Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Alberto Costa e o fim dos vasos

por João Carvalho, em 23.09.09

Alberto CostaEstá agora explicada a estranha ausência da campanha eleitoral do ainda ministro da Justiça. Alberto Costa reapareceu hoje  no papel institucional a fazer uma declaração que há-de calar fundo em muita gente: acabaram os vasos sanitários nas prisões. Não só todos os presos passam a ter acesso a instalações sanitárias, como está finalmente atingido aquele que constituía um objectivo do governo.

Ao fim de quatro anos e meio de governação, este era o anúncio da Justiça que faltava e que o País esperava ansiosamente. O ministro bem merece este destaque, por ter cumprido com tanto afinco e prontidão tão elevado objectivo.

Autoria e outros dados (tags, etc)


20 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlos Narciso a 23.09.2009 às 20:57

Na verdade, trata-se de uma revolução, não intestinal, mas de procedimentos. É que cagar no meio da cela, à vista dos parceiros, é de uma indignidade incomensurável. Acabou-se? Parabéns.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 23.09.2009 às 21:04

Sem dúvida, Carlos. Devia estar resolvido há muito. O que me espanta é a cagança do anúncio. Aquele ar impante de vitória sobre os vasos desconcertou-me.
Sem imagem de perfil

De Maria a 23.09.2009 às 22:24

Qual "Gatos Fodorentos " qual carapuça...o DO e neste caso o João é que é ... essa dos vasos é digna de antologia:))
Imagem de perfil

De João Carvalho a 23.09.2009 às 23:07

Não precisa de exagerar. Hehe...
Sem imagem de perfil

De Francisco a 23.09.2009 às 22:12

Ainda há muito potencial para surpresas neste país.
Como exemplo: as cozinhas dos hospitais podem deixar de ter azulejos partidos. E os hospitais podem passar a ter ar climatizado.
Outra novidade bonita de se ver mexida foi a lavagem de mãos dos médicos e existência de desinfectantes de mãos nos hospitais. Mas ficamos à espera de ver os cafés ao lado do hospital sem batas e estetoscópios.
Exigência e profissionalismo. Este ano, ainda o Hermínio Loureiro pedia audiências com a ministra por causa da gripe A já o FCPorto rastreava todos os atletas que chegavam ao estágio. Lá está, exigência e profissionalismo costumam dar resultado.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 23.09.2009 às 23:13

Que há coisas que se vão fazendo - e até muitas ainda à espera de vez - que já deviam estar feitas há muito, isso todos sabemos. O que me surpreende é o folclore com que um político surge lá do seu alto para dizer que já conseguiu colocar letreiros em todos os refeitórios a dizer que é proibido cuspir no prato. Enfim...
Sem imagem de perfil

De Francisco a 23.09.2009 às 23:21

Tem razão. Reconhecer o óbvio parece um desperdício de elogios.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 23.09.2009 às 23:26

É escusado, Francisco. Eles não resistem, nem que seja só para anunciar que acabaram de assinar uma requisição para comprar duas esferográficas para o gabinete.
Sem imagem de perfil

De Francisco a 23.09.2009 às 23:36

Depois vêm as eleições; poucos se lembram e ainda menos se querem lembrar. Desperdício mesmo.
Sem imagem de perfil

De james a 23.09.2009 às 22:59

Não entendo que seja mérito do ministro, acho, pelo contrário, que foi uma grande pouca vergonha que atravessou todos os partidos e a que ninguém pôs cobro desde o mais pintado ministro da Justiça a começar por Mário Raposo, Meneres Pimentel, Laborinho Lúcio, António Costa, etc , etc .
No fundo, prova que o Bloco Central não conseguiu vencer o império da merda .
Imagem de perfil

De João Carvalho a 23.09.2009 às 23:16

Do mesmo modo que não é fácil habituar certos comentadores à linha desejável. Mas devagarinho a coisa lá vai.
Sem imagem de perfil

De james a 24.09.2009 às 00:27

Bolas, até parece o João Gonçalves a citar Céline e a vaselina....
Imagem de perfil

De João Carvalho a 24.09.2009 às 00:37

Não recomece a descambar, que lhe fica mal.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 23.09.2009 às 23:09

Debalde pensámos que esta medida seria concretizada logo no início do mandato de um governo tão moderno, tão 'na hora', tão prafrentex, tão simplex. Mas vale mais tarde que nunca. Nas celas das prisões portuguesas, o século XXI chega enfim, com mais quatro anos e meio de atraso.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 23.09.2009 às 23:14

Eu também esperava que tivesse sido muito antes. Debalde.
Sem imagem de perfil

De james a 23.09.2009 às 23:21

Era mais importante preservar as pinturas rupestres de Foz Côa e entregar os títulos ao Citibank ...
Prioridades, meu caro, dada a escassez de recursos...:)
Imagem de perfil

De João Carvalho a 23.09.2009 às 23:24

Então retiro o "debalde". Fica 'devaso'...
Sem imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 24.09.2009 às 11:06

Caro João,

Por muito que custe a muita gente essa é uma marca civilizacional, uma coisa aparentemente muito simples mas que ninguém antes conseguiu que acabasse. Quando está em causa a dignidade da pessoa humana tudo o que se fizer será sempre pouco. Noutras coisas não terá estado tão bem, mas aí: 5 estrelas.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 24.09.2009 às 11:45

Nã-nã-nã-nã, Sérgio. Concordo contigo integralmente, mas não é isso que eu viso.
Como já expliquei acima, o que me dana é a cagança do anúncio lançado a nível nunca abaixo de ministro, é aquele ar desconcertante de vitória.
Sem imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 24.09.2009 às 12:41

Percebo e também não gosto, mas neste momento desvalorizo isso em função do resultado. Abraço,

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D