Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Exemplo prático de mais-valia

por Pedro Correia, em 14.07.17

 

Carlos Humberto Carvalho, comunista, presidente da Câmara do Barreiro: «Fico com um terço do ordenado. O resto entrego ao PCP.»

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


42 comentários

Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 14.07.2017 às 18:38

O que se designa por: Exploração do Trabalhador
Ainda falam na Jerónimo Martins. O pior patrão têm -no no PCP
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 14.07.2017 às 21:28

Se o patronato se inspira nestes exemplos do partido "defensor dos trabalhadores" a coisa fica preta.
Sem imagem de perfil

De fatima MP a 14.07.2017 às 20:56

Que ternura. É o trísimo??? Não ... dois trísimos! Ao menos repartem pelos fiéis??? É que há tanta gente que precisa...







Imagem de perfil

De Pedro Correia a 14.07.2017 às 21:30

PCP ávido de mais-valias. Percebe-se assim melhor como se tornou no partido com mais património de todo o espectro político português.
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 14.07.2017 às 22:52

Isto é uma espécie de IURD, Igreja Mormon, Igreja Maná, etc. etc.... por lá é o dízimo.
Mas têm todos filosofias comumente parecidas: Pregam as doutrinas até à exaustão, uns protegem com preces outros com manifs, mas é sempre venha a nós a vossa renda...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 14.07.2017 às 23:38

Lemos revelações como esta e levamos instintivamente a mão à carteira, num impulso defensivo. Se a moda pega, estamos todos tramados.
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 15.07.2017 às 08:23

Está a querer dizer-nos que as manifes correspondem às procissões e que as palavras d'ordem são como as ladainhas?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.07.2017 às 09:03

Seja como for, estamos perante inadmissíveis situações de exploração do homem pelo homem. No caso, de exploração do militante pelo partido.
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 15.07.2017 às 10:33

Nada disso. As manifs são os "encontros" em que impera a histeria colectiva e onde se curam as disfunções psicossomáticas com a lavagem dos pecados, que quando não há piscina , Rio ou mar, pode muito bem ser lavagem a seco, que funciona igualmente bem, deixando a cabeça fresca, o espírito leve e o olhar num futuro avante . Aqui não há Santos para venerar, há o manifesto da verdade "a palavra" escrita nas bíblias ( que são todas diferentes) que interpretam nas leituras à luz dos conhecimentos que lhes fornecem.
Têm muito pouco a ver com tradições seculares.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.07.2017 às 10:51

O partido-patrão explora impiedosamente os filiados-trabalhadores. Estes não têm mais nada a perder senão as grilhetas, como rezava São Marx.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.07.2017 às 14:08

"As manifs são os "encontros" em que impera a histeria colectiva". Muito bem, tenho idade suficiente para me lembrar dos tempos em que manifs e histeria colectiva não era permitida. Tudo ordem, não havia bandalheiras. Eu também acho: todas essas anarqueiradas deviam ser proibidas e a rua ser só para gente civilizada e bem comportada. Já reparou nos desfiles da Coreia do Norte? Tudo certinho.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.07.2017 às 14:25

Consta que na Coreia do Norte o partido não se limita a apropriar-se de dois terços dos salários dos seus funcionários: abocanha o bolo todo.
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 15.07.2017 às 14:33

Ora aí está : Coreia do Norte, Regime totalitário pró- comunista. Manifs contra quê ?
Estão completamente realizados em liberdade e democracia ! And no religion too. Can you imagine ?
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 15.07.2017 às 10:43

Ah, falta o cestinho das esmolas , obviamente substituido por uma autorização de débito directo num IBAN obrigatoriamente fornecidos quando da inscrição do crente na doutrina da sua devoção.
E se se falha um pagamentos muitos meses seguidos ( é isto eu sei ser certo) aparecem à porta uns quantos fieis do núcleo duro, para uma intervenção, que tem em vista a renovação dos votos e o fortalecimento da fé... algumas vezes com multa e juros de mora
Sem imagem de perfil

De Zeca religioso a 15.07.2017 às 10:15

"!Isto é uma espécie de IURD, Igreja Mormon, Igreja Maná, etc. etc.... " Sim, mais ou menos isso. Consta mesmo que o Marcelo Caetano, Salazar e Cerejeira (que eram muito religiosos) costumavam ir ás casas do PCP rezar e assistir a missas.
Zeca
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 15.07.2017 às 10:48

