Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pensamento da semana

por João Pedro Pimenta, em 05.08.17

Não há Verão que sempre dure, nem fogo que sempre lavre, nem ditador que não caia de Maduro.

 

Este pensamento acompanhou o DELITO durante toda a semana

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Sem imagem de perfil

De rão arques a 30.07.2017 às 16:43

Nem maduro feito a martelo que não turve.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 30.07.2017 às 22:23

Os ditadores caem. As ditaduras não.
Sem imagem de perfil

De Zeus a 31.07.2017 às 22:38

Vlad
Reparei agora que já saiu no anterior Pensamento da Semana a minha resposta à sua pergunta: "Quanto a Leis, em que ponto estamos na Teoria Final?"

Para não pensar que não lhe dei importância, apesar de eu nem sempre voltar atrás mas, desta vez, como o Debate foi tão grande, quiz confirmar se ainda haveria alguma dúvida, juntando no meu comentário, a resposta a si e ao João André.

http://delitodeopiniao.blogs.sapo.pt/pensamento-da-semana-9426794

Quanto aos ditadores cairem de maduros como se espera que caia o Maduro, concordo consigo, caiem Ditadores mas não as Ditaduras.
Basta reparar que em todas elas, o povo não tem direito a possuir armas para se defender do próprio Estado, como está especificado na Constituição americana.
E, enquanto os ditadores, caiem e não caiem, o povo vai morrendo entre as balas do Estado e as dos gangues de bandidos armados (cuja lei nunca evitará possuírem armas) e, podemos chegar à conclusão que quem se lixa será sempre a maioria, a gente boa que nunca fez mal a ninguém e que, nunca, será realmente Livre, nem sequer para se defender. Ficando mais escravos que os próprios bandidos mas, isto, sou eu, novamente, a ... "epicurar"

"Se queres a verdadeira liberdade, deves fazer-te servo da filosofia" - Epicuro de Samos
Sem imagem de perfil

De Vento a 31.07.2017 às 11:38

Vamos lá então amadurecer o pensamento. O meu pensamento está virado para o dever de cidadania. Hoje é o dia mundial do orgasmo. Mandei fazer na padaria uns suspiros e ando a distribui-los pelo mulherio.
- Senhora, sirva-se.
- Mas que cavalheiro! A propósito de quê esta oferta?
- Hoje é o dia do orgasmo.
- Ohhhhhhhh.
- Pois, o suspiro é para poupar-lhe trabalho.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 31.07.2017 às 19:47

Vento para suspiros nada como mamar num Papo de Anjo😊
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.07.2017 às 17:00

A democracia que se pretende contrapor à ditadura de Maduro é apenas formal.
Serve para embrulhar a liberdade desregulada do Mercado, que permite a meia dúzia explorar e manipular todos os outros em proveito próprio.
Essa meia dúzia tem logrado criar entre os simplesmente remediados a ilusão de que também são ricos e de que, portanto, devem alhear-se dos interesses dos mais pobres.
É isso que leva, por exemplo, ao retorno de parte da grande comunidade portuguesa.
Esquecem-se estes de que, em qualquer dos casos, estão infinitamente mais próximos dos muito pobres do que da tal meia dúzia dos muito ricos.
Para mal dos nossos pecados!
João de Brito
Sem imagem de perfil

De Vento a 01.08.2017 às 20:05

Não acredite nisso que escreve, João. Se compreender a dimensão da estabilidade que é necessária para que um remediado possa permanecer como tal num país em ebulição, talvez mude de perspectiva. Falamos de emigrantes que nunca perderam a ligação à terra para além da necessidade de encontrar futuro onde existia.

Os muito ricos não necessitam deixar o país, simplesmente ausentam-se.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.08.2017 às 23:15

Claro, vão passar férias e pagam (Incluindo aos media) de longe a quem quiser aumentar a confusão.

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D