Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Convidado: ALEXANDRE LUZ

por Pedro Correia, em 21.08.17

 

Regressão civilizacional

 

Tive a sorte, ou o azar, de ter nascido ainda na dita geração X, poucos anos antes da Y, dos millenials. O que na prática quer dizer que ainda me lembro de ver notícias sobre o IRA, sobre a ETA, sobre a União Soviética, e de assistir às notícias da queda do muro de Berlim.

Naquela altura, com 13 anos, lembro-me do orgulho que se sentia com a evolução que o mundo estava a ter. Aliás, ainda três anos antes tínhamos aderido à CEE, hoje União Europeia, o que representava finalmente a entrada de Portugal no mundo desenvolvido.

Na realidade, com alguma ingenuidade à mistura, não deixava de ter razão: aquele tempo foi um tempo de saltos civilizacionais muito positivos. Durante os anos seguintes o comunismo faliu, o Pacto de Varsóvia dissolveu-se e muitos países da antiga Europa de Leste deram os primeiros passos em democracia. 

 

Mesmo a China, após o massacre dos estudantes em Tiananmen, é verdade, começou a abrir-se ao Ocidente. A eterna luta nacional pela independência de Timor conseguiu chegar a bom porto, após o massacre de Santa Cruz. Foi uma causa que mobilizou particularmente os portugueses.

Isto tudo aconteceu à mistura com tantos outros acontecimentos negativos, como o Iraque e os Balcãs, mas a ideia que se tinha era que, apesar de tudo, o terrorismo na Europa estava a diminuir e a democracia finalmente prevalecia sobre os totalitarismos que ainda restavam da 2ª Guerra Mundial.

Hoje, dá-se o impensável.

O terrorismo atingiu novo auge, com o ISIS e outros grupos radicais, que, perante uma vida miserável, acabam por se refugiar na certeza que o Alcorão lhes dá. Tal como já tinha acontecido no passado na Europa, mas na altura por causa de outro livro, a Bíblia.

 

Delito de Opinião1.jpg

 

Por outro lado, se olharmos para a Venezuela, vemos o comunismo regressar na sua pior forma, com o crescente controlo do Estado, mascarado de democracia, e com a desculpa que é para garantir a paz, tal como os soviéticos fizeram no passado. Neste país vemos todos os dias a população a ser reprimida e as instituições democráticas a serem destruídas. Uma espécie de doutrina Brejnev, onde tudo vale. Prender, matar, não é importante, o que importa é que Maduro consiga libertar o seu povo e assim garantir vidas miseráveis para todos. Sim, porque há coisas que não mudam. O comunismo, à semelhança de vários outros ismos, propaga-se bem na miséria.

Nos Estados Unidos, a extrema-direita perdeu a vergonha e assassinou mais uma pessoa. Ali, apesar da crise, não será tanto por causa da miséria, até porque não existir nos EUA um Maduro a arrastar a população para filas intermináveis em busca de bens essenciais, mas terá também muito a ver com a cultura, ou a falta dela.

 

Delito de Opinião2.jpg

 

Como é que depois de terem morrido 416 mil soldados americanos a combater o nazismo, alguém tem coragem de levantar uma suástica nos Estados Unidos? Como é que um indivíduo chamado Peter Cvjetanovic tem a lata de se achar um defensor do nacionalismo branco? Ele é branco, até aí é óbvio, mas tenho muitas dúvidas de que Cvjetanovic seja um nome assim tão típico dos Estados Unidos. Os imigrantes, antepassados deste tonto, corariam de vergonha ao verem o seu descendente fazer esta triste figura.

 

 

Alexandre Luz

(blogue KAPAGÊBÊ)

Autoria e outros dados (tags, etc)


20 comentários

Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 21.08.2017 às 10:54

Ele é branco, até aí é óbvio, mas tenho muitas dúvidas de que Cvjetanovic seja um nome assim tão típico dos Estados Unidos. Os imigrantes, antepassados deste tonto

Este é um entendimento imperfeito dos EUA. Nos EUA nenhum apelido é típico - a diversidade de apelidos é enorme. Nos EUA os descendentes de anglossaxões são atualmente bem poucos. Os EUA são feitos de descendentes de imigrantes das mais variadas origens. Cvjetanovic é um apelido tão pouco típico como a generalidade dos outros.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Luz a 21.08.2017 às 11:28

Tem razão, ele é que acha que há uns mais típicos do que outros.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 21.08.2017 às 10:56

terem morrido 416 mil soldados americanos a combater o nazismo

A imensa maioria desses 416 mil morreu a combater o Japão, que não era propriamente nazi. A combater o nazismo propriamente dito morreram muito menos.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Luz a 21.08.2017 às 11:36

Tem uma estranha definição de imensa, morreram 161 mil americanos no pacífico.
O Nazismo e todas as ideologias supremacismo da raça foram combatidos, ora na Europa, em África, ou na Ásia. Todos os países do eixo tinham isso em comum.


