Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Diferenças

por Sérgio de Almeida Correia, em 13.06.14

Entre quem escreve, quem lê e quem comenta há um mundo que os separa. Quem escreve tem dúvidas, continua com dúvidas e volta a escrever. Quem lê apreende, ajuíza, às vezes com dúvidas sobre quem escreveu e as conclusões que respigou. Continua a ler. Quem comenta já leu, já concluiu, está carregado de certezas, não tem dúvidas. Nem sequer sobre tudo o que lá não está e nunca foi escrito. Por isso também comenta o que não leu como se tivesse lido. E sentencia, implacável. Cada um tem a medida da sua própria efemeridade. Alguns só têm a da eternidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Miguel R a 13.06.2014 às 09:00

Eu comento e tenho muitas dúvidas. Acima de tudo tenho a minha voz. Obrigado pelo palco, é bem bonito diga-se de passagem.
Sem imagem de perfil

De sampy a 13.06.2014 às 09:37

Sendo fácil de constatar que substancial parte dos textos redigidos pelo autor do post acima são simples comentários a notícias e "notícias" lidas pelo mesmo, fica-me a dúvida sobre o porquê do exercício de auto-crítica.
Terei de continuar a ler. Voltarei a escrever.
Sem imagem de perfil

De Pim! a 13.06.2014 às 09:51

Morram os comentadores, morram, pim! Os comentadores cheiram mal da boca e usam ceroulas de malha!
Sem imagem de perfil

De Torpedo a 13.06.2014 às 11:59

Sem comentários.
Sem imagem de perfil

De atento a 13.06.2014 às 13:03

afinal quer ?
ou não quer comentários ?!
Sem imagem de perfil

De rmg a 13.06.2014 às 17:22



Já deixei de comentar no DO durante meses por causa de si e por razões semelhantes às que me trazem hoje aqui .
Não lhe estou a a assacar qualquer responsabilidade nisso , as opções que faço na vida (da mais grave à mais ridícula) são todas culpa minha como deixei claro num texto que foi "comentário da semana".

O Sérgio não gosta de comentadores , trata-os mal ou nem sequer perde tempo com eles quando não lhe agradam e faz posts inclassificáveis como este porque o Sérgio possui as verdades todas que não admite que os outros tenham .

O Sérgio gosta de leitores que não comentem , vive assim embalado na dúvida de que milhares diáriamente o apreciam e isso deve ser mais enriquecedor do que a certeza de que 4 ou 5 não o apreciaram .

Portanto é desta que me vou de vez daqui e dispenso o ar condescendente com que me tratou noutra altura a dizer algo do estilo "esta casa é sua , volte sempre" .

Esta casa não é minha enquanto alguns autores e autoras tratarem os comentadores como simples atrasados mentais e isso tem vindo a acontecer cada vez com mais frequência , apesar de ser evidente que há aqui comentadores que estariam muito melhor como autores ou autoras do que alguns que aqui peroram .

Lamento isto por dois ou três autores , sobretudo os mais recentes , que bem
se esforçam pelo blogue como uma referência construíndo textos longos e bem explicados (sujeitos assim a contraditório) e não motivados pelas suas vaidades e interesses pessoais com "bocas" pontuais e muitas vezes pouco ou mal fundamentadas .

Basta frequentar outros blogues conhecidos onde a discussão é séria , ponderada e aberta (sem prejuízo de alguma picardia) para perceber o que digo.

E lamento especialmente por um Amigo que tenho cá .

PS - Agradeço aos comentadores "da Maia" , "Vento" e "William Wallace" as discussões construtivas que tivemos , exactamente porque não estávamos de acordo e todos tínhamos as "nossas verdades" .
Sem imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 14.06.2014 às 05:28

rmg,

Creio que estará equivocado, mas posso estar enganado.
As reflexões são públicas, admitem contraditório, e se tiver estado com atenção, com excepção de insultos, não há comentário que não seja aprovado. Não me parece é que tenha obrigação de comentar os comentadores ou de estar de acordo com eles quando não concordam com o que escrevo e partem de pressupostos que não têm a mínima correspondência com a letra ou o espírito do texto.
Cada um tem o seu estilo. Só posso lamentar que o meu e o de alguns companheiros não seja consensual. Cada um é como é.
A liberdade passa por aquilo que se escreve e pelo que se escolhe para ler. E também pelo que se opta por comentar ou não comentar. Funciona para os dois lados. Isso parece-me mais saudável do que escrever, ler ou comentar por obrigação ou para agradar aos leitores ou aos autores. Mas esta é a minha perspectiva e sei que há quem não a partilhe.
Sem imagem de perfil

De rmg a 14.06.2014 às 16:52


Sérgio de Almeida Correia

Toda a mensagem tem resposta e por isso aqui estou .

Eu pronunciei-me sobre um texto concreto seu que está acima sob o título "Diferenças" , texto esse que ajuíza sobre três categorias de intervenientes em blogues e tira conclusões claras .

Os comentadores estão lá todos metidos no mesmo saco e não é um saco bonito aquele em que o Sérgio os meteu , é mesmo um saco efémero demais para não ír parar ao lixo .

