Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Convite aos autores, comentadores e leitores

por Luís Naves, em 11.03.17

CONVITE_43 Anos e 6 Meses d e Má Política_Lu

 

Aos autores, comentadores e leitores do Delito de Opinião: Estarei na próxima quarta-feira, dia 15, a partir das 18 e 30, na livraria Bertrand Picoas, em Lisboa, para a sessão de apresentação do livro que organizei, 43 anos e 6 Meses de Má Política, edição da Contraponto. Trata-se de uma recolha de mais de 1500 frases do período entre 1973 e 2016; no fundo, estas frases são pequenos vislumbres da política recente do país, com momentos divertidos e outros que fazem pensar. A apresentação estará a cargo de Pedro Correia.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Einstürzende Neubauten a 13.03.2017 às 10:37

Honestidade intelectual:

- não exagera a força dos seus argumentos; reconhece que os argumentos geralmente têm fraquezas, pois argumentamos usando a linguagem comum, que não permite uma descrição perfeita da realidade – afinal, o signo não é idêntico ao significado.

- demonstra a disposição de aceitar a existência de teses diferentes ou opostas também justificáveis racionalmente; embora a princípio uma pessoa necessariamente pense que sua tese é melhor do que as outras, é necessário reconhecer que outras teses são possíveis e dignas de discussão.

-demonstra a disposição de aceitar discutir suas próprias teses, seus pressupostos e seus princípios; se uma pessoa não aceita discutir sua própria perspectiva, não tem o direito de exigir que a do outro seja discutida.

-admite as fraquezas apontadas pelos outros em seu argumento; se a pessoa não é capaz de aceitar que há pontos fracos em sua argumentação, mesmo quando esses pontos fracos são indicados, então não quer realmente debater o tema: quer somente impor sua tese ao outro.

-aceita a possibilidade de estar errada; como ninguém conhece integralmente a realidade, mas somente a conhece a partir de uma perspectiva extremamente limitada, a pessoa não pode admitir a priori que esteja absolutamente certa.

-reconhece quando um argumento ou uma crítica do outro é bom; se a pessoa não consegue aceitar quando o outro apresenta um bom argumento ou uma crítica procedente, mostra que não está preparada para um debate sério.
aceita as conseqüências das teses que defende até as últimas circunstâncias e com rigor; é preciso reconhecer que uma tese tem um alcance tão universal quanto o de sua formulação, e que não é razoável afirmar que uma tese vale em um caso mas não no outro.

-não simplifica nem distorce o argumento do outro; é importante mostrar que existe um esforço genuíno de compreensão da tese e do argumento do outro e, por isso, é preciso sempre argumentar contra o que o outro efetivamente afirmou, sem tirar frases do adversário do contexto original.
argumenta contra a tese ou o argumento do outro, mas não contra o outro; o argumento ad hominem é um dos sofismas mais comumente usados, mas também um dos menos respeitáveis.

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D