Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Exemplo prático de mais-valia

por Pedro Correia, em 14.07.17

 

Carlos Humberto Carvalho, comunista, presidente da Câmara do Barreiro: «Fico com um terço do ordenado. O resto entrego ao PCP.»

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


41 comentários

Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 14.07.2017 às 22:52

Isto é uma espécie de IURD, Igreja Mormon, Igreja Maná, etc. etc.... por lá é o dízimo.
Mas têm todos filosofias comumente parecidas: Pregam as doutrinas até à exaustão, uns protegem com preces outros com manifs, mas é sempre venha a nós a vossa renda...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 14.07.2017 às 23:38

Lemos revelações como esta e levamos instintivamente a mão à carteira, num impulso defensivo. Se a moda pega, estamos todos tramados.
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 15.07.2017 às 08:23

Está a querer dizer-nos que as manifes correspondem às procissões e que as palavras d'ordem são como as ladainhas?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.07.2017 às 09:03

Seja como for, estamos perante inadmissíveis situações de exploração do homem pelo homem. No caso, de exploração do militante pelo partido.
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 15.07.2017 às 10:33

Nada disso. As manifs são os "encontros" em que impera a histeria colectiva e onde se curam as disfunções psicossomáticas com a lavagem dos pecados, que quando não há piscina , Rio ou mar, pode muito bem ser lavagem a seco, que funciona igualmente bem, deixando a cabeça fresca, o espírito leve e o olhar num futuro avante . Aqui não há Santos para venerar, há o manifesto da verdade "a palavra" escrita nas bíblias ( que são todas diferentes) que interpretam nas leituras à luz dos conhecimentos que lhes fornecem.
Têm muito pouco a ver com tradições seculares.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.07.2017 às 10:51

O partido-patrão explora impiedosamente os filiados-trabalhadores. Estes não têm mais nada a perder senão as grilhetas, como rezava São Marx.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.07.2017 às 14:08

"As manifs são os "encontros" em que impera a histeria colectiva". Muito bem, tenho idade suficiente para me lembrar dos tempos em que manifs e histeria colectiva não era permitida. Tudo ordem, não havia bandalheiras. Eu também acho: todas essas anarqueiradas deviam ser proibidas e a rua ser só para gente civilizada e bem comportada. Já reparou nos desfiles da Coreia do Norte? Tudo certinho.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.07.2017 às 14:25

Consta que na Coreia do Norte o partido não se limita a apropriar-se de dois terços dos salários dos seus funcionários: abocanha o bolo todo.
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 15.07.2017 às 14:33

Ora aí está : Coreia do Norte, Regime totalitário pró- comunista. Manifs contra quê ?
Estão completamente realizados em liberdade e democracia ! And no religion too. Can you imagine ?
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 15.07.2017 às 10:43

Ah, falta o cestinho das esmolas , obviamente substituido por uma autorização de débito directo num IBAN obrigatoriamente fornecidos quando da inscrição do crente na doutrina da sua devoção.
E se se falha um pagamentos muitos meses seguidos ( é isto eu sei ser certo) aparecem à porta uns quantos fieis do núcleo duro, para uma intervenção, que tem em vista a renovação dos votos e o fortalecimento da fé... algumas vezes com multa e juros de mora
Sem imagem de perfil

De Zeca religioso a 15.07.2017 às 10:15

"!Isto é uma espécie de IURD, Igreja Mormon, Igreja Maná, etc. etc.... " Sim, mais ou menos isso. Consta mesmo que o Marcelo Caetano, Salazar e Cerejeira (que eram muito religiosos) costumavam ir ás casas do PCP rezar e assistir a missas.
Zeca
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 15.07.2017 às 10:48

E também pagavam um terço do ordenado? As cousas que uma pessoa não sabe !!
Sem imagem de perfil

De Ze Religioso a 15.07.2017 às 11:32

"E também pagavam um terço do ordenado? " Tanto quanto sei, qualquer deles contribuía para a religião com muito mais (mas muito mais) que um terço do ordenado.
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 15.07.2017 às 11:58

Habituaram-nos mal, foi o que foi... Agora a "crença" exige não só de quem tem e pode como até de quem provavelmente não tem ou pode pouco, porque afinal a igualdade por lá é um facto . Verdade, amigo Zé ou Zeca Religioso?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.07.2017 às 10:52

O materialismo histórico é uma religião que sacraliza o dinheiro da mesma maneira que um puritano sacraliza o sexo.
Sem imagem de perfil

De Ze Religioso a 15.07.2017 às 14:20

"Isto é uma espécie de IURD, Igreja Mormon, Igreja Maná, etc. etc.... por lá é o dízimo."
Sou o Ze Religioso mas não gosto destas frases que têm ressaibos obviamente depreciativos e xenófobos. A IURD, Mormons, Maná são crenças como outras quaisquer. Não pratico nenhuma religião nem siou crente mas respeito todas. Mais, todos crentes podem pagar o que quiserem e chamar-lhe quota, dízimo etc. Como em qualquer associação.
"Pregam as doutrinas até à exaustão, " claro, se têm uma doutrina é de esperar que a preguem.
"mas é sempre venha a nós a vossa renda..." Francamente...
Todos têm o direito de se manifestarem e associarem, pagarem quotas etc. etc. O limite é a lei. Assim se uma associação (ou religião) pregar sacrifícios humanos, a mutilação genital feminina deve ser punida por tal. Se uma associação (religião) tem pouco adeptos não deve ser desprezada nem classificada como seita.
No plano filosófico, podemos é claro, criticar e discordar. Tal como discordo de si completamente no que diz e pretende insinuar a respeito do PCP (de que, no plano político, não sou adepto).
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 15.07.2017 às 14:48

Ok, Zeca.
Não vale a pena . Não entende a ironia, a sátira ou o sarcasmo por analogia , está no seu direito. Está também no direito de expressar as suas opiniões democrática e livremente.
Eu comento como quiser. Estou no meu direito. O moderador está no direito dele de não publicar se for vulgar ou ofensivo... ou se não gostar.
A liberdade de expressão é um direito que se conquistou em democracia, que felizmente dá abertura a todas as religiões, políticas, cores sexualidades, etc. etc.
Dá-me o direito de pensar como quiser e poder manifestar a minha opinião livremente. Dá-me o direito de dizer " não pagarás!" , a pseudo democratas e pastores de oviários
Dá-lhe o direito de se insurgir, criticar ou ignorar.
Neste momento parti para a ignorância.BFS
Sem imagem de perfil

De Ze Religioso a 15.07.2017 às 19:37

Bom argumento, é que eu também estava a fazer ironia sobre a sua ironia. As ironias de segundo nível são, de facto, mais difíceis de entender. As de terceiro. nem falar ...

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D