Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Fora de série (3)

por Marta Spínola, em 17.05.16

Lembro-me de quando à terça ao serão havia sempre uma série policial. O "Polvo" dava às terças, "Modelo e Detective",  "Dempsey and Makepeace", "Crónica do Crime". Todas deram à terça.

Havia um padrão no serão da TV: concursos às segundas, filmes à quarta, debates à quinta, filmes à sexta. A terça era o dia das séries policiais e foi assim que conheci a minha favorita: "A Balada de Hill Street". Ou "Hill Street Blues", se preferirem.

Na esquadra de Hill Street acompanhávamos os agentes, individualmente ou em duplas no seu dia a dia, desde o carismático roll call ("let's be careful out there", mais tarde "let's do it to them before they do it to us") à cerveja ao fim do dia no bar onde todos se encontravam.

Eu era criança quando dava à noite, mas revi mais tarde numa reposição, e voltei a adorar, agora com mais atenção e noção. Fui apaixonada pelo officer Renko e o seu companheiro Bobby Hill, adorei cada rosnar de Belker, respeitei e chorei o sargento Esterhaus.

Gosto muito de séries e filmes do final dos anos 70, início dos 80. É série que se vir à venda não hesito em comprar.

Deixo o genérico, um hino.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


9 comentários

Sem imagem de perfil

De Fernando Antolin a 17.05.2016 às 17:29

Belíssimas séries. As "minhas" eram mais antigas, Hong-Kong,Bonanza,Caravana (Wagon Train), High Chaparral, o Homem da U.N.C.L.E, o Santo, Danger Man, sei lá quantas mais...

um dia bom

Imagem de perfil

De Ana Vidal a 17.05.2016 às 20:47

Acho que não perdi um único episódio. :-)
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 17.05.2016 às 21:22

Uma excelente série que serviu de molde a muitas outras, desde logo pelas inúmeras acções paralelas que iam decorrendo em cada episódio.
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 17.05.2016 às 21:50

Foi uma das primeiras séries que nos fizeram confundir a ficção com a realidade. A acção, os personagens, os enredos, tudo parecia tão real.
Muitos dos actores eram tão bons na pele do seu personagem, que não conseguiram despi-lo completamente, não tendo por isso singrado em spin offs, ou mesmo outras séries.
Esterhaus foi o sargento insubstituível.
Via tudo e ainda vejo, só que agora posso escolher e antigamente via o que havia para ver.
Constato frequentemente que no século passado o que havia podia ser pouco, mas era bom, ou muito melhor do que as séries a metro que pululam por aí.




Sem imagem de perfil

De D.O. a 17.05.2016 às 22:24

Que saudades de A Balada de Hill Street, além das belissimas personagens, encantava-me o amor do chefe e da namorada que acabavam quase sempre o episódio num banho relaxante a tomar uma bebida.
Sem imagem de perfil

De T a 18.05.2016 às 00:43

Sempre me irritou a tradução de blues por balada...
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 18.05.2016 às 21:32

Muito boa. Ainda se pode apanhar o Lt.Goldblume - Joe Spano - no NCIS
Sem imagem de perfil

De Pedro Rebelo a 19.05.2016 às 14:05

Hill Street Blues veio trazer às séries de televisão norte americanas a ideia de multiple story arcs (Dr Who no Reino Unido já contava com isso mas nas décadas de 70 e 80 era desconhecida por cá) e com isso dar-lhes uma complexidade mais próxima da vida real.

Também tenho A Balada de Hill Street como uma referência no que a séries televisivas se refere. Obrigado pela lembrança Marta.
Imagem de perfil

De Diogo Noivo a 21.05.2016 às 12:03

Adorei a série que, como tu, vi em miúdo, às terças-feiras. Era (e sou) um fã incondicional do Sargento Michael "Mick" Belker.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D