui, dou-lhe desconto porque, em 2011, quando eu soube disto, nem queria acreditar mas, muitos já sabiam e, há muito tempo que tentam passar a informação, incluindo as consequências negativas dos EUA perderam o poder de imprimir o seu próprio dinheiro, para o pôr nas mãos de Privados. Ou também pensa que a Dívida astronómica dos EUA aconteceu por acaso?
Onde eles entram, adeus à soberania e, como se vê, no caminho final de não termos qualquer poder sobre nada e, ainda nos Gozam, basta ler as Memórias de David Rockefeller:

“We are grateful to the Washington Post, the New York Times, Time Magazine and other great publications whose directors have attended our meetings and respected their promises of discretion for almost 40 years......It would have been impossible for us to develop our plan for the world if we had been subjected to the lights of publicity during those years. But, the world is more sophisticated and prepared to march towards a world government. The supernational sovereignty of an intellectual elite and world bankers is surely preferable to the national autodetermination practiced in past centuries.”
― David Rockefeller

“...we are part of a secret cabal working against the best interests of the United States... If that's the charge, I stand guilty, and I am proud of it.”
― David Rockefeller

Por isso digo e repito, a maioria está a Dormir por ignorância e, os políticos que colaborarem com esta Agenda, basta uma visita ao grupo bilderberg porque, quem passar "o teste" está garantido para um futuro tacho.
Quando dei o link da notícia do "prometem levar-lhes as carreiras até ao topo" - saiu no jornal em 2008 ou só lê jornais desportivos?

Ainda há pouco, Merkel disse que ia fazer de tudo para a Inglaterra não sair, sabe quantas vezes ela passou pelo grupo bilderberg para tomar uns "chazinhos"?
A última vez, para não dar tanto nas vistas, foi por videoconferência.
A tecnologia só nos foi dada para nos controlar mas, também, poderia ter sido a nossa salvação se, não fosse só para likes e jogos, no entanto, já estão a "trabalhar" neste assunto, até li que o Presidente chinês Xi Jinping, ofereceu ajuda, um país "especialista" pois na China, a net resume-se a meia dúzia de sites.
Estes também não são esquecidos:
https://www.ft.com/content/799f837e-0816-11e3-badc-00144feabdc0
"relationships between Wall Street banks and the sons and daughters of Chinese government officials"

Se quer saber alguma coisa, comece pelo dinheiro que, depois, até parece que se rompe um véu e passamos a perceber as trafulhices todas. Até percebe que Theresa May tinha de apressar eleições, recusar todos os debates com os rivais e dizer todo o tipo de disparates, como ter de baixar as pensões aos reformados porque tinha de perder lugares, só assim, tendo de fazer coligações com outros Partidos, complica o Brexit e, quem reparou, bastou isto para a UE começar, novamente, a "falar grosso" porque, antes das eleições, a conversa era totalmente diferente.

Houve jornais que se fartaram de chamar incompetente a Theresa May. Incompetente?
Ainda a vamos ver num FMI, num World Bank ou similar. Aqui não posso apostar porque, pode ter optado por receber uns milhões para fazer o seu abrigo subterrâneo, se calhar na Nova Zelândia, onde há muitos para lhe fazerem companhia... só ainda não percebi a preferência, sismos em quantidade, uma placa a fracturar mas... também não posso saber tudo
Sem imagem de perfil

De SemioZeus a 14.09.2017 às 20:47

Como a notícia que dei o link só pode ser lida por subscritores, até a traduzo para verem que, onde entra o dinheiro "destes especialistas", os "pântanos" já chegaram à China.

"JPMorgan’s China hiring under scrutiny
AUGUST 19, 2013 by Tracy Alloway in New York and Jamil Anderlini in Beijing

Os reguladores dos EUA estão a investigar as práticas de contratação de JPMorgan Chase em Hong Kong que poderia lançar uma luz sobre as relações entre os Bancos de Wall Street e os filhos e filhas dos funcionários do governo chinês.

JPMorgan divulgou numa declaração regulamentar recente que recebeu um pedido da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA pedindo "informações e documentos relacionados, entre outros assuntos, com o emprego de certos ex-funcionários em Hong Kong e suas relações comerciais com certos clientes".
Uma pessoa familiarizada com a investigação disse que envolve a contratação do Banco de Tang Xiaoning, filho de um antigo Regulador bancário chinês que agora é presidente do grupo estatal China Everbright, e Zhang Xixi, filha de um alto funcionário chinês da ferrovia.

A investigação provavelmente não causará consternação em Wall Street nem nos corredores de poder na China, onde a contratação de filhos e filhas de políticos proeminentes ou líderes empresariais é considerada normal como parte de um sistema que enfatiza fortemente "guanxi" as conexões pessoais, como forma de garantir novos negócios.

Com pressa de capitalizar o crescimento económico da China, praticamente todas as Grandes Instituições Financeiras de Wall Street e Europeias com operações no país, habitualmente contratam "princelings", como os filhos de altos funcionários chineses são conhecidos.

Goldman Sachs já contratou, por exemplo, Jiang Zhicheng, neto do ex-presidente chinês Jiang Zemin, como seu braço direito no investimento privado.

Um alto funcionário chinês disse ao Financial Times que o governo chinês não lançou sua própria investigação sobre o JPMorgan ou suas práticas de contratação no país, mas que as revelações não estão causando preocupação porque a prática de contratar filhos de altos funcionários para trabalhar em instituições financeiras é muito comum.
Como referiu um alto funcionário chinês, algumas autoridades chinesas estão preocupadas, apenas, pelos filhos poderem ser nomeados nos relatórios, pelos mídia ou em investigações nos EUA.

Duas pessoas familiarizadas com o assunto confirmaram que Tang Xiaoning e Zhang Xixi trabalhavam anteriormente no JPMorgan e que o Sr. Tang deixou a empresa em dezembro de 2012. As tentativas de chegar ao Sr. Tang e à Sra. Zhang não tiveram êxito.

Um porta-voz da SEC recusou comentar a investigação que foi relatada, pela primeira vez, pelo New York Times.

As autoridades norte-americanas raramente têm investigado as práticas comerciais de Wall Street na China, embora um ex-consultor da Morgan Stanley tenha sido preso, depois de subornar um funcionário chinês para ganhar lucrativos investimentos imobiliários para o banco.

Nos últimos anos, os bancos estrangeiros têm tido mais dificuldades em atrair a prole dos líderes mais altos do país, graças ao aumento de um sector nacional chinês de "private equity" que oferece oportunidades lucrativas para investidores chineses com poderosos antecedentes familiares.

Em conversas privadas, os executivos dos bancos ocidentais admitem que agora são mais propensos a contratar os filhos de vice-ministros ou vice-governadores provinciais chineses, enquanto que há alguns anos atrás, os pais de seus recrutas eram geralmente de nível ministerial ou superior.
A investigação poderia piorar os recentes problemas regulatórios da JPMorgan porque o banco de investimento enfrenta uma série de investigações regulatórias relacionadas com a perda de US $ 6 bilhões, na bolsa de Londres, bem como em questões sobre os seus negócios de commodities e energia.
Com relatórios adicionais de Kara Scannell e Stephen Foley em Nova York."

Uma notícia de 2013 que, deve estar mais do que "resolvida", milhão para ali, outro para acolá, a China há pouco tempo, meteu a sua moedinha no Cabaz de moedas do FMI, todos juntinhos nos negócios e, as ovelhas... a ver futebol, entretidas com os respectivos especialistas que "exalam" sabedoria sobre árbitros e golos e, a mandarem uns likes no Facebook.

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D