Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Digo eu

por Rui Rocha, em 09.01.17

Convidado a pronunciar-se, José Sócrates declarou que Mário Soares foi fonte de inspiração e motivação das suas acções. São afirmações graves, tanto mais que o falecido já não pode defender-se.

Autoria e outros dados (tags, etc)


13 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.01.2017 às 12:42

Poucas vezes Sócrates terá sido mais sincero.
A democracia de Soares, protetora incondicional e intransigente dos partidos e da classe política, implantada num país como o nosso, constituiu-se, na prática, como um verdadeiro paraíso da corrupção e da impunidade.
João de Brito
Sem imagem de perfil

De Manuel Silva a 09.01.2017 às 18:14

João de Brito:
Acha que foi a Democracia de Soares ou foi a Democracia que todos os partidos e os portugueses praticaram?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.01.2017 às 18:53

D. Afonso Henriques foi o fundador e o defensor do Reino.
Os apaniguados declaram que Mário Soares foi o fundador e o maior defensor da democracia em Portugal.
E, já agora, o seu maior intérprete, acrescento eu.
Logo...
João de Brito
Sem imagem de perfil

De Charrua a 09.01.2017 às 20:09

Antes de Afonso, Sertório...ou mesmo Luso, irmão de Baco
Sem imagem de perfil

De isa a 09.01.2017 às 15:15

E diga, enquanto pode ;)

Pois eu digo que andam muitos a dormir e outros a fingir que dormem, não me lembro do poste onde lhe deixei o link para a nossa Dívida de 231.387.990.863 que passado pouco tempo já tinha crescido mas, hoje, quase apanhei um susto, coisa que não acontece a Medina's que continuam a gastar, mais uns milhões em obras portanto, só para ir registando, enquanto se pode, vamos em 257.443.338.000 que será um valor desactualizado quando eu chegar ao fim do comentário. Em menos de um trimestre "mais uns trocos" ou como dizem alguns, "ninharias" que, todas somadas, apenas mais uns 26.000.000.000 e nós só somos 10.374.289 alminhas ou pior, 10.374.288 se não contarmos com aquele que, desde esse meu comentário, já cá não está, para se poder defender, nem saber da dívida.

Portanto, já vai em 134,18% do PIB, claro que faz inveja ver, quem não entrou na UE, nem no euro, não graças aos políticos mas, aos referendos obrigatórios na Suíça... 15,84% PIB.
Sem imagem de perfil

De Manuel Silva a 09.01.2017 às 18:24

isa:
Acabo de consultar e, neste momento, a dívida é: 243,126,537,570 €
Está sempre a subir ou a descer, pois as variações permanentes resultam de muitas variáveis.
Não vale a pena espumar com o Medina nem com quem quer que seja a propósito da Dívida.
É preciso compreender porque subiu praticamente sempre desde 1980, quando ultrapassou a barreira dos 60%, quando desceu, quando voltou a subir, e quais os protagonistas da Dívida.
E enquadrá-la no contexto da nossa economia inserida na economia da UE e do mundo.
Senão fizer isso sobra a luta político-partidária sem quartel, as agressões de natureza ideológica de uns aos outros, o passa-culpas, enfim, uma inutilidade.

Sem imagem de perfil

De isa a 09.01.2017 às 21:38

Pois eu deixei um outro comentário às 15:30 ao Rui Rocha, para confirmar se era só no meu computador que eu conseguia ver algo de muito estranho porque já sigo este relógio há muito tempo e, realmente, no prazo de 15 minutos começou só a mostrar 257... na 1ª fracção de segundo.

Como sou muito curiosa, fui ao meu outro computador um PC e não vejo tão bem como no Mac, onde, mesmo agora, Continuo a Ver, perfeitamente, numa fracção de segundo o começo por 257... e passar ao 143... no entanto, durante a tarde, novamente e normalmente, já esteve a começar por 257... depois voltou ao mesmo.

