Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Começar de novo

por Sérgio de Almeida Correia, em 07.03.16

Unknown-2

Num país que continua a ter meio milhão de analfabetos, isto é, gente que não sabe ler nem escrever, a desastrada (e inaceitável) intervenção do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior na Assembleia da República pode ter muitas explicações. A começar pelo nervosismo. Essa será uma parte da história mas que, apesar de tudo, não a tornará desculpável.

A um primeiro-ministro que conjugava o verbo haver no plural junta-se agora um ministro que diz "interviu", em vez de interveio, e "tinhemos", em vez de tenhamos. O currículo do ministro pode ser o melhor do mundo, mas não há acordo ortográfico nem reforma educativa que remedeie o que aconteceu.

O ideal era voltarmos todos à Cartilha de João de Deus, a uma edição actualizada e aumentada, e que as televisões organizassem alguns concursos que, em vez de mostrarem analfabetos a dizerem asneiras e a exibirem os cus e as mamas à hora do jantar, ou que ande a perguntar aos concorrentes o preço dos electrodomésticos, os obrigasse a responder a questões sobre a cultura e a língua portuguesa. Um concurso que atribuísse prémios chorudos, em euros, e levasse os concorrentes a estudarem os tempos verbais, os advérbios, os pronomes e a fazerem provas de composição, talvez pudesse operar milagres. E, quem sabe, se até não poderia contar com o patrocínio do Presidente da República eleito e das fundações que por aí temos para levar todo o país a reaprender a ler, a escrever e a dizer. Eu também; que com estes exemplos que nos chegam em cada dia que passa vou desaprendendo e esquecendo o pouco que me ensinaram.

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

Sem imagem de perfil

De ali kath a 07.03.2016 às 10:41

os politicos de esquerda preferem as línguas ... das vacas
Sem imagem de perfil

De Ana Cristina Leonardo a 07.03.2016 às 10:55

O problema ter-se-ia resolvido muito bem, com um bom exame de quarta-classe!
A. C. Leonardo
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 07.03.2016 às 13:17

Excelente ideia, Sérgio. Aqui fica à consideração dos responsáveis da RTP. Para alguma coisa servirá termos uma estação televisiva que assegura por força da lei o cumprimento do chamado "serviço público".
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.03.2016 às 20:19

Sendo as coisas o que são, o mais provável é que a RTP, a propósito de cultura e idioma, se lançasse numa metódica e fanatizante catequese do AO90 (já o faz, naquela coisa breve a que chama, salvo erro, "em bom português"). Temo tudo o que venha daquele sítio. Vivemos num país onde a administração pública chamou a si com fervor patriótico a missão de violentar o idioma e ridicularizar o país.

Costa (Rui)
Imagem de perfil

De Bic Laranja a 07.03.2016 às 23:15

Os irresponsáveis da R.T.P. faz tempo que já têm a big picture da coisa.
Cumpts.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D