Sem imagem de perfil

De Trigueiros a 21.08.2017 às 12:37

Este fim de semana acabei de ler Auschwitz
(https://www.amazon.de/Auschwitz-Bernd-Naumann/dp/3865723640), versão portuguesa de 3 volumes. É um livro com testemunhos impressionantes, descrições pormenorizadas dos horrores que por lá se cometeram.
Durante muitos anos tentou-se esconder o holocausto, mostrando apenas o lado da guerra propriamente dito.

Julgo que chegou o momento de mexer nesta ferida da Humanidade. Está perdida na memória colectiva e poucos são os que querem mexer nela outra vez, mas devemos relembrar o que aconteceu, para que não volte a acontecer.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Luz a 21.08.2017 às 13:42

Sem dúvida.
Não podemos permitir que se tente branquear e deixar passar a ideia de que não foi assim tão grave. Foi, e não pode voltar a acontecer.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 21.08.2017 às 12:41

Eram os 13 anos. Quanto à queda do muro e falência da URSS houve quem lhe chamasse o fim da história. A partir daí o melhor era impossível. Veio a supremacia do mercado livre americano, uma espécie de economia darwinista. A extinção, a miséria uma inevitabilidade a bem do fortalecimento do conjunto.
Quanto à Venezuela, a doutrina de Maduro é tão comunista como o PS e o Partido Trabalhista são Socialistas/Sociais Democratas, ou o PCChinês é comunista.
Quanto ao Terrorismo morrem por dia 30000 crianças de subnutrição. Quanto aos EUA e a supremacia Branca é o país em que pela Patriot Act e pela Homeland Security pode prender sem culpa formada durante o tempo que quiserem, como nos bons velhos tempos dos Tribunais Especiais do nosso Estado Novo. Uma espécie de democracia à americana. Tinha 13 anos....
Sem imagem de perfil

De Alexandre Luz a 21.08.2017 às 13:47

A doutrina de Maduro é tão comunista como o Stalin, e todos os que governaram a antiga União Soviética o foram. Ou seja, se formos levar à letra a doutrina, nenhum foi, porque todos eles preocuparam-se com tudo, menos com criar uma sociedade igualitária sem classes sociais.

Ou seja, o Maduro é comunista à imagem de todos os regimes comunista da História. Arrastam a população para a miséria, controlam o Estado com mão de ferro, prendem, matam e dizem que é tudo para a evolução social.

Sem imagem de perfil

De tric.Lebanon a 21.08.2017 às 16:22

faz lembrar a união europeia com a Grécia...
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 21.08.2017 às 18:07

A diferença deve ser estabelecida não entre capitalismo e comunismo mas sim entre regimes que permitam a Escolha de possibilidades. Que liberdade temos no mundo do monoteísmo Norte americano e do seu braço armado - NATO FMI BM OMC..
Sem imagem de perfil

De Zeus a 21.08.2017 às 12:51

"Como é que um indivíduo chamado Peter Cvjetanovic tem a lata de se achar um defensor do nacionalismo branco?"

Como apareceu, de repente, o desejo de reabrir feridas antigas, incluindo movimentos como o BlackLivesMatter? (subsidiado por Fundações, onde uns "maluquinhos", perderam longo tempo das suas vidas, para comprovar ligações a George Soros, mais um que não passa de um criado)
Porque razão, Trump, mal foi eleito, teve que ter uma reunião, sigilosa e à porta fechada, com Henry Kissinger, há décadas, o "embaixador" ou homem dos recados da família Rockefeller que, "coincidência das coincidências", foi quem doou o terreno para a 1ª Sede das Nações Unidas, já nessa altura, com um valor fora do normal.
Como conseguiram 8 pessoas ter a riqueza equivalente à de 3,6 biliões de pessoas? Como é que uma pequena elite e um nº reduzido de famílias, consegue ter 3/4 de tudo o que existe neste Planeta?
Porque razão tinham de criar o FED uma instituição Privada para imprimir o dinheiro de uma Nação como os EUA e, correu tão bem, repetiram com um BCE, Banco PRIVADO (quais os seus accionistas?) que conseguiu transformar, com legislação, Bancos Centrais europeus em meras e, suas sucursais?

Isto de continuar a olhar para o "Teatro" sem nunca querer saber quem subsidia as "produções" e, com que finalidade elas são feitas, é precisamente a definição de quem recusa ver a Realidade, como tudo funciona e como, em décadas, nos conseguiram fazer tanta lavagem cerebral.

