Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Palavras para recordar (24)

por Pedro Correia, em 13.07.17

Antonio_Costa_2014_(cropped)[1].jpg

  

ANTÓNIO COSTA

TSF, 16 de Janeiro de 2017

«O grande desafio que temos pela frente é a melhoria da produtividade na plantação do eucalipto. A produtividade média que temos por hectare é baixíssima e temos condições de a melhorar significativamente. (...) Tal como está previsto desde 2015, na estratégia florestal nacional, a área prevista para a plantação de eucaliptos permitirá responder àquilo que é a procura crescente por parte da indústria, permitindo aumentar a produção de pasta e de papel.»

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

Sem imagem de perfil

De rão arques a 13.07.2017 às 11:11

Este safado nem precisa de mais eucaliptos para fazer o seu papel. Paletes de resmas que capta nas borlas para lhe abastecer manhas e contradições em colorido abrilhantado.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 13.07.2017 às 11:33

A intenção do governo é coincidente com estas palavras: manter a área total de eucalipto, mas aumentar a produtividade por forma a obter mais madeira na mesma área.
Sem imagem de perfil

De V. a 13.07.2017 às 12:29

E como é que se aumenta a produtividade do eucalipto na mesma área?
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 13.07.2017 às 16:39

Aumenta-se a produtividade pelo aumento da qualidade, ou quantidade, do estrume
Sem imagem de perfil

De Jorg a 13.07.2017 às 12:38

"The gates are down, the lights are flashing but the train isn't coming"...
Sem imagem de perfil

De amendes a 13.07.2017 às 11:43

Sem rodeios:

este lavoura é uma bosta!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.07.2017 às 11:57

"este lavoura é uma bosta!" Talvez mas não estou a ver bem porquê. Importa-se de dar elementos para se concluir que o que ele diz não é verdade? Obrigado.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 13.07.2017 às 16:40

Amendes referia-se à qualidade do estrume que é necessária para o eucaliptal medrar
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.07.2017 às 18:45

Deixemo-nos das tretas que sistematicamente irrompem na sequência das tragédias.
O problema florestal tem mais a ver com a negligência do que com as espécies.
O eucalipto até tem, entre outras vantagens, a de, após o incêndio, regenerar rapidamente.
João de Brito
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 14.07.2017 às 09:21

O problema florestal tem mais a ver com a negligência do que com as espécies.

Certo. Sendo que a negligência não é somente das florestas, mas também a negligência do espaço rural como um todo, a qual negligência é provocada pela fraca rentabilidade da agricultura e pastorícia.

O eucalipto até tem, entre outras vantagens, a de, após o incêndio, regenerar rapidamente.

Certo. O facto é que os eucaliptos em geral não ardem, porque são constituídos por madeira verde, a qual contem imensa água e não pega fogo nada facilmente. As raízes do eucalipto permanecem vivas e, após o fogo, fazem a árvore rebentar de novo.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D