De qualquer modo, pode ver esse meu comentário, feito pouco tempo depois deste, no poste do Rui Rocha -Gosto de pensar que foi isto- de 07-01-2017
Eu sei que oscila mas, nunca oscilou com esta diferença e a repetir os mesmos números 257/143, se calhar, como até as ruas gostam de lavar, antes das autárquicas, a funcionária da limpeza, esmerou-se demais a limpar o pó do relógio

Sigo o relógio há tanto tempo que nem preciso pôr o link, tenho uma janela aberta para clicar e ver imediatamente o que se passa no malfadado relógio.
No entanto, este ano, devem estar para chegar coisas bem piores que até nos vão fazer esquecer relógios e afins.
Sem imagem de perfil

De vale de lobos a 09.01.2017 às 21:57

Estive a ver o relógio : os 257..... são em dólares. Em €, já vai nos 243.129.xxx.xxx !
Sem imagem de perfil

De isa a 10.01.2017 às 10:04

Sem contar com aquilo que vai ficando por pagar, ainda agora, na informação "tradicional" saiu numa notícia de rodapé que a Dívida do SNS está a aumentar em média 27 Milhões... ao Mês.
Isto, só na saúde portanto, a "alguém" estamos a dever e, esse "alguém" para nos empurrar para o tal Governo Global Totalitário, é assim que espera ganhar, acabando com tudo.

No entretanto, anda o 1ºMinistro a pôr toucados, a oferecer vantagens a estudantes indianos que venham para Portugal, incluindo facilidades na troca de vistos, charretes e funerais, muita bola e aquela publicidade ao tempo extra
"para se saber a verdade, tem que se fazer perguntas difíceis... "blá blá blá mas, só para assuntos de futebol", outros assuntos, nem pensar porque a austeridade acabou, andam "todos" satisfeitos, enquanto outros, como eu, parecem estar a viver numa Twilight Zone, num crepúsculo onde parece que só se vê gente debaixo dos efeitos de algum tipo de substância, parecem zombies e, nem se atrevam a puxá-los para a realidade ou a "acender qualquer luzinha" que fale de problemas reais... "até "mordem".
Estamos a ir ao fundo e, se esperam que os políticos nos salvem, esses, há muito que nos dividiram em duas classes: instrumentos e inimigos.

"Um político divide os seres humanos em duas classes: instrumentos e inimigos." (Friedrich Nietzsche)

Quando isto "rebentar", no mínimo, para nos salvarmos, lembrem-se e dividam os seres humanos em duas classes: Seres Humanos e políticos

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.01.2017 às 16:32

"Inspiração, motivação" ?. E daí quem sabe?.
Sem imagem de perfil

De BELIAL a 11.01.2017 às 20:05

Em verdade, em verdade vos digo: foi a primeira vez, após o 25 de abril, que o patriarca da democracia foi engavetado. Jaz com o socialismo que lá meteu. Digo isto com a simpatia e o sentido de humor que "um menino que satisfez todos os caprichos" apreciaria - segundo a que melhor o conheceu, compreendeu, aturou e refreou.. O "seu" lado bom da FORÇA.
Sem imagem de perfil

De BELIAL a 11.01.2017 às 20:14

As declarações de um "afilhado" agradecido, caiem sempre bem.

Sensibiliza a alma do "tiozinho", onde quer que paire.
Pode ser que lhe dê uma "asinha" que o alivie no atoleiro. Não sei se me faço entender, amiguinhos...
Sem imagem de perfil

De José Menezes a 12.01.2017 às 11:20

Eu também.
Mas vou verificar as fontes, sobretudo "das suas acções".
Mário Soares livrou-nos do comunismo mas não do Estado Novo. Do comunismo, de Vasco Gonçalves e Álvaro Cunhal, repartiu com Francisco Sá Carneiro que, pelo escuridão do momento, teve uma acção mais apagada e nortenha. Mas não esqueçamos a "rede bombista" que se iniciou com uma reunião de agricultores convocada pela CAP, numa altura em que o meu pai era co-Secretário Geral, conjuntamente com José Manuel Casqueiro. Para que se saiba, ele foi o nº 1 desta apelidada "rede" que afinal não precisou de actuar. Mas fez efeito. As sedes do PCP foram incendiadas no Norte por iniciativa puramente popular. O PREC percebeu isso.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D