Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Objectividade jornalística.

por Luís Menezes Leitão, em 17.06.14
Se há coisa que sempre admirei nos alemães foi a enorme objectividade com que os seus jornais sempre relatam os factos. Veja-se as referências isentas e objectivas ao jogo de ontem na imprensa alemã.

 

Ronaldo hoje somos NÓS que temos a musculatura de vencedores.

Ronaldo, hoje rapamos-te.
Mas a melhor de todas é esta:

Autoria e outros dados (tags, etc)


9 comentários

Sem imagem de perfil

De da Maia a 17.06.2014 às 14:31

E... objectivamente a Alemanha não precisou de jogar nada de especial, o que torna a derrota portuguesa ainda mais injustificável.
Este resultado pode dar-lhes ideia que vão ter sempre defesas a fazerem passes para golo, e o Rui Patrício à baliza.
Imagem de perfil

De João André a 17.06.2014 às 14:55

O primeiro caso é do Bild de ontem. Nem vale a pena comentar um jornal que é mistura entre Correio da Manhã e Crime.

O segundo não sei de onde veio, mas também é de ontem (o resultado ainda estava a 3-0) e goza com a obsessão capilar de Ronaldo.

O grande problema não é a objectividade ou falta dela, mas a falta de sentido de humor.

A última, do medo, não é alemã. O Frankfurter Allgemeine Zeitung fez a ronda pela imprensa internacional e tirou essa do La Repubblica:
http://www.faz.net/aktuell/sport/fussball-wm/deutsches-team/wm-pressestimmen-deutschland-macht-allen-angst-12995053-bg9.html
Sem imagem de perfil

De da Maia a 17.06.2014 às 16:11

Não esquecer que há muito que Mourinho assinalou o problema de caspa de Ronaldo e Casillas.

Há um detalhe importante acerca da objectividade alemã:
- é que o último jogo é com os EUA.

Se a Alemanha perder sem afectar a diferença de golos será ainda primeira... e Portugal pode dizer adeus, a menos que faça alguma goleada redentora.
Imagem de perfil

De João André a 17.06.2014 às 16:47

Se Portugal ganhar os dois jogos que faltam, a Alemanha ganhar ao Gana e perder com os EUA o cenário de que fala é bem possível. Nesse caso a diferença de golos seria o factor de decisão e Portugal está já em desvantagem. Os alemães até poderiam fazer o jeitinho a Klinsmann de perder pela margem mínima, sendo que seriam os primeiros no grupo e os americanos ficariam em segundo lugar.

Pessoalmente não creio muito nisso. Penso que se Portugal vencer os EUA (mesmo que por um golo apenas) e os alemães o Gana (como imagino que aconteça), os alemães não quererão fazer o tal jeitinho. As coisas podem correr mal caso os portugueses espetem uma goleada das antigas a um Gana que nada terá para jogar nesse cenário.

Seja como for, é indiferente. Portugal tem, antes de mais, que ganhar os dois jogos que faltam. O resto não está nas mãos da equipa. Até por isso prefiro que tenha havido um vencedor entre Gana e EUA. Assim os portugueses não se podem refugiar na calculadora. É para vencer e acabou.

Quanto a Casillas, Mourinho enfiou-o no banco para dizer que mandava mais que ele, não por qualquer razão de qualidade. As más exibições recentes dele terão mais a ver com falta de ritmo que com decréscimo das qualidades (34 anos, deveria estar ainda no topo das suas capacidades para a posição). Neste caso é uma profecia que se cumpriu a si mesma: GR não joga, perde ritmo, joga mal, é mau e conclui-se que é por isso que não joga.
Sem imagem de perfil

De da Maia a 17.06.2014 às 20:51

Exacto, era esse cenário de que falava... e pode nem se tratar de fazer um favor aos EUA, que os alemães não são disso, mesmo estando lá o Klinsmann.
Simplesmente podem manter-se num ritmo de passeio, testar novas combinações, evitar lesões e cartões, e no final serem surpreendidos.
Mas isto era só para salientar que o "depender de nós", como falava ontem o Paulo Bento, não é bem assim - implica também recuperar do vergonhoso goal-average...
Por isso, se ganharem "mais ou menos" aos EUA, mesmo assim vão ter que estar a ouvir o relato do EUA-Alemanha até ao fim.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 17.06.2014 às 14:55

O jornal Bild é um jornal popularucho e de qualidade muito rasca - assim tipo Correio da Manhã, mas ainda mais popular e ainda mais rasca. Não é, felizmente, modelo para os jornais alemães - embora seja de facto o jornal mais lido na Alemanha.
Sem imagem de perfil

De Teresa Linder a 17.06.2014 às 15:13

O terceiro exemplo, como já foi referido nos comentários, trata-se de um excerto de revista de imprensa internacional.

Quanto aos dois primeiros, ambas as imagens são do Bild, portanto trata-se de apenas um jornal alemão e não de jornais alemães. E espero que na Alemanha não se façam generalizações sobre a isenção e objectividade da imprena portuguesa tendo por base uma publicação ainda pior do que o Correio da Manhã...
Sem imagem de perfil

De JSP a 17.06.2014 às 16:05

País tradicionalista em tudo - mesmo , e sobretudo, quando importa " o último grito" seja lá do que for - continuamos a acarinhar e subsidiar o insuperável "jormalismo Melchior" ( amigo do Artur Corvelo, como certamente recordarão...).
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 17.06.2014 às 16:18

Todos tão sérios por aqui.
E ainda por cima dizem mal do Correio da Manhã/Bild como se fosse pior que os outros. Basta não escrever sobre faca e alguidar para se ser um jornal?

Uma questão de aparência portanto.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D