Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pensamento da semana

por Joana Nave, em 19.08.17

Na antecipação do que há-de vir, na angústia da memória que nos precede, esquecemo-nos frequentemente de viver. O presente é a única certeza que temos e também o único momento que podemos controlar. Aceitemos esta dádiva de vida plena!

Este pensamento acompanhou o DELITO durante toda a semana

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


33 comentários

Sem imagem de perfil

De Zeus a 14.08.2017 às 14:21

"além disso são modelos matemáticos por validar. demasiados. dificilmente estarão todos correctos"

Diz, com toda a sabedoria, quem dá, a si próprio, o nome de glu glu, ao lado de nomes como Stephen Hawking porque, a estes, ainda lhes falta validar, "demasiados" modelos matemáticos. Demasiados? Diz quem? O glu glu!
Peço desculpa mas, até lhe agradeço a gargalhada que me provocou porque, dizem que rir prolonga a Vida.

"foram necessárias tantas citações para dizer apenas "niilismo"?"
Desta vez, até podia fingir pedir desculpa, por não ter tentado resumir, evitando desperdiçar o seu precioso tempo mas, sabe que, por aqui, não tem qualquer tipo de obrigação, nem sequer a de ler.
E também deve saber que eu não tenho de escrever, para agradar ou fazer a vontade a ninguém, nem sequer a glu glu's
Quem quiser, até pode explicar com slogans mas, eu prefiro as citações, não gosto de roubar palavras alheias, sem lhes dar o devido reconhecimento.

Agora fico na expectativa e, também na dúvida, onde vai arranjar tempo para "resolver a velha questão da simulação". É que nesse "Temos", agradeço que não me inclua pois, tanto me faz, se vivo ou não, numa simulação porque, dentro ou fora dela, por pouco que seja, só me interessa conseguir mudar o que eu puder para melhor, usando as "ferramentas" que tenho disponíveis e, duas delas, todos temos: Consciência Moral e Livre Arbítrio e, com a 2ª até pode não usar a 1ª mas, depois, quando a maioria faz essa escolha, não são de estranhar as consequências colectivas porque, isto dos papeis de vítimas, como colectivo, temos escolha e Liberdade nessa escolha porque, é uma Lei Natural imutável de Causa/Consequência, Leis nunca subjectivas, ao contrário das Leis feitas por Homens que são todas subjectivas e manipuláveis.
Sem imagem de perfil

De glu glu a 15.08.2017 às 03:47

de facto, "Zeus" é muito mais elegante e modesto que "glu glu". acima de tudo revela bom gosto.

é bom ter graça.

meu caro, compreendo que nada perceba de método científico e de física teórica.
só porque Hawking diz não significa que venha a ser validado. Hawking disse muitas coisas, algumas delas completamente erradas.

se para si basta um Hawking para se convencer então a sua perspectiva em relação à ciência pouco difere da crença religiosa.

e não venha com o típico argumento de quem não aceita crítica. só posso discordar ou concordar consigo após ler aquilo que escreve.

"lei natural imutável" não sei de que se trata. e, para que saiba, há também modelos matemáticos muito curiosos a respeito da hipótese da simulação, elaborados por grupos de pessoas não menos inteligentes que S.W.

"livre arbítrio" - leia umas coisas simples sobre bases neurológicas dos comportamentos. talvez fique surpreendido.
Sem imagem de perfil

De Zeus a 15.08.2017 às 23:11

glu glu

"lei natural imutável" não sei de que se trata"
Esse problema não é meu mas, se vive neste Planeta e, se ainda não reparou que existem, cuidado com as distrações porque, nestas, não pode meter "cunhas" e, por acaso, noutros comentários já tinha falado do assunto.

Natural, relativo ao Mundo regido pelas Leis da Natureza que são Imutáveis por não mudarem com o Tempo, sempre iguais para todos, mesmo que os Seres Humanos não gostem, desconheçam ou não as queiram, bem diferentes das leis feitas por homens que podem variar com o tempo, localização geográfica, manipuláveis, controversas e sempre ao sabor dos incompetentes ou sociopatas do momento.

"se para si basta um Hawking"
Você sabe interpretar ou só sabe ler?
"ao lado de nomes como Stephen Hawking"
Ao lado de nomes é só Hawking?

Num anterior comentário, condenou por eu escrever demais e não ter reduzido tudo a uma única palavra, agora, noutro comentário parece que reduzi demais.
A indecisão pode ser causada por sentimentos em conflito ou então... correu-lhe mal o dia e está com vontade de embirrar com alguém ou com alguma coisa...

Relaxe, respire fundo porque ainda não chegámos ao Natal glu glu

Temos um problema, eu não gosto de ler coisas simples porque isto de ser pai dos deuses e dos homens e, com problemas na tesouraria, ainda ter que acumular funções, como Deus dos céus, raios e relâmpagos, já me habituei "às coisas" complicadas
Só desta vez e, para lhe fazer a vontade, posso tentar procurar as instruções que vieram com o móvel do Ikea, comprado no ano passado, antes do Natal para pôr as travessas: das rabanadas, dos sonhos e do peru

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D