Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Estava escrito

por Teresa Ribeiro, em 02.06.14

"Seguro é um líder de transição, ideal para fazer a travessia do deserto e depois queimar" - foi isto que ouvi a seguir à sua eleição para secretário-geral do PS, incluindo a militantes socialistas que votaram nele. Não acredito que Seguro não soubesse desta estratégia. Os quase 68% de votos que obteve contra Francisco Assis continham o germe da sua destruição. Estava escrito, assim que o poder voltasse a cheirar a rosas, haveria sangue.

É assim a política. Ele sabia, mas quis este desafio para provar aos cínicos e a si próprio que era capaz, alinhado com os ditames da psicologia da moda que proclama que podemos ser o que quisermos. Dizem que o Tozé é uma pessoa séria, empenhada, decente. É o que parece. E de facto os media sempre o trataram com a condescendência reservada às boas pessoas que se movem com desconforto no meio dos lobos. Por seu turno, os portugueses há muito lhe perceberam na colocação da voz e na atitude o quanto ele gostava de ser mais convincente e carismático. Na selva estas coisas cheiram-se, é atávico.

Não, não é verdade que se possa ser o que se quiser apenas porque se bate o punho. Vozes de gajos porreiros não chegam ao céu da política.

Autoria e outros dados (tags, etc)


17 comentários

Imagem de perfil

De Manuel a 02.06.2014 às 15:00

No bombo da festa toda a gente manda umas pancadas.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 02.06.2014 às 17:14

Bater no ceguinho não faz o meu género, caro Manuel. Passe bem.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 02.06.2014 às 15:46

a psicologia da moda que proclama que podemos ser o que quisermos

Excelente observação.

Quando eu era jovem, isto é, há 30 anos, a psicologia tinha, pelo contrário, o "princípio de Peter", o qual afirmava, e ainda afirma, que todas as pessoas têm um "limiar de incompetência": podem ser muito competentes em funções abaixo desse limiar mas, se lhes são atribuídas funções para lá desse limiar elas mostrar-se-ão dramaticamente incompetentes.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 02.06.2014 às 17:12

Outros tempos, menos equívocos.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Carvalho da Silveira a 02.06.2014 às 15:52

António Vitorino, que é de longe o mais esperto deles todos, é que os pôs no lugar: não foi apenas o Tozé que teve uma "vitória de Pirro", foram todos os socialistas que andaram na campanha, incluindo o Costa. Ora se o Costa também contribuiu para "ganhar por poucos", não se percebe o que é que o leva a crer que mais tarde pode vir a ganhar por muitos. E com a tralha socrática em peso a apoiá-lo não me parece que vá muito longe. Mas desde que vi um urso a conduzir uma mota entre o Saldanha e os Restauradores, já acredito em tudo!
Entretanto e de acordo com as imagens da SIC, o Tozé parece que tem lepra: a cena da selfie que ele tentou fazer com os jornalistas foi patética. Juro que até eu fiquei chocado com aquilo.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 02.06.2014 às 17:11

Não por acaso corre que o PSD e o CDS torciam para que a mais que previsível tareia que levassem nas europeias ao menos revertesse a favor de Seguro. Para que nas legislativas fosse ele o adversário...
Também me impressionou a cena da selfie. Não foi comigo, mas encolhi-me.
Imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 02.06.2014 às 22:35

Estou de acordo. E o pior foi Seguro a dizer "então fogem todos?"
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 02.06.2014 às 22:45

Mas diga-se de passagem que também não lembra a ninguém chamar os jornalistas para uma selfie. Os constrangimentos eram mais que previsíveis.
Imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 02.06.2014 às 16:29

Excelente análise Teresa. E eu, quase tenho pena de Seguro.
Em política ser bom menino não compensa. É preciso, até, saber ser mau menino sempre que a ocasião mande. É o preço a pagar por quem decide fazer política...
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 02.06.2014 às 17:00

Obrigada, Helena. Pois, também "quase tenho pena" dele, porque sempre acreditei que Seguro seria capaz de se empenhar genuinamente na causa pública. Toda a gente diz que é um tipo sério, decente. Mas como dizes, para vingar na política isso não chega.
Sem imagem de perfil

De LNT a 02.06.2014 às 16:54

E pelo que se vê, toda a gente prefere uma má mentira dita por um mágico a uma boa verdade dita sem truques de ilusionismo. Se o preço é a subversão, teremos de combater os subversivos porque estamos no limite do aguenta, aguenta.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 02.06.2014 às 17:06

A política é um jogo muito subversivo, LNT. Perdoe-me o cliché.
Sem imagem de perfil

De Fatima MP a 02.06.2014 às 17:14

Na mouche, Teresa Ribeiro. Disse tudo!
Imagem de perfil

De cristof a 02.06.2014 às 21:09

Não acompanhando em pormenor o lider socialista a impressão com que fico é dum desastrado, que diz de tempos a tempos umas destemperadas frases que se espalham dando uma imagem de incapaz. não cabe na cabeça dum turco com o desastre democratico que foram os resultados eleitorais vir com a palhaçada de grande vitoria. não há duvida que o P.Coelho bem pode arranjar um tacho dourado para este grande amigo seguro.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 02.06.2014 às 23:23

Resumindo. O que interessa é vencer.
Imagem de perfil

De Manuel a 03.06.2014 às 09:49

...",incluindo a militantes socialistas que votaram nele."
Aquela preposição é mesmo um a ou é um de? (é que eu vejo mal)

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D