Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Admirável mundo novo (IX)

por Rui Rocha, em 13.10.15

Um governo-sombra é para meninos. Estamos perante a possibilidade de um governo-treva.

Autoria e outros dados (tags, etc)


12 comentários

Sem imagem de perfil

De queima beatas a 13.10.2015 às 17:35

Eco precoce do jornal da noite para quem me faz lembrar o conhecido emplastro a pôr-se á frente ao empurrão:
Pede sem mãos a medir, ainda e nunca aceitará seja o que for gritando sempre por mais, porque o que quer mesmo é deitar as mãos á gamela. Deixem-no a falar sozinho que acabará por conseguir o supremo do contorcionismo circense. De tanto abrir a boca acabará por se estatelar por esse buraco dentro dele próprio. Até logo á hora da comunicação atrelada e manhosa.
Sem imagem de perfil

De Orlando a 13.10.2015 às 18:19

Já eu penso de forma contrária. Parece que estamos na eminência de nos livrarmos de um governo-treva que obscureceu o país durante 4 anos. O país conservador avesso a mudanças está em pânico. As ameaças, chantagens, coações veladas ou mesmo descaradas abundam por estes dias. É esta a democracia que nós temos. Tudo se faz para amedrontar as pessoas, como aliás constatámos já na campanha eleitoral. Será que nas sociedades ocidentais dominadas por esse polvo gigantesco chamado mercado, com os seus fieis servidores,que tudo fazem para viciar a formação da vontade dos cidadãos, recorrendo aos métodos mais baixos de manipulação e de intimidação, poderemos afirmar de plena consciência que existe verdadeira liberdade na escolha? da minha parte tenho muitas dúvidas. É necessário ter uma estrutura mental bem forte e emancipada para resistir à lavagem ao cérebro que de forma constante este sistema dominado pelos grandes interesses económicos nos faz. Felizmente que existe sempre alguém que resiste, e prova disso são os resultados eleitorais que demonstraram de forma cabal, que a maioria dos portugueses ainda que de maneiras diversas, disseram não à continuação da politica de direita que empobreceu o país e a maioria das pessoas.
Sem imagem de perfil

De am a 13.10.2015 às 18:50

Tem toda a razão camarada
De Oralndo


Vejamos o governo do Syriza.: - Depois de vários anos de PASOKS. ás pazadas .. bastou um Bodafokas, para salvar a Grecia da ditadura da EU / Mercados / Troikas e quejandos... Hoje o povo grego respira felicidade.
....

Só camarada: Isto não é poesia Alegre... nem brincadeira de garotos... Os "tubarões da finança" estão à espera do dia de amanhã para porem a recato os milhões!

Desconfio que os médicos/enfermeiros/ engenheiros/ técnicos de toda a espécie/ jovens trabalhadores, não queiram receber os ordenados em Escudos" ...
Sem imagem de perfil

De Orlando a 13.10.2015 às 19:15

Esse argumentos já estão velhos e gastos. São sempre os mesmos para manter o status quo desta sociedade. Amedrontar, amedrontar, manipular, manipular, coagir e coagir, como se não existissem alternativas válidas às receitas impostas por este neo liberalismo selvagem que nos suga há muito tempo! A roda da história não para, ao contrário do que defendem os habituais "velhos do restelo".
Sem imagem de perfil

De am a 13.10.2015 às 19:41

Náo esta nada velho.... camarada Oralndo!


A ereção do Vodafokas foi já poucos dias!

Sem imagem de perfil

De Orlando a 13.10.2015 às 20:01

Pois é, na falta de argumentação, responde-se dessa forma. A pior das pobrezas é a pobreza de espírito! Enfim...
Sem imagem de perfil

De Sónia a 13.10.2015 às 18:57

O melhor comentário que li por estes dias. Concordo plenamente. Haja alguma lucidez neste país, por vezes, tão tacanho.
Sem imagem de perfil

De João Pedro a 14.10.2015 às 00:13

Eu não votei na PaF, mas de forma alguma votei numa solução de governo com o vetusto (e sempre ao lado das ditaduras) PCP e o patético BE, que acham que a austeridade se acaba num passe de magia e que uma taxa moderadora pelo aborto é que é ser "fundamentalista ideológico" (há 8 anos já era admissível). Já sabia que a esquerda radical não olhava a meios para conquistar o poder. Não sabia era que o PS também ia pelo mesmo caminho. E depois os outros é que manipulam. Está bem abelha.
Sem imagem de perfil

De William Wallace a 13.10.2015 às 19:32

Já lhe apanhámos o gosto (ao governo treva), mais um ou menos um, atendendo ao estado da arte é indiferente.

Sem imagem de perfil

De Os mal coligados a 13.10.2015 às 20:06

Tivemos um governo-treva que se faça luz e venha um governo que nos tire do radicalismo e da austeridade que este governo coligado tanto nos massacrou.
Sem imagem de perfil

De isa a 13.10.2015 às 20:36

Quando alguém arranja um estratagema para poder dar um chuto num colega de Partido.
Quando se habituou, na Câmara, a criar novas taxas, onde até uma taxa anual se pode transformar em prestações na conta da água mas, simplesmente, para poder criar uma nova taxa, do mesmo montante, apenas, com outro nome e, fico a pensar... uma taxa a dobrar... quanto dinheiro não renderá, implantada a nível Nacional...
Alguém que consegue deixar, no lugar que abandonou, um não eleito, um delfim à sua escolha.
Quando é o maior perdedor nas eleições e pensa que basta fazer pactos, de preferência, onde ele possa ser Primeiro Ministro e, de preferência que, os outros "empactoados" (esta invento eu), fiquem sentadinhos às suas ordens... no mínimo, devia acender uma luzinha vermelha de alarme... Só lhe falta, mesmo, governar, para conseguir extinguir o PS mas, talvez uma parte do PS, aproveite para investir "bem", estes últimos quatro anos de subsídios europeus. Não me esqueci que ele até vai tentar, arriscar Tudo num só ano, para incentivar a economia... ora, como as economias de todo o Mundo estão a cair... China, Brasil, India, Rússia... até a Alemanha... no mínimo, só fazendo um pacto com Shiva ou outra entidade sobrenatural... ou... abrir caminho para mais uma Troika...
Quando uma Câmara cria um Fundo (com o nosso dinheiro) de dois milhões de euros, para alugar casas no mercado livre... para refugiados... que "sorte" será... para "alguns" senhorios...
Das Três... uma... anda tudo a fumar alguma coisa ilegal, concorda por aspirações à "gamela" ou, realmente, só há "anjinhos" em Portugal.
Mas... no fundo, acredito mais na sabedoria de Albert Einstein:
"Two things are infinite: the universe and human stupidity; and I'm not sure about the universe"
Sem imagem de perfil

De Costa a 13.10.2015 às 21:43

Ou como é sabido: "never underestimate the power of stupid people in large groups". E o povo, só por ser povo, não é necessariamente inteligente. Erra e depois de perder quase tudo coloca-se (ainda mais) à mercê de ambições e desesperos pessoalíssimos.

Os últimos dias e muito possivelmente os próximos tempos encarregar-se-ão de o demonstrar plenamente. E, chegados onde chegámos, sem se poder sequer invocar a desculpabilização da ignorância.

Mas estamos em Portugal: está muito bem assim e nem poderia ser de outra maneira.

Costa

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D