Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Frases de 2017 (47)

por Pedro Correia, em 21.11.17

 

«Independentemente do resultado, Portugal e o Porto ganharam com uma candidatura que prestigiou País. O Porto está claramente no conjunto das candidaturas mais fortes.»

 

Ministro da Saúde, aludindo à fracassada candidatura do Porto três dias antes de Amesterdão ter sido escolhida para nova sede da Agência Europeia do Medicamento

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 21.11.2017 às 11:17

Concordo com Adalberto. Portugal e o Porto ganharam, porque o Porto se tornou mais conhecido e prestigiado, o que terá reflexos noutras áreas, nomeadamente no turismo.
Perfil Facebook

De Rão Arques a 21.11.2017 às 12:05

O Porto já era mais que conhecido e prestigiado
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 21.11.2017 às 14:00

O Porto tornou-se mais conhecido internacionalmente do que já era e saiu altamente prestigiado por perder um concurso - PCP Dixit ou está a aplicar psicoligia inversa ?
Sem imagem de perfil

De Plinio a 21.11.2017 às 11:34

Pensei que apenas no futebol e desporto em geral fossemos adeptos das vitórias morais. Vejo que não, afinal é uma característica bem portuguesa.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.11.2017 às 11:55

Da Imbecilidade como uma das Belas-Artes...
E com aplausos...
Perfil Facebook

De Rão Arques a 21.11.2017 às 12:03

Mais uma pacóvia pincelada na já amarrotada imagem de capa.
Bem bom. A exemplo do Dr. Costa que tendo um resultado nada honroso, lá foi gatinhando até se pendurar no lugar de 1º ministro.
Sem imagem de perfil

De João Marques a 21.11.2017 às 12:04

As atitudes deste governo são sistematicamente tuteladas pela reacção das ruidosas minorias às suas decisões. Terá sempre mais sucesso quem na rua gritar mais alto.

Espero sinceramente que os pobres trabalhadores da construção civil, o estrato mais mal tratado da ecologia empresarial portuguesa, um dia ganhe ímpeto e marche sobre a assembleia da república, cada um com um megafone na mão e vontade de gritar na boca, clamando com estrépito "só queremos benefícios iguais aos da função pública!".

É aproveitar enquanto este governo está, aparentemente, em funções.

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D