Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O grande discurso de ontem

por Rui Herbon, em 11.10.17

Autoria e outros dados (tags, etc)


12 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 11.10.2017 às 20:45

Excelente discurso da Inés Arrimadas. Disse tudo quanto há de essencial sobre o caso.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.10.2017 às 22:32

Mas precisamos de mais discursos destes noutros países, como na Hungria. Precisamos de lutar em todas as frentes contra os nacionalistas ferverosos!
Imagem de perfil

De Rui Herbon a 11.10.2017 às 22:48

Há quem tenha esquecido a responsabilidade dos nacionalismos em tudo o que se passou na primeira metade do século XX na Europa.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 12.10.2017 às 07:47

No início do século xx esses mesmos nacionalismos criaram países
Imagem de perfil

De Rui Herbon a 12.10.2017 às 07:50

E os países são uma coisa boa? Para mim são como os animais que mijam nas árvores para marcar território, uma coisa primitiva.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 12.10.2017 às 07:48

E depois da IIGG esses mesmos nacionalismos criaram independências
Imagem de perfil

De Rui Herbon a 12.10.2017 às 07:52

Mais animais a mijar nas árvores.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 12.10.2017 às 10:47

Os pretos e os argelinos e os indianos que o digam
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 12.10.2017 às 15:05

Rui, não querendo ser chato, lembrei-me desta. Antes mijarmos que sermos mijados. Contudo percebo o que quer dizer quanto ao perigo dos nacionalistas. O problema é que a globalização da família humana tratou uns como legítimos e outros como bastardos
Imagem de perfil

De Rui Herbon a 12.10.2017 às 16:14

De acordo.
Sem imagem de perfil

De Alain Bick a 11.10.2017 às 22:44

arrimou forte e feio
Sem imagem de perfil

De JS a 11.10.2017 às 23:00

Sim, a lider e porta voz da oposição "parlamentar" na "Generalidade da Catalunha" apresentou os seus argumentos, como lhe compete, logo de seguida ao discurso do "criminoso" (como afirmou), do Presidente da Generalita, Puigdemont.

Ines Arrimada Garcia é natural de Jerez de la Frontera, Andaluzia.
O pais de Ines são do Norte de Espanha.
As deslocações de população, para a Catalunha, implementadas pelo franquismo, resultam assim em complexas identidades pessoais e "nacionais"....

Quanto ao "discurso" de Ines Arrimada G.:

Como era de prever, além do usual uso, e sobretudo abuso, do "legalês" e do "Constitucionalês" baseou a sua argumentação em duas grandes defesas da "sua" Nação, a que representa ao mais alto nível.

1º) - Na directiva de um funcionário porta voz da União Europeia que admoesta (em desacordo com o eleito PR Macron) o PR da Generalidade sobre o "erro" que este quer cometer.
Espera-se que Macron admoeste este seu funcionário, em roda livre.

2º) - Na movimentação, para fora da Catalunha, de empresas e representantes do poder financeiro e económico.

Convenhamos. Se uma eleita representante do poder politico de uma Nação, não se acha com poder político para senhorear externos poderes politicos, financeiros e económicos ... o que é que realmente vale como política?.
Quem e o quê representa ?.
...
Sim, sim, já sei. A geração "erasmo" e companhia só vai perceber "o que se passou".

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D