Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Eusébio vs. Ronaldo

por Rui Rocha, em 28.06.14

É ou foi Ronaldo o melhor do mundo? Provavelmte sim, em determinadas épocas ou períodos. Sempre, se lhe perguntarem a ele ou se ele perguntar ao seu espelho. Mas essa corrida, com Messi, Robben, Ribéry ou Neymar, diz-nos pouco. Os terrenos onde se travam as suas batalhas principais são a Champions. É mais coisa de Real Madrid, Barcelona e Bayern do que de Portugal contra o resto do mundo. O duelo que verdadeiramente nos interessava que Ronaldo vencesse é aquele que disputa com Eusébio. Infelizmente, parece nunca mais chegar lá. A Eusébio sobra-lhe Coreia, entroniza-o a epopeia, ali onde Ronaldo fica de escasso. E nós trocaríamos de bom grado o seu título individual de melhor do mundo num determinado momento pela eternidade de ter feito o que sempre lhe falta para ser o melhor futebolista português de todos os tempos.

Autoria e outros dados (tags, etc)


13 comentários

Imagem de perfil

De Luis Moreira a 28.06.2014 às 21:59

Vi Ronaldo, Eusébio,Pélé, Ronaldo "o fenómeno", Cruif jogar e o melhor de todos foi "o fenómeno". Mas estas comparações são injustas e levam-nos a resultados pouco objectivos. Joguei futebol com Eusébio no velho CIF e um dia perguntei-lhe. Os magriços ganhavam a este Benfica? respondeu-me. Perdíamos para aí por uns 6 a zero. Tal é a diferença de velocidade e intensidade do futebol que se joga de ontem para hoje
Imagem de perfil

De Rui Rocha a 28.06.2014 às 22:06

Claro. Por isso, o único critério definitivo é o da alegria proporcionada. A definição de génio deve ser qualquer coisa como "aquele que foge ao lugar comum". Aí, Eusébio continua imbatível.
Sem imagem de perfil

De Pedro Tarquínio a 28.06.2014 às 23:25

Pôr a questão Eusébio vs Ronaldo não tem cabimento.
Nem sequer vs Figo!
Isso se nos focarmos em dados ou palmarés.

Nunca vi Eusébio jogar. Mas sempre me intrigou o facto dessa equipa (60's)ter estado apenas num mundial. Sobra Coreia 66 pq não houve Chile 62 nem México 70 (aí não apenas para Eusébio, mas para os magriços.

Sou do tempo ;) em que a selecção nunca era apurada. Era a conversa dos irmãos e dos hermanos (Brasil e Espanha) para nos identificarmos nas fases finais.

Houve França 84 (loucura e fado) e México 86. Foi o conseguido pela geração dos 80's (Chalana, Jordão, C. Manuel, J. Pacheco ...)

E de repente ... 96 / 2000 / 2002 / 2004 / 2006 / 2008 / 2010 /2012 /2014

C Ronaldo tem inúmeras presenças.
Ainda agora conseguiu apurar a selecção para o mundial.
O seu palmarés é indiscutívelmente superior ao do grande Eusébio.
Estar sempre a recolocar esta questão só diminuí o Eusébio.
Sem imagem de perfil

De Francisco Gomes a 29.06.2014 às 13:28

Comparar futebolistas através de palmares é profundamente errado. Se quisermos fazer assim então chegaremos á conclusão que dois dos maiores futebolistas português de sempre foram o Paulo Sousa (2 taças de campeões diversos títulos em Portugal, Alemanha, Itália ( a melhor liga europeia da altura ) ou o Deco (2 champions, supertaças europeias ,campeonatos em Epanha, etc). Apesar de Paulo Sousa e Deco terem sido bons futebolistas parece-me manifestamente exagerado. É tempo de admitir que Ronaldo é uma espécie de Fernando Mamede: não tem capacidade nem categoria para eventos importantes. Quando a competição é a feijões ou a tostões temos Ronaldo. Quando é a sério temos um jogador banal. Digam-me qualquer competição em que Ronaldo tenha brilhado nas meias finais ou finais: Champions, Taça do Rei, taça de Inglaterra, etc. Que eu saiba recordo na final com o Manchester um jogo discreto e um penalti falhado. Na final com o RM, e enquanto este perdia por 1-0 ou estava 1-1, vi um jogador perdido em combate. Com fez na meia final com o Bayern apareceu finalmente quando tudo já estava decidido, quando já não era preciso. Na seleção atinou quando era muito novo e existiam outras estrelas que mantinham um brilho maior(Figo ) quando estas se extinguiram Ronaldo tornou-se, pelo seu imenso egoísmo e egocentrismo, um eucalipto que tudo seca à volta. Comparar Ronaldo com Eusébio é como comparar um Caves Aliança Reserva ( é um agradável espumante, sem dúvida) com um Moet & Chandon. Espumante é espumante(Ronaldo), champanhe é champanhe.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 29.06.2014 às 19:21

