Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A noite em que todos perderam

por José Gomes André, em 27.05.14

Com excepção da CDU e de Marinho Pinto, todos perderam. O PS obtém uma vitória curta, face às expectativas de congregar o voto de protesto contra a coligação PSD/CDS. A Direita sofre uma derrota histórica, que poderá abalar os alicerces do Governo (vem a caminho uma remodelação ministerial?). O Bloco continua a via da implosão. Perdeu as causas fracturantes para o PS e ao rejeitar ser hipotético parceiro dos socialistas tornou-se politicamente irrelevante. A abstenção atingiu valores elevadíssimos, resultado de um crescente (e preocupante) desânimo popular com a política (e com a Europa!) e do desgaste dos partidos tradicionais. O Governo sai fragilizado, mas a oposição não recolheu combustível suficiente para apelar de forma convincente a eleições antecipadas. A “força da rua” mostra-se nos “media” e nas redes sociais, mas o país real parece sobretudo amorfo e indiferente.

A CDU obtém um resultado notável, mas o seu discurso ideológico continua demasiado radicalizado para poder figurar como eventual parceiro de governação para o PS (e o facto de os comunistas terem feito campanha agressivamente contra os socialistas só adensou o abismo entre ambos). Marinho Pinto consegue a proeza de ser eleito para o Parlamento Europeu sem que se lhe conheça uma ideia sobre a Europa. Os eurocépticos ainda são irrelevantes em Portugal, mas o poder mediático do populismo já se faz sentir. 

[publicado ontem no Diário Económico].

 

P.S. A euforia de Seguro e Assis não passou de uma encenação para tentar vender a imagem de uma Direcção ganhadora. Correspondeu na verdade a um autêntico "canto do cisne". A vitória foi curta (como qualquer pessoa notou desde logo). Segue-se pois uma guerra civil no PS...

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 27.05.2014 às 16:34

Marinho Pinto consegue a proeza de ser eleito para o Parlamento Europeu sem que se lhe conheça uma ideia sobre a Europa.

Não é grande proeza: muitos outros já foram eleitos eurodeputados sem que se lhes conheça uma qualquer ideia sobre a Europa.

o poder mediático do populismo já se faz sentir

Já há muitos, muitos anos: não foi Manuel Monteiro quem rebatizou o CDS como Partido Popular? E não foram populistas as campanhas de Paulo Portas pelas feiras e a favor dos reformados e dos agricultores? Populista é o CDS-PP!
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 27.05.2014 às 16:37

Com excepção da CDU e de Marinho Pinto, todos perderam.

Além de Marinho Pinto ganhou (e muito!) o Partido da Terra, que à boleia de Marinho Pinto conseguiu eleger um eurodeputado (o segundo da lista) que jamais teria sido eleito se não fora por Marinho Pinto. Mesmo que Marinho Pinto decida agora divorciar-se do Partido da Terra, este último ficará com um seu militante como eurodeputado - e poderá, eventualmente, extrair daí algum financiamento.
Imagem de perfil

De Tiago Cabral a 27.05.2014 às 16:42

A CDU não pode ser considerada vencedora. Hoje por hoje não tem qualquer utilidade. Durante anos segurou à esquerda os descontentes do sistema político, agrupou à sua volta a maioria daqueles que não se reviam neste sistema político. No presente mantém os seus 10/12% de votação e cantam vitória. Foi de longe a melhor oportunidade que tiveram, com tantos descontentes com o actual governo e também sem acreditarem que o PS é de facto uma alternativa. Mesmo neste cenário, e com a desagregação total do BE, os comunistas não conseguiram uma votação para lá da normalidade. Os descontentes olham hoje para o PCP como um partido que faz parte do sistema. E claro na sexta-feira lá teremos a tradicional moção de censura. Até por aqui se vê que nada compreenderam do que os portugueses quiseram dizer nestas eleições.
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 27.05.2014 às 17:27

Dizer que quem mais perdeu foi Portugal, é um cliché... mas é tão verdade...
Sem imagem de perfil

De Carlos Cunha a 27.05.2014 às 21:36

não conhece uma ideia do marinho pinto sobre a europa, diz.
mas conhece-o, creio.
e conhece os eleitos do ps / psd / cds e o que pensam sobre a europa, para além dos cabeças de lista?

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D