Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Maddie

por Helena Sacadura Cabral, em 24.05.14

Ao contrário de Manuel Palito, Maddie não foi encontrada. Desaparecida há sete anos, a história desta menina inglesa trouxe à baila outros desaparecimentos que não foram resolvidos e de que o exemplo mais conhecido é o de João Pedro.
O que me surpreende nesta história não é, claro, a imensa persistência dos pais que não desistiram de a encontrar. O que me surpreende é a sua capacidade de mobilizar as forças policiais do seu país que, ao fim destes anos todos, estão em Portugal para, a expensas britânicas e sob o olhar da polícia nacional, fazerem todas as diligências que forem necessárias para interrogar pessoas e prospectar terrenos no Algarve em busca do corpo.
O caso havia sido, entre nós, encerrado por falta de provas credíveis. Que enorme poder político não têm os McCann para não só conseguirem reabrir o processo, como conseguirem que as autoridades do seu país possam investigar em Portugal?!

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 24.05.2014 às 12:19

Não dá para imaginar o dilacerante sentimento de culpa deste casal. Imagino que só isso justifica boa parte da sua notável obstinação, que os tem levado a remover céus e Terra. E pensar que tanta gente aqui em Portugal não hesitou em condená-los, secundando as teorias daquele polícia que à falta de resultados resolveu despachar o assunto acusando os "suspeitos do costume". Se fossem culpados alguma vez teriam lutado pela reabertura do processo?
Quanto à sua influência, pois, não há dúvida que a têm e sabem usá-la. Quem os pode censurar por isso?
Imagem de perfil

De mariadesempregada a 24.05.2014 às 15:47

Snr.a D. Helena Sacadura Cabral:
será Rui Pedro e não João.

E discordo em absoluto da opinião aqui expressa pela Snr.a D. Teresa Ribeiro. A minha é oposta na totalidade.
Sem imagem de perfil

De xico a 24.05.2014 às 13:58

Helena,
Parece que agora trazem cães pisteiros. Uns outros cães que cá andaram eram fanhosos, coitados. Também eram ingleses mas sem pedigree. Agora é que vai ser.
Lembram-se dos enormes meios que se usaram para encontrar o avião desaparecido, quando tudo indicava que tinha sido abatido? Não há nada melhor para desviar as atenções do que fazer muito barulho.
Much Ado About Nothing, lá dizia o Shakespeare.
Sem imagem de perfil

De da Maia a 24.05.2014 às 14:20

Temos das melhores PJ e MP do mundo.
De tal forma que conseguem que os culpados chorem de arrependimento até que os olhos fiquem negros, como se tivessem sido espancados.
Veja-se o caso da mãe de Joana:

http://www.dn.pt/especiais/interior.aspx?content_id=1241599&especial=Caso%20Joana&seccao=SOCIEDADE

Agora, se a insensível mãe de Maddie não chorou daquela forma, foi porque não deram oportunidade de acção à PJ algarvia.
Gente muito poderosa, foi o que impediu.

O pessoal da PJ não se conforma com a incompreensão.
São métodos de grande eficácia, onde se descobrem culpados não só do crime sob investigação, mas até de outros, inclusive podem-se descobrir os muitos assassinos de Kennedy.

Não haja confusões, em Portugal todos compreendem estes métodos. Manifestações e indignações com barbaridades e tortura são sempre colocadas em países não civilizados.
Portugal é muito civilizado, e não esqueçamos, a bem das nossas vistas, tem a melhor polícia e ministério público do mundo e arredores.

Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 24.05.2014 às 15:22

Que enorme poder político não têm os McCann?

Exatamente, é essa a questão que eu sempre me coloco.

E bem gostaria eu de saber de onde advem tal poder, que parece ser verdadeiramente gigantesco.
Sem imagem de perfil

De Hyt a 24.05.2014 às 22:52

Enorme poder político? Pois têm! Eles e todos os súbditos da Grã-Bretanha. Os britânicos sabem quem é o seu deputado, que eles mesmo escolhem e lhes presta contas. O imenso poder começa logo aí. E os crimes não prescrevem.
Sem imagem de perfil

De Roseanne a 25.05.2014 às 20:29

"remover c'eus e terra"...?!
Bom, deixo aqui só estas achegas:

Do tal "fundo" para encontrar Maddie, só 13% haviam sido gastos EFECTIVAMENTE em acções de busca pela menina, o resto foi-se em sabe lá Deus o quê...mas há uma cláusula no "fundo" que permite o uso do dinheiro para assistência financeira aos McCann (já usado na hipoteca da casa) e FAMÍLIA ALARGADA!!!

Quando questionados poe um repórter numa entrevista televisiva sobre qual dos (muitos) avistamentos lhes pareceu mais promissor e importante, fável, os McCann olharam um para o outro, fizeram uma expressão embaraçada e riram-se, "ai, deixa lá ver...qual foi? Aquela do...ou aquela em...?" E não conseguiram dar uma resposta de jeito!

Quando, logo no inicio da investigação, Gerry Mccann é levado às pressas para a Judiciária de Portimão, porque havia alguém que dizia ter provas que levariam à criança, e a policia reuniu os investigadores e o pai à espera de nova comunicação dessa tal pessoa, um momento potencialmente crucial e que poderia levar ao achamento da menina, que fazia Gerry...? Enquanto os PJs estavam em polvorosa, numa espera ansiosa por potenciais provas, o Mr. Gerry lambia um chupa-chupa(!!!) e discutia futebol com os policias britânicos que estavam em Portugal para "ajudar"...
Sem imagem de perfil

De BlackCat a 25.05.2014 às 20:35

Não...os McCann não têm poder nenhum..."outros" ligados a eles (e que agora bem devem arrepelar os cabelos por se terem ligado a gentinha desta...) é que têm poder, e não podem, custe o que custar, ver-se descobertos e envolvidos neste caso. Têm em comum uma ligação...umas certas prácticas, um estilo de vida, que não é de todo ilegal, mas muito pouco aceite pela sociedade, ainda sujeito ao preconceito e a juízos de valor. Gente importante, com uma imagem e reputação a manter, "pilares da sociedade", com muito a perder se tudo vier a público!

Leiam um excelente blog sobre o caso McCann:

textusa.blogspot.pt

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D