Eusébio conseguiu uma única proeza a nível de selecção. Em 1966. De resto, com ele no activo, a selecção falhou o apuramento para os Mundiais de 1962, 1970 e 1974. E falhou as presenças em todas as fases finais de europeus (1964, 1968, 1972).
Falta realçar que Eusébio jogou na selecção praticamente com a equipa do Benfica: as rotinas estavam mais que estabelecidas. Nada a ver com os tempos actuais, em que a selecção é uma manta de retalhos, com jogadores das mais diversas proveniências, alguns dos quais nem chegaram sequer a jogar em Portugal.
Ronaldo esteve em três Mundiais - chegando num deles, em 2006, às meias-finais, tal como Eusébio, mas com mais equipas em competição na fase final. E esteve em três Europeus: num deles (2004) fomos à final), noutro (2006) atingimos as meias-finais.
Não há comparação possível. Com Eusébio, a regra era falharmos o apuramento. Com Ronaldo, a regra é conseguirmos o apuramento.
Agora queixamo-nos de ter caído na fase de grupos (após termos perdido contra a Alemanha, com apenas 10 jogadores). Aos Mundiais de 1930, 1934, 1938, 1950, 1954, 1958, 1962, 1970, 1974, 1978, 1982, 1990, 1994 e 1998 nem lá chegámos. Antes de Ronaldo.
Depois de Ronaldo, não falhámos um.
Sem imagem de perfil

De António Vaz Tomé a 30.06.2014 às 00:48

E quantas equipas disputavam os campeonatos do mundo e da Europa? Os Play Off's que temos sistematicamente disputados corresponderiam ou não a eliminações noutros tempos? Por outro lado o maior número de presenças em fases finais já deveriam ter dado ao CR7 a possibilidade de ter brilhado, ao menos numa, ao nível do Eusébio em 66.
Sem imagem de perfil

De Anónimo Desconhecido a 30.06.2014 às 10:41

Obviamente, actualmente o mais difícil, para uma selecção como Portugal, é não chegar às fases finais, este argumento é especialmente falaccioso quando sabemos que quem o usa até sabe que é assim. Além de terem duplicado ou triplicado os particiapantes nas fases finais, ainda houve o desmembrar de grandes potências no futebol, divididas em paíse que raramente chegam perto do nível dos países originais. Potências futebolísticas como a URSS, a Jugoslávia, a Checoslováquia, por exemplo, deram origem a um infindável numero de selecções pouco mais do que medíocres, salvando-se a Russia, a Croácia ou, a espaços, a Rep. Checa, mas nenhuma delas à altura das antecessoras. No tempo em que só o primeiro era apurado para a fase final, e em que apanhávamos sempre um cabeça de série do nível de uma Alemanha, Itália, URSS, França ou semelhante, era mesmo um feito lá chegar. AInda um dia destes ouvi, finalmente, o Toni desmontar isto num programa de TV, disse e bem que se no tempo dele os segundos também fossem, teriamos falhado muito poucas fases finais. Feito foi ser apurado para a fase final do França 84. onde só estiveram 8 selecções, 1 por cada grupo !
Sem imagem de perfil

De G.A. a 30.06.2014 às 10:32

Também em jornalismo como na vida é preciso ser-se honesto, coerente e lúcido. Este seu comentário espelhou tudo isso.
À cegueira de uns quantos basta-nos a ignorância.
Sem imagem de perfil

De Francisco Gomes a 30.06.2014 às 13:18

Não sei a qual das posições se dirige este comentário (pró-Ronaldos ou pro-Eusébios). Só sei que entrar que entrar numa discussão com acusações de falta de honestidade mata imediatamente a discussão e leva-me a não querer fazer parte dela. De resto obrigado aos detentores do blog pela imensa pluralidade de opiniões que cada autor, individualmente, defende, e pela cordialidade com conseguem defende-las. A mim interessam-se opiniões que abordem questões de uma forma que eu não tinha imaginado. A coisa que mais me irrita numa opinião é eu ainda não a ter lido e já adivinhar o conteúdo, concordando ou não com este. Sinto que estou a desperdiçar tempo.
Por esta diversidade de opiniões e pelo tom civilizado com que estas são defendidas "O delito de opinião " é de momento o meu blogue preferido
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 01.07.2014 às 21:57

Obrigado, Francisco Gomes. Em nome de todos os autores do Delito.
Eu vinha aqui responder a quem eventualmente me contestasse, mas com tanta resposta encadeada tipo vagões do comboio-descendente já não sei quem contesta quem.
Fico-me por aqui, portanto.
Imagem de perfil

De Eduardo Louro a 30.06.2014 às 17:05

Não sei por quê mas fica-me a ideia, Rui, que isto não vai cair muito bem numa certa comunidade a que pertence...
Mas eu não posso estar mais de acordo... É que para medir estas coisas só mesmo o "alegrómetro", mesmo que haja quem insista que a alegria tem cor.
Sem imagem de perfil

De Cristina Torrão a 30.06.2014 às 18:46

Eu também estou de acordo. A carreira de Ronaldo foi mesmo feita na Champions. O seu "aproveitamento" em mundiais e europeus é para esquecer. Não estaria a 100% neste, mas nos outros, em que estava, não fez melhor.
Imagem de perfil

De Mário Pereira a 30.06.2014 às 23:15

Cada um tem direito à sua opinião e a minha é que o Cristiano já ultrapassou o Eusébio há muito tempo. Falta-lhe um grande mundial, é verdade, mas o Eusébio "só" tem isso. E não é um mundial (perdido, ainda por cima) que pode dar um a um jogador o estatuto de melhor de sempre. Comparem-se os dois em TUDO e a superioridade do Cristiano é inquestionável. Penso eu de que...

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D