Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O primeiro atentado

por Diogo Noivo, em 18.08.17

El Descanso.jpg

 

Era mais um dia normal de serviço no restaurante. Mas em poucos segundos tudo mudou: um engenho explosivo colocado junto ao balcão foi detonado matando 18 pessoas e destruindo uma parte importante do restaurante "El Descanso", situado no quilómetro 14 da estrada Madrid-Barcelona. Foi no dia 12 de Abril de 1985. Cerca de 16 anos antes dos atentados de 11 de Setembro, nos Estados Unidos da América, Espanha sofria o seu primeiro ataque jihadista. Esta acção terrorista foi reivindicada por uma organização intitulada Jihad Islâmica, embora os detalhes da operação - autores materiais e morais, propósito, perfil da organização, etc - ainda hoje estejam por esclarecer.
O atentado de ontem em Barcelona é mais um episódio repugnante e condenável de uma longa e tortuosa história. Em Espanha, a Catalunha é a região com maior incidência de actividade jihadista desde há bastantes anos. De resto, como refere Ignacio Cembrero no livro La España de Alá, 50 das 98 mesquitas e oratórios salafistas sinalizados pelo Ministério do Interior estão na Catalunha. Por lá passaram organizações terroristas de diferentes países, da Argélia ao Paquistão. O problema é grave, mas não é novo. Em suma, e enquanto a poeira não assenta, importa evitar análises apocalípticas e especialistas de ocasião.

Autoria e outros dados (tags, etc)


9 comentários

Sem imagem de perfil

De WW a 18.08.2017 às 08:32

Deixe lá que o Macron e a Merkel resolvem...

Entretanto vá tentando pôr aí mais uns post's daquela série de excepções que confirmam a regra.

" Se o mundo não conhece um longo período de idealismo, de espiritualismo, de virtudes cívicas e morais, não me parece que seja possível ultrapassar as dificuldades do nosso tempo. "
Sem imagem de perfil

De V. a 18.08.2017 às 09:07

Também estão por cá — e o nível de alerta é o mesmo, segundo decisão dos mesmos-de-sempre. Agora que o turismo de Espanha se desvia para cá arriscamo-nos a que o prof. Marcelo chegue ao local antes da polícia.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.08.2017 às 11:28

Sr. de V.,
se bem entendo o seu comentário,
atrevo-me a discordar:
nessa matéria (expressão muito querida dos políticos),
somos perfeitamente autossuficientes;
não necessitamos de recorrer ao estrangeiro;
somos terroristas de nós próprios
e com muito bons resultados
- Pedrógão, Madeira...
João de Brito
Sem imagem de perfil

De V. a 19.08.2017 às 00:19

Não, a culpa é mesmo da Esquerda. É a Esquerda que está a destruir os países da Europa.
Sem imagem de perfil

De Herói do Mar a 18.08.2017 às 15:49

Direi mais. Podemos descansar, porque o prof. Marcelo, com tanto treino, acabará por chegar bem antes que a catástrofe aconteça. Tipo super homem.
Sem imagem de perfil

De tric.Lebanon a 18.08.2017 às 11:47

"Em suma, e enquanto a poeira não assenta, importa evitar análises apocalípticas e especialistas de ocasião."
.
enquanto a poeira não assenta!!!??? inacreditável...
Sem imagem de perfil

De JS a 18.08.2017 às 12:21

O impossível é impossível. Ponto final.

O Islamismo em geral, e o Jihadismo especificamente, não são miscíveis nem assimiláveis(!) em sociedades ocidentais. Ponto final.
O tipo de cultura dos diferentes ramos do Islamismo -como se viu no Iraque, na Síria, por exemplo- nem sequer é, entre si mesmos, inter-assimiláveis. O assasínio grassou, e grassa, entre as diferentes correntes Islamitas.
...
Quantos banhos de sangue -de realidade- serão necessários para que se perceba, no Ocidente, que as jangadas verbais dos muito politicamente correctos, mas débeis, políticos ocidentais, é prosápia que já não serve para nada e até é contra-producente ?.
Imagem de perfil

De umacartaforadobaralho a 18.08.2017 às 12:42

É tão triste... :(
Sem imagem de perfil

De s o s a 19.08.2017 às 10:06

bom dia

Sao 10h de sabado 19, e o post continua em cartaz.

Assim sendo, digo que o post nao é polemico, nao motiva odios.

E por aqui, no Delito, nas vezes que surge em cartaz, é frequente a parcialidade flagrante e sem vergonha.

cpt

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D