Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Admirável mundo novo (VI)

por Rui Rocha, em 10.10.15

Depois de um lunático egocentrista e trampolineiro que atirou o país para a bancarrota, o Partido Socialista oferece-nos, agora como então perante a passividade generalizada dos seus militantes, um líder que admite entregar a decisão política ao PCP. Um enorme obrigado ao PS.

Autoria e outros dados (tags, etc)


9 comentários

Sem imagem de perfil

De William Wallace a 10.10.2015 às 19:39

O PS não quer entregar nada a ninguém, o PS quer é tachos e meter a boyada toda a circular nos gabinetes, fundações, empresas publicas, semipúblicas , semiprivadas outra vez.

Sócrates sendo um lunático, pedante e vaidoso ao menos venceu eleições, já Costa perdeu-as e mesmo assim está a fazer finca pé numa associação ao PCP e BE que nem a maior parte das pessoas que votou BE e PCP quer, ao contrário do que diz muita comunicação social e socializada.

A não demissão imediata de Costa no PS e a falta de clarificação interna no PS só demonstra uma vez mais que o PS se move unicamente por interesses pessoais ou corporativos.

Creio que se o PAF tivesse sido derrotado, alguém no PSD já teria lá colocado os pontos nos is por lá, gente com vontade para isso é o que lá não falta.

Sem imagem de perfil

De Seriedade a 10.10.2015 às 19:48

Só houve trampolineiros no PS? Não diga que Sócrates que tem muitos pecados, atirou o país para a bancarrota porque sabe que não é verdade. Sejamos sérios e vamos analisar alguns dos primeiros ministros que nos governaram. Temos de agradecer ao Durão Barroso que fugiu em busca do bem bom e enquanto esteve nesse bem bom e por não fazer nada em prol dos cidadãos, Balsemão põe-no como seu substituto no grupo Bidelberg que é um grupo que todos sabemos como funciona. Vamos agora olhar Cavaco Silva que esbanjou dinheiro vindo da CEE, destruiu a agricultura, as pescas e teve ministros seus, no caso BPN e que andam por aí à solta a viver à grande e a quem o juiz Carlos Alexandre prende um sem provas e deixa a marinar o processo de Dias Loureiro. Só com isto já chegamos à conclusão que é melhor não atirarmos pedras porque a seguir atiram-nas a nós.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 10.10.2015 às 21:22

Sócrates duplicou mais do que a Dívida feita em Democracia, se contarmos com a encapotada em Empresas Publicas que passaram só a ser contadas com a chegada da Troika.

Fim da Ditadura: 15% de Divida Publica
Período de Democracia até Sócrates(~35 anos): 15% para 60%
Sócrates(4 anos): 60% para 120%

Para perceber, à volta de metade dos juros que pagamos foram feitos por Sócrates. Sem a Dívida feita por Sócrates hoje não teríamos Défice.
Sem imagem de perfil

De áááá a 11.10.2015 às 00:57

Mas é divida virtuosa e por isso não se deve pagar.
Sem imagem de perfil

De João Pedro a 12.10.2015 às 23:42

Todos sabemos como funciona o grupo Bieldeberg? Eu não sei, mas suponho então que o caro "De Seriedade" já tenha frequentado algumas reuniões para saber como é que eles "controlam o mundo".
Sem imagem de perfil

De queima beatas a 10.10.2015 às 21:01

A única duvida. Costa enlatado ou entalado? Eu só queria perceber como é que as conserveiras metem a sardinha dentro da lata se a lata está fechada.
Sem imagem de perfil

De Sopro a 10.10.2015 às 21:36

Costa nem enlatado nem entalado. Costa tem o poder na mão. Os PÀF não poderão fazer o que querem porque foi-se a maioria. E agora? Agora é que são elas... É a vida! Por mais mal que digam de Costa têm de vergar-se ou então, nada feito.
Sem imagem de perfil

De queima beatas a 10.10.2015 às 22:13

Costa não passa de um supositório fora de prazo que nem os da casa querem introduzir ao fundo das costas. Como já está a derreter e para não estragar vai ser ele próprio a enfiá-lo como troféu de caca onde se fosse galinha punha o ovo.
Sem imagem de perfil

De William Wallace a 10.10.2015 às 22:33

O PAF venceu por isso deve governar, como não tem maioria absoluta deve procurar junto dos outros partidos formas de viabilizar as suas politicas (do PAF ) e estes devem ser receptivos porque reconhecem a sua (deles) derrota, é assim em todo o lado.

O PS partilha toda a cartilha do PAF nas questões ditas fracturantes que a verdadeira esquerda não partilha, logo o PS não pode nunca promover uma frente que não representa e para a qual não foi legitimado uma vez que antes das eleições essa hipótese foi rejeitada tanto pelo PS como pelo PCP e BE.

O que é necessário é que as pessoas sejam honestas, sérias, assumam as suas responsabilidades e as consequências dos resultados eleitorais.

As patifarias do PAF não podem nunca justificar uma frente de esquerda assente débeis pilares só porque sim, até porque o PAF apesar de todas as escandaleiras e dolo na governação venceu as eleições e não podemos andar a brincar ás eleições até as mesmas nos conferirem o resultado que pretendemos que por acaso é um modus operandi muito a lá PS.

Não sei se é um leitor habitual deste blog mas se for sabe que eu sou fortemente contra o PAf , as suas politicas na forma e conteúdo por isso estou mais que á vontade para lhe dizer que não reconheço qualquer legitimidade a esta pseudo frente liderada por uma pessoa oportunista e refém de interesses que não o NACIONAL.


" Somos um país pequeno, com problemas sérios, e não podemos aderir a frentes débeis, só com o fim de proclamar que - brincamos às democracias "

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D