Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Fuga em massa

por Pedro Correia, em 12.10.17

 

Bimbo transfere sede espanhola de Barcelona para Madrid.

 

Freixenet prepara saída da Catalunha ainda este mês.

 

Cervejeira San Miguel ruma de Barcelona a Málaga.

 

Catala Occidente confirma transferência para Madrid.

 

Empresa proprietária da Cola Cao muda-se para Valência.

 

Grupo editorial Planeta instala-se em Madrid se houver independência.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


64 comentários

Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 12.10.2017 às 12:34

A/C João

Umas das curiosidades da democracia é que são economicamente menos eficientes do que as ditaduras. Há sindicatos, leis de proteção no trabalho, segurança social, leis de proteção do ambiente, acordos de concertação social. ...Ou seja os conflitos são permitidos .
É por isso que em nome da economia se assiste a uma "chinesização " do mundo. A explicação é sempre a mesma. "Ou mudam, ou nós mudamos. Vejam a Índia e a China "

E para a autodeterminação de um povo a independência económica não é critério, segundo a carta de Direitos Humanos das NU.

"Em todo o caso, é óbvio que nunca poderá ser uma qualquer ideia de auto-suficiência económica a determinar um qualquer “direito à independência” - o que seria de grande parte dos estados no Mundo se assim fosse, num contexto de quase absoluta interdependência? Ainda não chegámos ao ponto de fazer depender a independência de um sólido estatuto de credor avalizado pelas agências de rating..."
Imagem de perfil

De João André a 13.10.2017 às 09:04

Não vejo como retira essa opinião. O crescimento da China pode dar essa impressão, mas estavam numa base tão baixa quando decidiram aceitar o "um país dois sistemas" de Xiaoping que ainda estão longe de grandes eficiências. Tanto quanto vejo, as democracias continuam a ser mais eficientes que qualquer ditadura. Basta olhar para EUA, Alemanha, Reino Unido, etc. Não são perfeitas, claro, mas nem me vou dar ao trabalho de citar Churchill. Tenho a certeza que me compreende.

Nunca advoguei que a independência económica seja necessária para decidir a independência real. Apenas advogo que convém olhar para as consequências da independência. Se as pessoas não estão informadas nem compreendem as consequências reais da independência como é possível que decidam em verdadeira liberdade?
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 13.10.2017 às 14:10

"nem me vou dar ao trabalho de citar Churchill. Tenho a certeza que me compreende."

Refere-se a esta citação :
The best argument against democracy is a five-minute conversation with the average voter.

Ou a esta:

Churchill has been criticised for advocating the use of chemical weapons - primarily against Kurds and Afghans.
"I cannot understand this squeamishness about the use of gas," he wrote in a memo during his role as minister for war and air in 1919.
"I am strongly in favour of using poisoned gas against uncivilised tribes," he continued.


Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D