Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Obras de Santa Engrácia

por José Navarro de Andrade, em 03.07.15

Então não vai uma petiçãozita para retirar Almeida Garrett, Aquilino Ribeiro e Sophia de Mello Breyner e Andresen do Panteão? Ficava muito mais compostinho e homogéneo, além de que verdadeiramente representativo da ideia que se quer legar da Nação.

Autoria e outros dados (tags, etc)


12 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.07.2015 às 17:57

Concordo. E reservar já lugar para Ronaldo, Mourinho e Vale e Azevedo.
Imagem de perfil

De José Navarro de Andrade a 03.07.2015 às 18:12

E Rui Veloso, e Margarida Rebelo Pinto, e mais uma mão cheia de estadistas, e etc..
Sem imagem de perfil

De É o que temos... a 03.07.2015 às 17:58

E engarrafar Lisboa toda a uma Sexta de Verão à tarde não lembrava ao careca. Então não se podia fazer a um Sábado?!
Imagem de perfil

De José Navarro de Andrade a 03.07.2015 às 18:13

O que vale um engarrafamentozito em face da eternidade?
Sem imagem de perfil

De Costa a 03.07.2015 às 19:22

Futebol e Fátima, Futebol e Fado, Futebol e Futebol.

Costa
Sem imagem de perfil

De V. a 03.07.2015 às 18:19

O Panteão é apenas um templo maçónico, do regime, ideológico e faccioso. Do verdadeiro Portugal representa pouco.
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 03.07.2015 às 18:58

Também não apreciei andarem a passear o caixão do Eusébio por meia Lisboa. E eu que até gostava do Eusébio...
Sem imagem de perfil

De fernando antolin a 03.07.2015 às 19:01

Não sabia que ainda lá estava o Marechal Carmona, cujo nome também não foi saneado na ponte de Vila Franca de Xira. Acho bem. O velhote era simpático, diziam os meus pais.

( a rua onde nasci , em Santarém tinha o nome dele, depois promoveram-na a avenida...25 de Abril, claro )
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.07.2015 às 19:35


Só tu para me fazeres dar uma gargalhada neste engarrafamento...
O Miguel Sousa Tavares não de ter achado muita graça, tanto mais que Sofia gostaria era de estar num belo campo frodoso e não naquele gelo!
Sem imagem de perfil

De da Maia a 03.07.2015 às 21:01

A história antiga foi marcada pelas Olimpíadas, e os seus heróis, como Milo de Croton, foram recordados até hoje.

Do tempo em que a palavra "nação" não era decorativa, a representação portuguesa no palco inglês de 1966, levou o epíteto dos "Magriços".

A esse propósito se aludia o episódio dos "Doze de Inglaterra", que brilharam no "jogo" de então, um torneio de cavalaria singular, que nem sequer era qualquer competição mundial.

Aí estava não apenas o Magriço, mas também o Conde de Avranches, jarreteiro que morreu com o Infante D. Pedro em Alfarrobeira.

O episódio mereceu honra de ser inscrito para a posterioridade nos Lusíadas.

Talvez mais cegos sejam hoje os que não vejam o impacto relativo de eventos à escala mundial.

Pela minha parte, assumido bronco, vi ali em Eusébio mais poesia, coragem, sentido de honra e missão nacional, do que em outros exemplos "poéticos", que se inscreveram apenas pelo seu relevo definido por grupos de interesse, e cuja matéria objectiva é, até outra notícia, um mero elogio ao vazio.
Sem imagem de perfil

De gty a 03.07.2015 às 21:19

Sophia de Mello Breyner saiu uma vez da sede da Sociedade Portuguesa de Autores porque estava lá Aquilino, e Sophia e o Marido, recusavam estar debaixo do mesmo tecto com um regicida (Aquilino é um presumível implicado no assassinato do Rei D. Carlos I).
Depois puseram-na naquele sítio medonho, onde está Aquilino.
Creio que estimaria estar noutro local.

Sem imagem de perfil

De e para onde' a 04.07.2015 às 03:04

De acordo,já se não justifica estarem lá.E onde se juntarão?
Por favor deixem sossegado e só o Heteronímico,"não é de companhia".

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D