Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Grécia antiga (24)

por Pedro Correia, em 15.06.15

«A votação [na Grécia] foi tão clara que é um elemento de esperança e estímulo. (...) A Grécia teve a coragem de resistir às pressões das potências europeias e isso é positivo para a democracia.»

André Freire, na Visão (29 de Janeiro de 2015)

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Aguenta! a 15.06.2015 às 20:01

O Vice-Chanceler de Merkel, Sigmar Gabriel, um do SPD, amigo do peito do Marocas e que ia fazer mudar a política dela de uns 180º, saíu-se hoje com esta:

“Não vamos permitir que sejam os trabalhadores alemães e as suas famílias a pagarem pelo exagero das promessas eleitorais de um governo parcialmente comunista”, atirou Sigmar Gabriel, numa coluna de opinião que será publicada esta segunda-feira no jornal alemão Bild.

Mas os avisos não se ficaram por aqui. O ministro da Economia diz que o fantasma de uma saída da Grécia do euro começa-se a tornar cada vez mais real, que as pessoas sentem cada vez mais que o Governo grego lhes está a passar a perna e ataca os especialistas em teoria dos jogos (numa alusão ao ministro das Finanças da Grécia) dizendo que estes estão “a jogar com o futuro do seu país. E da Europa também”.

Aguenta!


Sem imagem de perfil

De Foi claríssima a 15.06.2015 às 20:16

O Syriza teve um bónus de 50 deputados e ainda por cima teve de aliar-se à extrema-direita. Mais clara é impossível.
Sem imagem de perfil

De Vento a 15.06.2015 às 21:08

Sem dúvida nenhuma que foi e é um elemento de esperança e estímulo. Digam os milhões de pessoas por esta Europa.

Mas a última ronda de negociações na Grécia deixou bem claras as intenções dos credores. E isto veio com tal clareza que hoje sabemos que os credores, e os governos e Presidentes da República que os apoiam, preferem retirar o pão da boca aos pensionistas a reduzir a despesa de guerra e defesa na Grécia. Foi isto que o FMI rejeitou à mesa das negociações.

Portanto, ficamos hoje a saber que é mais importante a compra de uma arma que o bem-estar de uma parte da população Grega.
Que se registe para memória futura tal acontecimento, porque os Gregos, e bem, não recuarão.
Sem imagem de perfil

De Vento a 15.06.2015 às 23:43

Por último, a Grécia, pela boca de Varoufakis, afirmou:

"Não queremos que os contribuintes alemães paguem a factura. É melhor adiar os pagamentos".

Finalmente à carácter. E este vem daqueles que estão em dificuldade.

O nosso PR e este desgoverno deixam-me envergonhado em ser português. Algo que sempre tive muito orgulho em propagar por todos os cantos do mundo onde estive.
Sem imagem de perfil

De Vento a 16.06.2015 às 12:24

http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=1&did=190631

http://sicnoticias.sapo.pt/especiais/grecia2015/2015-06-16-Varoufakis-recusa-apresentar-nova-lista-de-reformas-ao-Eurogrupo-

Já vi que fez bem que tivessem tirado o freio e os arreios do que se cola a mim. Parece que vai votar no Costa. Será que votar não é para pessoas? Já mudou a lei?
Sem imagem de perfil

De Aprende, flatulento a 15.06.2015 às 23:52

António Costa: Syriza tem combatido a Europa “de forma tonta”.

Não andas a prestar a devida atenção ao teu Messias.
Imagem de perfil

De Mário Pereira a 15.06.2015 às 22:30

Cinco meses depois - e apesar de ser completamente contra a corrente/rebanho - ainda subscrevo.
Contra o pensamento único e contra o domínio das grandes potências.
Ao contrário desta "apagada e vil tristeza" em que vivemos, ainda há na Europa pequenos países com "eles" no sítio.
Sem imagem de perfil

De Grécia Moderna a 16.06.2015 às 08:53

No rescaldo de mais um chumbo redondo ao plano que o primeiro-ministro grego Alexis Tsipras levou domingo aos credores em Bruxelas, uma sondagem realizada pela GPO (Greek Public Opinion) para a estação televisiva grega privada MegaTV mostra que mais de metade (56,2%) dos inquiridos prefere um “mau acordo” entre a Grécia e os credores internacionais, que implicasse a permanência no euro mas com medidas de austeridade, do que o incumprimento e a saída do euro (35,4%).

(notícia de hoje, 16/Junho)

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D