E também pagavam um terço do ordenado? As cousas que uma pessoa não sabe !!
Sem imagem de perfil

De Ze Religioso a 15.07.2017 às 11:32

"E também pagavam um terço do ordenado? " Tanto quanto sei, qualquer deles contribuía para a religião com muito mais (mas muito mais) que um terço do ordenado.
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 15.07.2017 às 11:58

Habituaram-nos mal, foi o que foi... Agora a "crença" exige não só de quem tem e pode como até de quem provavelmente não tem ou pode pouco, porque afinal a igualdade por lá é um facto . Verdade, amigo Zé ou Zeca Religioso?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.07.2017 às 10:52

O materialismo histórico é uma religião que sacraliza o dinheiro da mesma maneira que um puritano sacraliza o sexo.
Sem imagem de perfil

De Ze Religioso a 15.07.2017 às 14:20

"Isto é uma espécie de IURD, Igreja Mormon, Igreja Maná, etc. etc.... por lá é o dízimo."
Sou o Ze Religioso mas não gosto destas frases que têm ressaibos obviamente depreciativos e xenófobos. A IURD, Mormons, Maná são crenças como outras quaisquer. Não pratico nenhuma religião nem siou crente mas respeito todas. Mais, todos crentes podem pagar o que quiserem e chamar-lhe quota, dízimo etc. Como em qualquer associação.
"Pregam as doutrinas até à exaustão, " claro, se têm uma doutrina é de esperar que a preguem.
"mas é sempre venha a nós a vossa renda..." Francamente...
Todos têm o direito de se manifestarem e associarem, pagarem quotas etc. etc. O limite é a lei. Assim se uma associação (ou religião) pregar sacrifícios humanos, a mutilação genital feminina deve ser punida por tal. Se uma associação (religião) tem pouco adeptos não deve ser desprezada nem classificada como seita.
No plano filosófico, podemos é claro, criticar e discordar. Tal como discordo de si completamente no que diz e pretende insinuar a respeito do PCP (de que, no plano político, não sou adepto).
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 15.07.2017 às 14:48

Ok, Zeca.
Não vale a pena . Não entende a ironia, a sátira ou o sarcasmo por analogia , está no seu direito. Está também no direito de expressar as suas opiniões democrática e livremente.
Eu comento como quiser. Estou no meu direito. O moderador está no direito dele de não publicar se for vulgar ou ofensivo... ou se não gostar.
A liberdade de expressão é um direito que se conquistou em democracia, que felizmente dá abertura a todas as religiões, políticas, cores sexualidades, etc. etc.
Dá-me o direito de pensar como quiser e poder manifestar a minha opinião livremente. Dá-me o direito de dizer " não pagarás!" , a pseudo democratas e pastores de oviários
Dá-lhe o direito de se insurgir, criticar ou ignorar.
Neste momento parti para a ignorância.BFS
Sem imagem de perfil

De Ze Religioso a 15.07.2017 às 19:37

Bom argumento, é que eu também estava a fazer ironia sobre a sua ironia. As ironias de segundo nível são, de facto, mais difíceis de entender. As de terceiro. nem falar ...
Sem imagem de perfil

De João Sousa a 14.07.2017 às 23:25

Estou a falar de cor, mas penso lembrar-me de que até a Igreja do Reino de Deus cobrava muito menos do que 2/3 do rendimento aos seus fiéis...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 14.07.2017 às 23:39

Esses cobram o dízimo. Ou seja, 10%. Muito menos do que o PCP.
Sem imagem de perfil

De Adelaide a 14.07.2017 às 23:28

As mais valias pagam impostos. Estes 2/3 são limpinhos. A AT não age? Uma prenda acima de 500 euros deve ser declarada e o estado fica com uma percentagem.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 14.07.2017 às 23:39

Parece na verdade configurar uma situação de manifesta fuga ao fisco.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.07.2017 às 21:47

Olhe que está enganada Adelaide. Experimente denunciar ao Fisco. Ganha o título de delatora mas não consegue tramar o PCP. Não fale sem ter a certeza do que diz, a raiva é má conselheira.
Sem imagem de perfil

