Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O comentário da semana

por Pedro Correia, em 28.01.17

20202473_0gYzF[1].png

 

«A única Odisseia que tinha era a da Europa-América, que pecava, tal como a Ilíada, pela fraca qualidade da tradução (na minha humilde opinião). Folhei a Odisseia de Frederico Lourenço há dias numa livraria e fiquei encantado, assim como o Livro Aberto e o livro Lugar Supraceleste, do mesmo autor.
Fiquei com vontade de levar tudo. A minha carteira é que não se convenceu. Vou seguir o conselho do ex-Presidente do Supremo Tribunal, "qualquer coisa" Noronha. Comprá-la-ei aos bochechos.

Há dias numa jantarada entre vários camaradas não consegui defender, eficazmente, a pertinência da utilidade da filosofia e da cultura, em geral. Eles, os meus confrades todos das ciências ditas exactas. Ocorreu-me dizer apenas que a filosofia ensina-nos o caminho da sabedoria, sendo esta o bom modo de dar uso à inteligência. De formular a pergunta acertada, onde reside, afinal, toda a Ciência (a resposta-verdade é passageira, a pergunta fica sempre).
Contudo apontaram-me para a televisão e o ar condicionado, e perguntaram-me: diga-me que obras filosóficas dão tanto consolo ao corpo como aquelas? Apeteceu-me partir os ditos aparelhos, mas preferi pegar no vinho que tinha à minha beira.

Afinal que utilidade têm as ciências ditas humanísticas no tempo de alta-tecnologia, em que o que conta é tudo o que se vê e palpa? Não teremos morto também o Espirito, quando decidimos matar Deus?
Como conseguimos convencer da maior utilidade, para a Humanidade, de uma Odisseia, uma Ilíada, um Corão, uma Bíblia, umas Cartas a Lucílio, quando comparadas com um Iphone, ou uma PS4?»

 

Do nosso leitor Borda d'Água. A propósito deste meu postal.

Autoria e outros dados (tags, etc)


17 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.01.2017 às 16:48

Um corão é útil para a humanidade, ah,ah,ah,ah,ah,ah. Não vás ao médico não....
Sem imagem de perfil

De Pedro a 28.01.2017 às 19:41

Leia-o. Assim como o Antigo Testamento
Sem imagem de perfil

De V. a 28.01.2017 às 20:29

Deus me livre.
Sem imagem de perfil

De Manuel Silva a 28.01.2017 às 16:49

Caro Pedro:
Porque não lhe perguntou porque razão (pelo menos desde a Grécia Antiga) o Homem reflectiu e produziu Filosofia.
Terá sido apenas por não ter mais nada que fazer?
E mais estas:
A tecnologia serve para gerar progresso? O progresso serve para o Homem viver melhor e mais feliz?
O novo modo de vida gerado pelo progresso, fruto da tecnologia, não está a destruir o meio ambiente em que o Homem vive?
Afinal, para que servem a tecnologia e o progresso?
Para destruir o Homem?
Como vê, tudo perguntinhas filosóficas de algibeira, em que, normalmente, os engenheiros e os cientistas das ciências duras não pensam.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 28.01.2017 às 19:34

Manuel, exalto-me com facilidade e estava lá o meu sogro. Saber guardar silêncio também é uma arte. E das difíceis. Abraço
Sem imagem de perfil

De V. a 28.01.2017 às 17:05

A utilidade da Odisseia ou da Ilíada, na minha perspectiva, é a da construção de uma ética pessoal que faz parte de um conjunto maior (da cultura europeia). Mas não dá emprego a ninguém, de facto. E muito menos se (já) não se gosta de ensinar por motivos vários.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 28.01.2017 às 19:38

É isso, V. A construção de uma ética pessoal. E a arte de dar sempre um sorriso.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 28.01.2017 às 19:50

V, a ética, presentemente, não é mais que um empecilho para o sucesso.
Sem imagem de perfil

De V. a 28.01.2017 às 20:34

Veja por exemplo o kickstarter (espero que nunca venha para Portugal para o PS e as "câmaras" lhe meterem as mãos em cima): está cheio de projecto honestos e bem sucedidos.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 28.01.2017 às 17:44

o tempo de alta-tecnologia, em que o que conta é tudo o que se vê e palpa

Uma mulher é algo que também se vê e palpa, e que dá mais consolo ao corpo do que um ar condicionado, porém não é um produto da alta tecnologia.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 28.01.2017 às 19:41

"Uma mulher é algo que também se vê e palpa, e que dá mais consolo ao corpo"

Dois erros:
Uma mulher é alguém e não algo.

Uma mulher dá sobretudo consolo à mente. O corpo esquece-se, mas a felicidade, essa, partilha-se diariamente.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 28.01.2017 às 17:51

pecava pela fraca qualidade da tradução (na minha humilde opinião)

Em que se fundamenta essa opinião? Se a pessoa não sabe o grego clássico nem tem ao seu dispôr o texto nessa língua, como pode dizer que a tradução é má?

Só se pode dizer que a tradução é má se o texto traduzido tiver má gramática e/ou não fizer sentido coerente.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 28.01.2017 às 19:52

Por todas as razões que apontou
Sem imagem de perfil

De Borda de água a 28.01.2017 às 18:34

Obrigado e um abraço
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 28.01.2017 às 20:32

Atente-se na "filosofia" do Lavoura: chatear, chatear sempre.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.01.2017 às 22:01

O que não é pouco. Há quem não chateie nem questione.
Sem imagem de perfil

De João Maia a 29.01.2017 às 09:37

Pois, são os inúteis que dão tiros mas nunca acertam no alvo.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D