Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A semiótica do cenário

por Rui Rocha, em 30.10.17

costa quartel.jpg

Quando a tua imagem ficou claramente afectada e precisas urgentemente de projectar uma ideia de consistência e credibilidade, como deves organizar o cenário da tua entrevista? Precisamente. Carros de bombeiros em exposição como se estivessem em parada, mangueiras a esmo, machados e outros adereços espalhados profusamente para que se crie no espectador a percepção imediata de que o que se vê é tudo menos realidade. É de génio. Aliás, a entrevista de Costa no Quartel dos Bombeiros, rodeado de extintores, capacetes e mangueiras, só encontra paralelo nos aviadores ingleses do Allo Allo que andavam com cebolas ao pescoço para passarem por vendedores locais.

cebolas.jpg 

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Jorg a 30.10.2017 às 11:28

Se os "spinners" do Estado lampião pegarem neste imagético mote para encenação "salva-coiro", vamos ter uma "entrevista" do Pneumático Vieira, no Balneario dos anexos do Colombo com uma vista para um chão polvilhado com uma série de prostrados, tipo os escangalhados computadores do Pedro Guerra e daquele advogado arguido, mais o I(l)usão, o Bruno Varela, o André Almeida, o Pizzi ou até o Sócrates equipado com aquela camisola oferecida pelo Barbas, etc.....
Perfil Facebook

De Rão Arques a 31.10.2017 às 10:41

SUGESTÃO DE ENCENAÇÃO
Desde o cenário montado até ao ponto escondido no alçapão com as orelhas ao léu, passando pelo amontoado dos bastidores, pelos actores e sucessão de actos, cenas, papeis e raquete de contra-regra, cheira a peça mal amanhada.
De Belém a São Bento, desde a batuta ao batoteiro passando pelas capelas e capelinhas da fé, esperança e caridade todos soam a coro ensaiado em caves sombrias.
Ou imitam muito bem ou disfarçam muito mal
Sem imagem de perfil

De Maria Lopes a 30.10.2017 às 15:33

Ó povinho do caraças! Não vão todos comemorar o portuguesíssimo Halloween? Ora, assim sendo, o rapaz aproveitou para anunciar onde vai ser a festa do doce ou travessura.
Se o homem não se mascara, é porque não sabe brincar. Se o homem dá uma pista sobre a festa, começa a maledicência. Haja dó, povinho, haja dó.
O Halloween é nosso, faz parte da nossa cultura e estamos a mostrar aos estrangeiros como se brinca.
Parem de falar mal do rapaz. Credo.
Maria Lopes
Sem imagem de perfil

De jerry khan a 30.10.2017 às 16:40

'MONHÉZICES', cpmo disse JJ a Narana
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.10.2017 às 17:50

O que faz ali o machado ?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.10.2017 às 18:08

Excelente humor.
Aprendizes de feiticeiro no poder.
Confundem, ritual e realidade. Pompa com conteúdo.
Dir-se-ia que governar, ser Rei de Portugal, bem vale uma missinha.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.10.2017 às 22:06

Parecia-me o patrocínio de uma firma com artigos bombeirais.
O presidente do conselho não se fardou para a entrevista,fez mal,a foto colava melhor.
Básicos.
Sem imagem de perfil

De singularis alentejanus a 30.10.2017 às 23:30

Lembro-me bem de encenações deste tipo, mas com o Almirante Américo Tomáz.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D