Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Frases de 2017 (27)

por Pedro Correia, em 17.07.17

«Os ciganos vivem quase exclusivamente de subsídios do Estado.»

André Ventura, candidato do PSD à Câmara de Loures, em entrevista à edição de hoje do i

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


13 comentários

Sem imagem de perfil

De V. a 17.07.2017 às 19:24

É mentira? Foi por causa de se terem detectado centenas de casos de fraude que inventaram as apresentações quinzenais e os famosos "carimbos" — esses "instrumentos de humilhação das pessoas" (como muito bem disse alguém do BE uma vez)
Sem imagem de perfil

De Alain Bick a 17.07.2017 às 22:02

nos anos 50 o meu 'cumpadre' José, de etnia Rom,
era pacifico troca-burris nas feiras do Alentejo

quando entrava a GNR
dizia em surdina
'hay mierda'
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 17.07.2017 às 22:24

É verdade. Uma das maiores injustiças sociais do nosso país disfarçada de solidariedade para com as minorias desfavorecidas , que só trabalham quando querem e sãk is srus próprios oatrões e não fazem quaiquer descontos.
É uma ideia a adoptar que a classe governante já abraçou ( com o meu devido pedido de desculpas à etnia em geral pela comparação)
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 17.07.2017 às 23:50

Aí o tabletês! Mil perdões...
Sem imagem de perfil

De singularis alentejanus a 17.07.2017 às 23:20

O problema está em que não produziram o que quer que seja, para terem o legítimo direito a esses subsídios.
Sem imagem de perfil

De JSP a 18.07.2017 às 02:03

Já alguém viu um cigano num andaime?...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.07.2017 às 09:53

Não. Eles preferem imitar (pelo menos tentar) o estilo de vida de Belmiro de Azevedo, Ricardo Salgado e outros.
Sem imagem de perfil

De amendes a 18.07.2017 às 11:42

Caro JPS

" Já alguém viu um cigano num andaime"? Talvez não!

Mas garanto-lhe sem a mínima dúvida, que muitos deputados nunca abriram a boca no plenário , quanto mais subirem à tribuna.

(Oito mil e tal euros por mês e reforma antecipadíssima!

Boas férias.
Sem imagem de perfil

De rão arques a 18.07.2017 às 08:56

«Os ciganos vivem quase exclusivamente de subsídios do Estado.»
O que não podem fazer é pôr a raça cigana a pagar grande fatia de faturação que não lhes pertence. Da boyada pendurada na partidocracia e seus anexos sai pesada conta, sem contar com os extras.
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 18.07.2017 às 09:04

A esquerda está a agarrar-se a este caso com unhas e dentes, pois o que não quer é que se discutam outros assuntos bem mais importantes. E a comunicação social, como é costume, vai na conversa...
Sem imagem de perfil

De Zé a 18.07.2017 às 11:04

Concordo.
Não surpreende que uma boa fatia da Comunicação Social definhe. Poucos são os que corajosamente enfrentam essa esquerda velada e inconsequente. Temas delicados ou são ignorados ou tratados com pinças.
Sem imagem de perfil

De sampy a 18.07.2017 às 11:55

Uma coisa é certa: o Siresp nas mãos dos ciganos funcionaria de forma impecável.
Sem imagem de perfil

De kika a 18.07.2017 às 13:23

Ninguém os quer ter nos seus bairros...
da mesma forma que ninguém os quer ter nas suas empresas...
Que outra solução têm essas pessoas ?
As câmaras por exemplo deveriam " oferecer " um posto de trabalho
aos chefes de família... se for recusado é suspender os subsídios.
Tão simples quanto isso.
Sem dúvida que existe um terrível sentimento de injustiça dos que
contribuem para sustentar essas famílias.
Da injustiça ao racismo é um passo. ( a evitar absolutamente mesmo sabendo
que já está profundamente enraizado).
Retirar o subsídio a todos aqueles que recusarem um emprego decente tendo
em conta a pouca formação... tal como eu que nunca aspirei a ser escritora
simplesmente porque não sei escrever.



Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D