De Joana Lopes a 16.07.2017 às 10:03

Caro anónimo:
tenho um conhecimento razoável do PCP. Em geral cumprem escrupulosamente as leis e não acredito que, nessa matéria, haja fuga ao fisco. Mas como diz um comentador, o melhor é ir à fonte e perguntar. Estou convencida de que cumprem todas as formalidades. Quem quiser atacar o PCP que não vá por aí, em princípio perderá sempre. Deve atacar-se pela sua linha política, nisso não me importo de colaborar. Em bocas não.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.07.2017 às 23:46

Quando uma pessoa não grama uma coisa (neste caso o PCP que, por acaso eu também não gramo) perde a cabeça e desata a dizer asneiras. Quando comecei a escrever tencionava explicar como é que as coisas se passam no PCP. Mas desisti porque sei que vocês, comentadores, sabem muito bem como é, não adianta explicar. Não é como dizem e ainda por cima não há fuga ao fisco. O PCP deve ser criticado, e muito, mas não é por aí.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.07.2017 às 00:04

Não há fuga ao fisco como? Procede-se a retenção na fonte?
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 15.07.2017 às 08:29

Não estará o anónimo a querer ser mais papista do que o Papa? Repare que quem explicou foi um presidente de Câmara, que é comunista e militante do PCP. Quer fonte mais fidedigna?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.07.2017 às 20:15

Exacto. Aliás se a fonte não fosse fidedigna eu nem a trazia aqui.
Sem imagem de perfil

De O SÁTIRO a 15.07.2017 às 00:27

Todavia, há exemplos de comunistas que enriqueceram....
há uns anos, corria por aí um email com a riqueza de Odete santos....

provavelmente haverá outras situações bem mais .....capitalistas......

será em sacos de plástico?

talvez assim se compreenda como o PCP substitui alguns autarcas..
sorte não terem media a investigar..

mas que há riquezas muito estranhas......
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.07.2017 às 20:16

Odete rica? Um e-mail? Olhe que não, olhe que não. Isso são cenas da "pós-verdade".
Rico é o partido.
Sem imagem de perfil

De ASantos a 15.07.2017 às 09:50

Para o Anónimo das 23:46

Possivelmente porque não sou um comentador frequente, confesso que gostaria de saber como funcionam essas coisas no pcp pois embora já tivesse lido este tipo de relato nunca tive conhecimento de como efectivamente funciona.
Obrigado.
ASantos
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.07.2017 às 10:44

Nada como ir à fonte. É perguntar ao próprio presidente da Câmara do Barreiro, militante do PCP desde 1971.
Sem imagem de perfil

De sampy a 15.07.2017 às 15:04

O camarada Jerónimo já veio a público mostrar a mais completa solidariedade para com as acções de protesto da Associação dos Lesados do PCP, que incluem uma gloriosa jornada de luta no dia de São Nunca à tarde.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.07.2017 às 20:14

Os espoliados unidos jamais serão vencidos.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 31.07.2017 às 14:37

Ninguém há-de calar a voz da classe autárquica.
Sem imagem de perfil

De V. a 16.07.2017 às 12:53

Uma vez fui encaminhado para uma "oportunidade de trabalho" num jornal de inspiração marxista governado pelos comunistas do lugar. Já tinham a pessoa para o lugar a trabalhar lá inclusivamente — estavam só a sacar o subsídio ao Estado.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.07.2017 às 15:18

Esse caso merecia denúncia. Fez a denúncia ou colaborou com a aldrabice?
Sem imagem de perfil

De V. a 16.07.2017 às 19:49

Ai agora a culpa é minha? Não vou fazer o trabalho do IEFP.

O IEFP sabem muito bem que as câmaras, juntas de freguesia, associações, IPSS e cooperativas fazem isso há anos: trabalho a meio custo com isenção de SS através de estágios profissionais ou programas ocupacionais (como era o caso — ainda mais indecente porque é uma autêntica exploração em que também o Estado tenta não pagar o subsídio como lhe compete — uma vergonha completa). Todas essas instituições beneficiam da simpatia esquerdista com os instrumentos do regime: a mesma esponja imunda com que os jornalistas se lavam de manhã.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D