Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Legislativas (41)

por Pedro Correia, em 24.09.09

 

PARTIDO SOCIALISTA: MEDIDAS EMBLEMÁTICAS

(para ler e comentar)

 

Programa eleitoral do PS

Título genérico: Avançar Portugal 2009-2013

Número de páginas: 120

Data de apresentação: 29 de Julho de 2009

 

1. Relançar a economia.

2. Avançar com investimento público modernizador.

3. Criar um novo fundo, no montante de 250 milhões de euros, para apoiar operações de capital de desenvolvimento de pequenas e médias empresas em mercados internacionais.

4. Reforçar a internacionalização da economia.

5. Propor um Pacto para o Emprego.

6. Reforçar a parceria com o sector da economia social - cooperativas, misericórdias, instituições particulares de solidariedade.

7. Conclusão do programa de modernização do parque escolar.

8. Concretização do programa de modernização das unidades de saúde.

9. Criar 14 Lojas da Exportação no País.

10. Apoiar a internacionalização das indústrias criativas, nomeadamente no design.

11. Promover o micro-crédito como instrumento de desenvolvimento e de criação de emprego.

12. Criar o Conselho Nacional para a Economia Social, presidido pelo primeiro-ministro, como órgão de natureza estratégica e consultiva.

13. Assegurar a duplicação da capacidade de energia eléctrica no horizonte de 2020, reduzindo as importações.

14. Implementação do Plano Nacional de Barragens.

15. Terminar, a prazo, com a comercialização de lâmpadas incandescentes.

16. Impulsionar a conversão de veículos para GPL ou gás natural.

17. Criar e internacionalizar a marca Portos de Portugal.

18. Construir o novo aeroporto de Lisboa no campo de tiro de Alcochete.

19. Concretizar a rede ferroviária de alta velocidade, ligando Portugal à Europa, concretizando as linhas Porto-Vigo e Lisboa-Madrid até 2013 e a linha Lisboa-Porto até 2015.

20. Concretizar a travessia do Tejo no eixo Chelas-Barreiro.

21. Prosseguir a concretização do Plano Rodoviário Nacional e concluir a rede de auto-estradas, nomeadamente a de Bragança e as ligações Coimbra-Viseu e Sines-Beja.

22. Universalizar a educação secundária, tornando obrigatório o ensino até ao 12º ano.

23. Garantir que a banda larga seja acessível a todos os portugueses.

24. Definir um programa de promoção externa do móvel e dos produtos florestais, em especial da cortiça.

25. Criar 300 equipas da sapadores florestais até 2013.

26. Criar a Academia Internacional da Madeira e do Móvel.

27. Reduzir os prazos de reembolso do IVA.

28. Promover um programa de formação para empresários.

29. Novo apoio social às famílias: os beneficiários dos dois primeiros escalões do abono de família que frequentem com aproveitamento o ensino secundário passarão a receber uma bolsa de estudos no valor do dobro do abono.

30. Proceder ao aumento extraordinário do abono de família para as famílias com dois ou mais filhos.

31. Relançar o ensino à distância em Portugal.

32. Duplicação do número de bolsas Erasmus.

33. Instituição de uma Academia da Língua Portuguesa.

34. Criação de uma Fonoteca Nacional para preservar o património sonoro português.

35. Criação da Conta Poupança-Futuro, a favor de cada criança, por ocasião do seu nascimento.

36. Acompanhamento das medidas tendentes a diminuir o consumo de sal.

37. Extensão das unidades de saúde familiar, até 2013, a todo o território nacional.

38. Extensão do programa de saúde oral a todas as crianças entre os 4 e os 16 anos.

39. Reestruturação dos hospitais psiquiátricos.

40. Propor a aprovação de uma Lei da Igualdade.

41. Remover as barreiras jurídicas à realização do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo.

42. Promover a utilização de linguagem não sexista nas políticas públicas e nos manuais escolares.

43. Universalizar a educação secundária, tornando obrigatório o ensino até ao 12º ano.

44. Favorecer a disponibilização no mercado português de veículos eléctricos de gamas diversificadas, a preços competitivos.

45. Implementar um programa nacional de ética no desporto.

46. Remodelação do Pavilhão Carlos Lopes [em Lisboa] para a instalação do Museu Nacional do Desporto.

47. Reorganização territorial das freguesias, designadamente a associação de freguesias, sobretudo nas áreas urbanas e nas regiões de baixa densidade.

