Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Padronizados como nunca

por Teresa Ribeiro, em 23.08.17

Espero num lobby de uma torre de escritórios. À minha frente também esperam três raparigas que, não se conhecendo entre si, parecem coreografadas. Todas seguram o telemóvel, todas com unhas de gel, todas com pestanas postiças, todas com pernas traçadas, cabelos compridos e lisos e dentro da mesma faixa etária. Uma das portas do lobby dá para um gueto de fumadores onde de momento só se avistam homens e então reparo neles. Também com idades aproximadas, em grupos ou separados apresentam-se com fatos semelhantes, os mesmos modelos de sapatos, a mesma barba aparada. É certo que a moda masculina é mais monótona, mas talvez porque todo este cenário é enquadrado por tecnologia (eles também olham obsessivamente para o telemóvel enquanto fumam), ou porque falta um toque de humanidade em tudo isto, parece que estou a vê-los através de um ecrã. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


14 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 23.08.2017 às 13:38

Muito bem observado, Teresa. Antes da massificação dos robôs, entrámos já na fase dos robôs humanos. Tudo automatizado, como há meio século antecipava Jacques Tati nessa obra-prima chamada 'Playtime' ('Vida Moderna').
Reparo sobretudo nelas. Cada vez mais iguais. Parecem ter sido extraídas do mesmo molde. Sem perceberem que o segredo da sedução está sempre na diferença.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 23.08.2017 às 13:56

Sei que já não será tão instintivo, mas experimenta. Repara neles. É o mesmo!
Sem imagem de perfil

De fatima MP a 23.08.2017 às 17:11

Verdade, mesmo. Mas é tão difícil resistir à padronização. Por mais que se queira e que disso se tenha consciência.Um monte de razões diversas explica isso, nem vale a pena lembrar...
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 23.08.2017 às 18:26

Essa pressão sempre existiu, mas agora parece que se tornou mais intensa. Ou então sou eu que estou a ficar velha e ganhei por isso maior distanciação em relação a modas e a comportamentos estereotipados...
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 23.08.2017 às 15:28

E a Teresa, em que é que coincidia com as 3 raparigas? No telemóvel? Nas unhas? Nas pestanas? No cabelo? Em tudo????
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 23.08.2017 às 17:18

Deixo à sua imaginação.
Sem imagem de perfil

De JAB a 23.08.2017 às 19:19

"Parece que estou a vê-los através de um ecrã". Chave de ouro para um texto magnífico.
Sem imagem de perfil

De Vento a 23.08.2017 às 20:50

Ué!, os bebés vêm de smartphone ou iphone ou ipad ou qualquer ishit; e quiçá com o uso de uma app. Só revela que têm uns pais muito evoluídos, daqueles muito avançados civilizacionalmente.
Está tudo muito bem. É melhor assim que irem parar a uma cadeia por causa de um piropo.
Mas elas também podiam estar a consultar se já as tinham chamado para ocupar aquela quota na empresa; e eles a consultarem se o lugar tinha ido ao ar em favor de uma delas.
Hoje em dia tudo é possível. Nada melhor que ter um desses devices na mão para estar dentro da modernice.
Sem imagem de perfil

De Vento a 23.08.2017 às 22:08

Ainda sobre padrões, não compreendi se isto da igualdade do género tem alguma coisa que ver com géneros iguais ou géneros diferentes.
http://24.sapo.pt/atualidade/artigos/porto-editora-suspende-venda-de-blocos-de-atividades-para-meninos-e-meninas

http://observador.pt/2017/08/23/livros-polemicos-veja-as-diferencas-dos-exercicios-para-rapazes-e-meninas/
E parece-me que é neste tipo de actividades que o dinheiro dos cidadãos (cá temos a inclusão dos géneros) é estourado.


Sem imagem de perfil

De Pimento padrão a 24.08.2017 às 02:57

Eu sinto que estão couraçados.Armaduras.Um código que os defende.
Nessas situações procuro um compincha,alguém que passe---Era preciso um traje especial? Não me avisaram.
Sem imagem de perfil

De BELIAL a 24.08.2017 às 10:15

CLONES.

Dress code.

Et nunc et semper et in saecula saeculorum amen
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 24.08.2017 às 12:10

É mesmo o que parecem...

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D