Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Blogue da semana

por Rui Herbon, em 07.06.14

Influenciou pelo menos duas gerações de melómanos, entre os quais me incluo. O seu gosto, pautado mais pela estética, as ideias e a aportação de novo material sonoro do que por géneros, faz dele um crítico e divulgador único no panorama nacional. Comecei a lê-lo no Expresso e mais tarde a ouvir os seus programas na XFM e na Voxx. O ano passado, após uma colaboração de mais de 20 anos, o tal semanário, no seu longo mas obstinado caminho para a mediocridade, resolveu dispensar os seus serviços. Falo, claro, do Ricardo Saló.

 

Felizmente aderiu à blogosfera, dando-nos um espaço com muita música — novidades, clássicos, músicos e músicas inexplicavelmente esquecidos, objectos fora de qualquer categoria — e alguns textos de enquadramento. Chama-se Em busca do acorde perdido e é a minha escolha para blogue da semana.

 

Triste país este em que apedeutas irremediáveis e indigentes mentais têm tanto espaço em jornais e o Ricardo não. Mas nem tudo é mau, pois podemos ouvi-lo no melhor programa de rádio do universo e arredores: A fuga da arte. Passa na Antena 2, à meia-noite de sábado para domingo, e as emissões estão disponíveis aqui.

 

PS: Esta escolha é também uma homenagem e um agradecimento pessoal ao Ricardo Saló.

Autoria e outros dados (tags, etc)


9 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 07.06.2014 às 14:16

Boa escolha, Rui. Não conhecia. É uma agradável surpresa: sou leitor de há muitos anos do Ricardo Saló. O jornal onde ele escrevia perdeu muito por tê-lo dispensado (a ele e vários outros).
Gostei do blogue, embora lamente que não tenha 'blogroll': agora parece ter-se tornado moda ignorar a existência de outros blogues nas abas laterais, tendo-se perdido a cumplicidade recíproca que existia nos primeiros anos de blogosfera e a tornava numa verdadeira comunidade.
Mesmo com esta ressalva, que poderia estender a tantos outros, este é um blogue a seguir com interesse.
Sem imagem de perfil

De Ricardo Saló a 07.06.2014 às 15:47

Caro Pedro: obrigado pelas suas calorosas considerações a respeito do meu 'peso' na melomania nacional (a qual, com mais elogios como estes que aqui leio, corre o risco de se afundar antes de Veneza... :)). Sobre as críticas que me faz, estou, inteiramente, de acordo com os princípios que lhes são subjacentes, mas não posso deixar de esclarecê-lo que a situação apenas se deve ao meu elevado grau de 'iliteracia' na matéria e a uma situação precária que ditou o adiamento da entrada em cena de 'mão-de-obra especializada'. A situação será corrigida nos próximos dois meses para que cada visita ao meu blog deixe de apresentar tantas semelhanças com uma visita guiada às gravuras de Foz Côa. Obrigado pela sua opinião (construtiva) e um forte abraço.
Ricardo Saló
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 08.06.2014 às 00:01

Abraço retribuído com todo o gosto, Ricardo. Felicidades para o blogue.
Imagem de perfil

De Patrícia Reis a 07.06.2014 às 14:48

Muito bom!
Sem imagem de perfil

De Ricardo Saló a 07.06.2014 às 16:00

Caro Rui: como os rios que confluem para uma foz comum, tudo o que de tão caloroso exprime a respeito das minhas actividades desagua numa única palavra minha: obrigado. Presta-me, de forma desisteressada, um serviço inestimável, ao qual -antes de o seu texto ter sido, sequer, pensado- já estava a tratar de corresponder. Como digo, na resposta ao comentário de outro frequentador do seu blogue, sofro de 'iliteracia' aguda nestes domínios. Mas, tal como a cavalaria vinha sempre a caminho nos westerns clássicos, 'mão-de-obra especializada' vem nesta direcção, para que o meu blogue se assemelhe menos às gravuras de Foz Coa e tudo fique mais claro e confortável para o leitor. E, também, para que possa estabelecer laços de solidariedade com outros blogues, incluindo a elementar lista de 'sítios' que, em meu entender, vale a pena visitar. De novo, obrigado e um forte abraço.
Ricardo Saló
Sem imagem de perfil

De Marina Tadeu a 07.06.2014 às 16:14

Se não fosse o Ricardo eu não teria há 20 anos seduzido o marido, um trompetista, com um CD do Bill Frisell. O nosso filho, Sebastian, dorme com a guitarra. Agora digam, como é possível agradecer isto?
Sem imagem de perfil

De Ricardo Saló a 07.06.2014 às 16:58

Marina: felicito-te pela escolha de disco e marido. O que quer dizer que, caso tivesses utilizado Sonic Youth para o mesmo efeito, receio que terias sido obrigada a 'abraçar o celibato'! :) Bjs
Sem imagem de perfil

De Ana a 07.06.2014 às 20:46

Obrigada por me ter encaminhado para o "Em busca do acorde perdido". Desconhecia por completo.
Sem imagem de perfil

De Alor a 27.09.2014 às 23:44

E eu digo o mesmo: muito obrigado!

Quanto a Saló, 1001 obrigados pelas bandas sonoras de Sábado à noite!

AbraÇalam,

R.

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D