Se uma das "Grandes Produções" lhe conseguir abrir os olhos, a partir daí, tudo encaixa e deixa de fazer perguntas como aquela que repeti no início do comentário.
E, por favor, há décadas, ainda havia a desculpa para usar palavras, sem saber por quem eram criadas, hoje, com tanta informação para, com ela, poder comprovar ou desacreditar informação, já não há desculpa mas, a rapidez conta porque a censura vem a caminho, não só com novas leis alemãs contra a liberdade de expressão, canais e sites a serem retirados, o Politicamente Correcto que serve para o mesmo e, aquela entrevista onde têm de alterar o motor de busca do google porque, várias respostas são um "Bug" e já estão a trabalhar para, futuramente, só aparecer uma única opção, mais parecida com a net chinesa reduzida a meia dúzia de sites.

http://www.paulcraigroberts.org/2016/08/24/the-term-conspiracy-theory-was-invented-by-the-cia-in-order-to-prevent-disbelief-of-official-government-stories/

Neste caminhar para um Governo Global (daí a necessidade de fazer, "cair muros" e tudo o resto que sirva para centralizar Poder), temos apenas uma breve janela temporal que se está a fechar.

Como se pode passar tanta informação? Impossível, sem ser o próprio a fazer o seu próprio percurso mas, podemos dar o exemplo de uma das Maiores Produções e esperar que a curiosidade seja mais forte para iniciar esse percurso.

Há milhares de boas reportagens sobre o assunto, escolho uma das mais recentes e, mais "leves". Quem não quiser saber o que verdadeiramente se passa, terá uma vida de, cada vez, mais perguntas sem resposta.

https://www.youtube.com/watch?v=uLRLUXy_Hn8&feature=em-uploademail
911 THE DUST IN THE WIND

A pior fase, da maioria que "acorda", será quando tiver de atravessar, como se fossem as cinco fases do luto porque, ninguém gosta de descobrir que foi enganado e ludibriado, vezes sem conta. Instintivamente, há quem saiba que há qualquer coisa de muito errada no Mundo em que vivemos mas, deliberadamente, opta por continuar a "dormir" porque, verdadeiramente, ninguém "acorda" ninguém, cada um, terá de se "acordar" a si próprio.

Se espera saber pelos mídia "tradicionais" que meia dúzia de Corporações controla a nível global, nunca vai ficar a saber coisas como as organizações que formam "The Round Table": The Trilateral Commission, The Council on Foreign Relations (CFR), The bilderberg group, Club of Rome, The Royal Institute of International Affairs (Chatham House) e, naturalmente, Nações Unidas, Todos ligados onde cidadãos não elegem ninguém.
"Coincidência" Dívidas para interferir nas políticas internas, eurodeputados sem poder propor ou vetar leis, Privados criarem dinheiro "do ar", "acaso" ter acabado o padrão ouro, basta teclar "ar" e sugar bens reais... coincidências e acasos, há muito tempo, é tudo "Normal".
Sem imagem de perfil

De Alexandre Luz a 21.08.2017 às 13:50

Ficou a faltar a análise à primeira viagem à lua, à área 51 e ao incidente de Roswell...
Sem imagem de perfil

De Zeus a 21.08.2017 às 19:46

Por acaso sobre a ida à Lua, falei no meu 2º comentário aqui:
http://delitodeopiniao.blogs.sapo.pt/frases-de-2017-33-9496279
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 21.08.2017 às 13:13

Viva, Alexandre. Bem-vindo ao DELITO. E com um texto que, compreensivelmente, está a suscitar bastantes comentários. Era de prever.
Abraço.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Luz a 21.08.2017 às 13:50

Ainda bem. Obrigado pelo convite. Um abraço
Sem imagem de perfil

De tric.Lebanon a 21.08.2017 às 15:23

"O terrorismo atingiu novo auge, com o ISIS e outros grupos radicais, que, perante uma vida miserável, acabam por se refugiar na certeza que o Alcorão lhes dá. Tal como já tinha acontecido no passado na Europa, mas na altura por causa de outro livro, a Bíblia."
.
a Biblia!!!?? deve estar a delirar...deve estar a confundir com o livro da Jacobinada!!! novo auge com o ISIS !!!??? a Al-Qaeda já foi apagada...
Sem imagem de perfil

De tric.Lebanon a 21.08.2017 às 15:32

" Aliás, ainda três anos antes tínhamos aderido à CEE, hoje União Europeia, o que representava finalmente a entrada de Portugal no mundo desenvolvido."
.
sim...com a queda do Império Católico Português entramos no mundo desenvolvido...os interesses estratégicos sairam das mãos dos portugueses para as mãos de estados estrangeiros...a Capitais do mundo desenvolvido num espaço de 50 anos perseguiram os Católicos e promoveram a Islamização...simbolo disso é a "capital" do mundo desenvolvido, Bruxelas, que já se pode afirmar uma Capital de Meca
Sem imagem de perfil

De tric.Lebanon a 21.08.2017 às 15:35

os descendentes europeus coram de vergonha ao observarem a Islamização da Europa...
Imagem de perfil

De cristof a 21.08.2017 às 20:19

depois de 100 anos de sucessos ainda custa a muita gente entender o que é, e que valor tem a liberdade. Mas a diabolização dos outros, apesar dos resultados que costuma dar nas sociedades, mesmo liberais não faz pensar os moralistas: Porquê?

Comentar post


Pág. 1/2





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D