Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Frases de 2017 (14)

por Pedro Correia, em 13.04.17

«A electricidade não é cara, as casas é que estão mal construídas.»

António Mexia, presidente da EDP

Autoria e outros dados (tags, etc)


7 comentários

Sem imagem de perfil

De V. a 13.04.2017 às 10:49

Só à chapada.
Sem imagem de perfil

De Einstürzende Neubauten a 13.04.2017 às 10:50

Esse tipo tem cá uma lata!

Na Revolução francesa, para apanharem os traidores faziam estas 3 perguntas:

- O que fazias antes de 1789?
- O que tens agora em 1795?
- Como explicas a diferença?

E conforma a resposta assim iam ou não para a lâmina nacional

Porque foi a EDP privatizada?
Sem imagem de perfil

De Costa a 13.04.2017 às 18:47

Ele dirá e fará o necessário para agradar ao accionista. Accionista que, não será exagero acreditar, tem o estado português (tem-nos a nós) tranquilamente nas mãos. De modo que é decerto muito natural que o despudor e a arrogância imperem paulatinamente. Desde os crimes ecológicos e paisagísticos que se conhecem, perpetrados em nome dessa diabólica divindade chamada construção civil e obras públicas, e demonstradamente sem outra utilidade efectiva que não a de servi-la, até à extraordinária desfaçatez revelada nessa frase.

Uma coisa, todavia, parece ser verdade: a habitação por cá tende a ser gelada de Inverno e um forno no Verão. Num país com um clima tão repetidamente gabado pela sua geral doçura (resta saber se merecidamente), cabe perguntar se as técnicas e materiais de construção não têm peso nisso.

Depois vem a carga fiscal e para-fiscal. Impostos, taxas e taxinhas (e a tal "promiscuidade", claro). Que não dará grande autoridade ao estado português (o poder de turno, entenda-se, seja ele qual for sempre insaciável) para, perante esta declaração, apontar com um mínimo de firmeza o dedo ao sr. Mexia. Admitindo - pensamento extravagante, evidentemente - que tal lhe passasse, ao estado português, pela cabeça.

o sr. Mexia diz e dirá, impante e triunfador, achando-se detentor da Verdade, o que lhe der na real gana. Porque pode fazê-lo.

A tempestade perfeita (e perene), portanto, para quem paga muito para passar frio.

Costa
Imagem de perfil

De João Campos a 14.04.2017 às 01:57

"Uma coisa, todavia, parece ser verdade: a habitação por cá tende a ser gelada de Inverno e um forno no Verão. Num país com um clima tão repetidamente gabado pela sua geral doçura (resta saber se merecidamente), cabe perguntar se as técnicas e materiais de construção não têm peso nisso."

Esta sua afirmação é tão verdadeira. E a pergunta pertinente. Lembro-me de há perto de uma década ter ficado semana e meia em casa de amigos na Dinamarca por altura da passagem de ano - um frio de rachar na rua, mas em casa andávamos de t-shirt (bom aquecimento e, acima de tudo, uma construção com bom isolamento). Se no Inverno passado tivesse andado de t-shirt aqui na casa de Lisboa, estes calores recentes de Abril ainda não teriam sido suficientes para que descongelasse.

Enfim, o clima até pode ser temperado e ameno, mas o interior da maioria das casas só conhece duas temperaturas: Antárctida no Inverno ou Amareleja no Verão.
Sem imagem de perfil

De isa a 13.04.2017 às 22:26

Diz-se que existe uma sobrecarga num circuito elétrico quando a intensidade de corrente ultrapassa o valor da intensidade nominal do disjuntor desse circuito. Quando isso acontece, o "disjuntor" dispara... e saem frases dessas... visto que a sua função é a de proteger a "instalação elétrica"
Sem imagem de perfil

De V. a 14.04.2017 às 19:11

Uma casa mal desenhada e mal construída (o que implica uma rede eléctrica mal desenhada e desperdícios de energia) não justifica o preço actual da electricidade, pelo que apesar de ter alguma razão não tem razão nenhuma sendo ele o chefe daquele bando de extorsionários só comparável à Galp — essa coisa imunda.
Sem imagem de perfil

De jj.amarante a 15.04.2017 às 22:18

Existem muitas casas mal construídas, ou não protegidas suficientemente do sol ou mal isoladas. E existem por exemplo muitas marquises não licenciadas que transformam as casas num forno de verão. Onde depois colocam aparelhos de ar condicionado que consomem muita electricidade para arrefecer a casa. Neste jardim as pessoas não se perdem em detalhes e concluem rapidamente que a culpa é do outro que os anda a enganar.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D