Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Cento e três

por Pedro Correia, em 17.10.17

 

Trinta e sete mortos confirmados até ao momento nos fogos que devastaram o País este domingo. O mesmo número das vítimas do atentado terrorista em Ancara, em Março de 2016. O mesmo número dos falecidos no violento sismo em Amatrice, em Itália, em Agosto de 2016. O mesmo número dos assassinados no morticínio num hotel de Manila, em Junho de 2017.

Trinta e sete, somados aos  65 mortos de Pedrógão. E ao  piloto que morreu a combater o fogo em Castro Daire.

Cento e três vidas ceifadas de forma inaceitável num país europeu do século XXI. O país da Web Summit, o país que exporta "modernidade". O país político que se entretém a legislar sobre a abertura de restaurantes a  animais de companhia mas é incapaz de zelar pela segurança e pela integridade física dos seus habitantes, tratados sempre como contribuintes pelo mesmo Estado que os ignora enquanto cidadãos.

 

ADENDA, às 17.25: O número de vítimas mortais de domingo, agora actualizado, eleva-se a 41. Superando portanto o dos mortos no atentado em Ancara, do sismo em Itália ou da chacina em Manila. Os incêndios em Portugal já provocaram este ano pelo menos 107 mortos.

Autoria e outros dados (tags, etc)


30 comentários

Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 17.10.2017 às 13:27

Fora as vítimas paralelas:
-Fauna;
-Flora;
-Património Material;
-Economia;
-Feridos;
-Sequelas físicas e mentais - que poderão encurtar a vida, ou provocar até mesmo a morte e não serão contabilizadas.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 17.10.2017 às 15:39

Sim. Património imaterial também: muitas destas vítimas, que viram arder as casas e todo o seu recheio, perderam grande parte da memória afectiva a elas ligadas. Uma espécie de morte dentro da vida.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 17.10.2017 às 13:43

Pedro ponha aí os falhanços repetidos da Justiça na protecção das mulheres , vitimas de violência doméstica.
Os falhanços da CPCJ que entrega crianças a casais que reiteradamente as violentam.

Adicione o índices de pobreza/ privação existentes nosso país.
A emigração entre os jovens formados pelo nosso Estado e que vão para fora obter o reconhecimento que não têm cá. Adicione aí os 10% responsáveis por 70% das receitas geradas pelo IRS. .....Adicione. ...

Mas a culpa é nossa. Disso não tenho dúvida
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 17.10.2017 às 15:40

Mas já temos restaurantes que permitem a entrada de animais de estimação. E exportamos "modernidade", seja lá o que isso for.
Sem imagem de perfil

De Justiniano a 17.10.2017 às 14:12

E que não lhe doam as mãos, caro Pedro Correia!!
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 17.10.2017 às 15:39

Infelizmente, caro Justiniano, bem gostaria de escrever sobre qualquer outro tema menos este.
Sem imagem de perfil

De Justiniano a 17.10.2017 às 16:21

Na localidade onde tenho uma pequena quinta, que ardeu, casa, carvalhos e pinheiros, morreram 3 pessoas!! O meu prejuízo é, uma vez que não vivo da quinta, de ordem afectuosa e moral. Mas ao redor há mortos e vidas cortadas pela tragédia! Gente que vivia ou compunha o seu rendimento com a terra, a floresta principalmente, mais pobre ficará! As marcas do fogo são a cicatriz que agora ostenta, e sem memória de igual! Não tenho dúvida que se regenerará, a minha parte farei!
Daquela coisa a que se chama governo, espera-se que, quando não ajude, pelo menos, não estorve!
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 17.10.2017 às 22:45

Com raízes e vínculos afectivos profundamente ligados ao país rural, nem imagina como sinto estas tragédias humanas, meu caro.
Um abraço muito forte.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 17.10.2017 às 15:07

O país político [...] é incapaz de zelar pela segurança e pela integridade física dos seus habitantes

Quando entre esses habitantes se contam o Rui Rocha e o José António Abreu, que num dia de incêndios decidem andar a atravessar o país de carro, apesar da óbvia perigosidade disso, é de facto difícil zelar pela segurança de todos.

Zelar pela segurança compete antes de mais a cada um de nós, evitando atuações estouvadas e perigosas. Não compete somente, nem sequer principalmente, aos políticos.
Sem imagem de perfil

De Javardoura a 17.10.2017 às 16:28

Meu caro, se levar com um vaso na cabeça suponho que podemos culpá-lo pela estultícia de ter ousado passar por baixo de uma varanda.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.10.2017 às 22:34

Não tem nada a ver com a ousadia daqueles dois ... como direi ... malucos.
Sem imagem de perfil

De am a 17.10.2017 às 21:54

Amarrem este lavoura a um pinheiro e deixo-no .... arder!

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.10.2017 às 22:32

Aqui está uma resposta ao nível de certa gentinha.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 17.10.2017 às 16:40

vidas ceifadas de forma inaceitável num país europeu do século XXI

Deve ser por o país ser europeu que é inaceitável. Já se fosse na Califórnia, onde ainda agora morreram para cima de 30 pessoas em incêndios, é perfeitamente aceitável.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 17.10.2017 às 19:38

Uma das características notáveis dos EUA é a ineficiência dos seus serviços públicos. Uma questão ideológica. Confira-se Katrina, ou mais recentemente os últimos tornados
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 18.10.2017 às 09:49

Não se trata de ineficiência dos serviços públicos. Trata-se de que, na Califórnia como no resto dos EUA (e na Suécia, e no Japão), as casas em que as pessoas habitam são na maior parte construídas de madeira. Se há um incêndio, as próprias cidades podem pegar fogo, ao contrário do que acontece por cá.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 17.10.2017 às 16:43

O país político que se entretém a legislar sobre a abertura de restaurantes a animais de companhia

Até me admira como não houve nenhum deputado que se tenha abstido na votação e saído do Parlamento como forma de protesto. Em todos os partidos, os deputados votaram sobre essa inanidade, em vez de terem corrido a pegar numa mangueira e combater os fogos. É vergonhoso.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.10.2017 às 17:33

a serio!!!?? inacreditavel!!! estamos entregues aos bichos...até onde chegou a estupidez...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.10.2017 às 16:57

o fogo só se apoderou do que as elites politicas desprezaram...um regime que destrói o mundo rural e agora anda com lágrimas de crocodilo...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 31.10.2017 às 07:43

Alguns não fazem a menor ideia do que é a vida rural. E falam do tema como se fossem catedráticos da matéria.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.10.2017 às 18:29

Cento e três mas ainda estomos longe da Somália e mesmo do Iraque etc.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 17.10.2017 às 18:44

Ah, OK. Então tudo bem.
Perfil Facebook

De Rão Arques a 17.10.2017 às 19:43

SEM PERDÃO
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 17.10.2017 às 22:54

Nada pode ficar na mesma.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.10.2017 às 22:02

http://observador.pt/2017/10/17/incendios-multiplicam-se-eventos-de-protesto-no-facebook/

Ainda se juntaram talvez 500 pessoas, mas a chuva assustou toda a gente e agora nem uma alminha anda pelo jardim da Praça Afonso se Albuquerque...
Indignados mas não molhados..
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 17.10.2017 às 22:33

Eu, Anónimo acima.

Aproveito para referir que no Sábado vou estar no Camões.

Comentar post


Pág. 1/2





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D