Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Cinco ambientes discursivos

por João Carvalho, em 21.09.09

Esta noite tive um sonho invulgar. Sonhei que os líderes dos principais partidos estavam a discursar sobre um dos sectores mais esquecidos da governação que agora termina: o Ambiente. Parece-me que não estavam todos a falar do mesmo "ambiente", mas consegui reter as intervenções depois de despertar e deixo-as aqui como curiosidade. Parece-me escusado identificar cada líder, porque acho que o jeito de cada um é suficiente. Identificam-nos, ou estarei enganado? Atentem.

 

É redundante dizer que nem sempre tivemos bom ambiente. Amigos e camaradas: o que é importante é aprendermos com os erros. Não me custa reconhecer, meus amigos, que é preciso tratar o tema com delicadeza. Ao contrário: temos propostas que são propostas essenciais a um ambiente de confiança. Não são de bota-abaixismo. Temos hoje tecnologias que são hoje tecnologias muito importantes. E são muito simpáticas.

 

Só nós é que estamos em condições de mudar o Ambiente. Ou de corrigi-las. Se queremos mudar, são precisos uma nova política ambiental. A energia alternativa são coisas muito sérias e ninguém me ouvirão dizer que os espanhóis virá plantar ventoinhas nos nossos montes se eu não puder prometê-los. Só prometo o que posso fazer e não serão comigo que eles entram por aqui fora a alta velocidade como se fossem deles.

 

Oiça: o Ambiente precisa de ser encarado de dois modos. Primeiro: apostar na majoração das eólicas em duas direcções. Primeira: a direcção do vento, para que a lavoura não seja prejudicada pelas ventoinhas e se desenvolva de duas maneiras. Primeira: os agricultores têm de ser apoiados. Oiça: a agricultura tem sido prejudicada em dois sentidos. Primeiro: um sentido de Estado pouco majorado. Oiça: deixe-me só dizer duas coisas.

 

O Ambiente faz parte darreformas que temos que fazer. Nunca se viu o bom ambiente vir da direita. Porque orricos não estão habituados a aceitar arregras. Mas têm que passar a obedecer àrregras. Todos os cidadãos e cidadãs devem cumprir as mesmarregras. Porque arregras têm que ser muito claras para todos e todas. Preparem-se, porque nós é que vamos influenciar arreformas necessárias para combater orretrógrados.

 

Os trabalhadores estão fartos de sofrer com o Ambiente. Camaradas, nós temos alguns vermelhos que são verdes para cuidar do Ambiente colectivo, que é uma conquista dos trabalhadores portugueses. E das trabalhadoras. Não desses verdes que nunca mais ficam maduros, camaradas, mas daqueles que só as nossas propostas podem garantir para acabar com o papão das políticas de direita e a taxação a favor dos mais poderosos.

 

Não passou de um sonho. Mais propriamente, um pesadelo.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Nicolina Cabrita a 22.09.2009 às 21:28

LOOOOOOOOOOOL
Na mouche! Parabéns :-)
Imagem de perfil

De João Carvalho a 23.09.2009 às 00:02

Muito obrigado, Nicolina.

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D