Dizer-me agora o Sérgio que não tem obrigação de comentar os comentadores ou de estar de acordo com eles quando não concordam com o que escreve é para mim óbvio .
A que propósito é que o deveria fazer e a que propósito é que eu acharia natural que o fizesse ?

Tivesse posto exactamente isto que agora vem aqui pôr e eu não me teria sequer pronunciado.
Não foi o caso , nem sequer me pareceu que se estivesse a referir apenas aos seus comentadores.
Não me ponha é a dizer coisas que eu não disse , se faz favor .

Apenas constatei o que vejo e o que sinto cada vez que algum dos cada vez menos comentadores se dão ao trabalho de intervir e , exceptuando o Pedro Correia - que é nesse campo inexcedível - e alguns dos novos autores , raramente têm direito a resposta ponderada quando o que escreveram é muitas vezes um importante complemento do post ou mesmo uma nova visão enriquecedora do mesmo .

O DO tem um conjunto de autores suficientemente multifacetado para ser um caso único nos blogues colectivos e , se não o está a conseguir (na minha opinião) é porque muitos do que escrevem não têm a humildade de perceber que do outro lado podem estar pessoas que sabem do que estão a falar (e daí eu ter referido , sem obviamente os citar , outros blogues de referência) .

Portanto dizer que cada um tem o seu estilo e cada um é como é não me ajudou muito , isso já eu sei .
E ser consensual não é virem aqui outros dizer-lhe que é muito ou pouco inteligente e outras banalidades , mas sim atingir consensos não garantidos à partida , os únicos que valem a pena .

Tem mais que fazer ?
Pois seja e está no seu direito de não querer perder tempo connosco , mas aí terá que admitir que a sua escrita é para si "um prazer solitário" e ninguém se irá "meter na cama consigo" !

Quanto ao seu último parágrafo não comento , não falo sobre a liberdade , talvez porque saiba desde muito miúdo (dado o meio em que cresci) o que ela custa a ganhar e que não passa para mim por frases nem discursos .

Mas como não vejo o que é que eu tenho a ver com aquilo nem que sentido aquilo faz , talvez que seja um "recado" para outros .

Portanto e liberdades àparte que não se brinca com palavras sérias , fico-me por aqui e é para o lado que muitos autores do DO dormem decerto melhor .

Não todos pois foi aqui que aprendi , com alguém que respeito , que um post sem comentários não vale a pena .
Sem imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 15.06.2014 às 07:52

rmg,

"texto esse que ajuíza sobre três categorias de intervenientes em blogues"

Quem lhe disse que me referia a blogues especificamente? Onde está isso escrito? Basta um pequeno pressuposto para tudo fazer ou deixar de fazer sentido.

Se tivesse deixado esse texto apenas no meu blogue pessoal, certamente que não teria dado por nada (há textos que publico ali e aqui, há textos que só saem aqui, outros que só saem ali). Como o trouxe até aqui, alguns apressaram-se a colocarem-se no centro dele e a tirarem conclusões.

Não tenho mais nada a acrescentar.
Bom domingo.


Sem imagem de perfil

De rmg a 15.06.2014 às 13:43


Sérgio de Almeida Correia

O que o Sérgio escreveu não se aplicará decerto só a blogues MAS TAMBÉM se aplicará a blogues .
E é num blogue que estamos , é neste blogue que TAMBÉM o li .

De facto basta um pequeno pressuposto para tudo fazer ou deixar de fazer sentido e qualquer jurista sabe isso melhor que ninguém .

Mas como sou engenheiro "doublé" de economista e passei toda a vida profissional (e ainda passo , em parte) em funções de suficiente responsabilidade para viver rodeado de juristas habilidosos na linguagem e nas voltas que dão às situações , também acho que não vale a pena acrescentar nada pois também tenho mais que fazer.

Assim escolheu ali uma frase minha , pensou "já te lixo" e toca de ír por aí fora .
Nada a que eu não tenha assistido e assista dezenas de vezes em litígios vários , umas vezes a meu favor e outras contra , é a vida ...

Acho que bastava que me tivesse mandado à fava por não ter comentado no "Visto de Macau" (onde aliàs vou mas onde não é habitual ver comentários) e tivesse antes tido o desplante de o vir incomodar aqui (onde tem muito maior visibilidade como autor , postando as mesmas coisas a maior parte das vezes) .

Mas como já concluíu que eu nem sei o que é o seu blog nem “certamente” passo por lá e mais tudo o resto , estamos entendidos .

Alguns colocam-se no centro de tudo , é uma chatice porque não nos deixam lá ficar sózinhos ou quanto muito com a malta que não nos chateia .

Já reparou nos blogues em que são os comentadores que fazem a “festa” entre eles com pequenas intervenções dos autores , tanto moderando como incentivando a continuação do debate ?

No DO e com uma única excepção constante não é assim , o que lamento mais do que julga.

Vou um pouco mais longe.
Não só lhe desejo um bom domingo como também lhe desejo um bom resto de vida .




Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D