48. Aquisição de 20 mil armas de 9mm para a PSP e GNR, e de cinco mil coletes antibalísticos.

49. Alargar a Rede Nacional de Controlo de Velocidade. Serão ponderadas alterações ao Código da Estrada com vista à introdução da chamada 'carta por pontos'.

50. Aprovação de um código de bom governo aos membros do Governo e dos altos cargos da administração do Estado.

Autoria e outros dados (tags, etc)


30 comentários

Sem imagem de perfil

De CPrice a 24.09.2009 às 12:36

Pedro, assim de repente não vejo uma única medida que não gostaria de ver implementada no País onde vivo. Mas realmente o mesmo se passa com quase todos os programas .. tenho para mim a teoria que deveríamos votar em quem os escreve. Pode ser que assim passassem de "teoria bonita" a prática necessária.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 24.09.2009 às 17:38

Olha que não, Catarina. Aqui para nós, os programas são geralmente muito mal redigidos - e o do PS abusa nessa matéria. Dava matéria para vários 'posts'.
Sem imagem de perfil

De CPrice a 24.09.2009 às 17:46

Pedro, estava a colocar de lado a forma e a concentrar-me no conteúdo ;) se calhar é bom que nem me atreva a tanto .. (risos)

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 24.09.2009 às 20:35

Pois. Por hoje, fico-me pelo conteúdo. Mas hei-de falar também na forma. Verá...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 24.09.2009 às 12:52

Genericamente, tem todo o cheiro de um certo texto com quatro anos e meio, excepto algumas promessas do tipo referendar o Tratado Europeu, trocadas por outras do tipo «aprovação de um código de bom governo aos membros do Governo e dos altos cargos da administração do Estado». Uma gracinha, talvez.

Curioso é o indício de que o PS não se coligará com o CDS-PP e que Paulo Portas não voltará à pasta da Defesa. Porquê? Fácil: «aquisição de 20 mil armas de 9mm para a PSP e GNR, e de cinco mil coletes antibalísticos», não é? Ora, isto são minudências para Portas, que só quer saber de submarinos, helicópteros, híbridos e todo-o-terreno.

Não menos curiosa é a promessa de «promover a utilização de linguagem não sexista nas políticas públicas». Linguagem não-sexista para gente como Sócrates e tantos outros que passam a vida a dizer «portuguesas e portugueses», «senhoras e senhores deputados» «todos e todas», etc., demonstra que é preciso ter lata.

No geral, segue a melhor tradição de qualquer lenga-lenga: 'déjà vu'. E também «olha para o que eu digo, não olhes para o que eu faço».
Sem imagem de perfil

De F a 24.09.2009 às 13:29

Reduzir Portas aos submarinos, e outras coisas escritas sem nexo, é revelar toda uma ignorância de um povo que como de costume, quando não percebe (neste caso a pasta da defesa) rotula de ridículo coisas tão comuns como submarinos nas forças armadas de um pais com uma ZEE do tamanho da nossa.
Informe-se e balbucie híbridos depois.
Ja' agora a titulo de curiosidade, foi o sr Guterres que lançou o concurso dos subs, e eram 3 e não dois.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 24.09.2009 às 13:39

Tudo o resto estava certo? Vá lá, safei-me menos mal.
A propósito da ZÉ: que é feito dela? Dê-lhe saudades da minha parte.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 24.09.2009 às 13:49

F de típico? Não estou a ver...
Pela minha parte, sou um individualista.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 24.09.2009 às 20:39

a aprovação de um bom código de governo chega, infelizmente, com quatro anos e meio de atraso. o referendo ficou desta vez esquecido. a ota deu lugar a alcochete como um passe de mágica. a alusão às balas de 9 mm é deliciosa num programa eleitoral. e a linguagem não sexista também: significa que haverá a obrigação de duplicar os vocativos, à americana (ladies & gentlemen). mas aquilo de que mais gosto são as medidas para reduzir o consumo de sal: é isto mesmo em que pensamos quando pensamos num programa de governo.
Sem imagem de perfil

De tric a 24.09.2009 às 13:18

Como temos visto ultimamente os jornalistas a levarem ao colo o Madoff ( José Socrates ), espero que nos digam, pelo menos, aonde se encontra a mina de ouro dos Madoff´s... senão serão apenas transmissores de ilusões
Imagem de perfil

De João Carvalho a 24.09.2009 às 13:26

V. não é apenas um chato: é teimoso, insistente, melga e maçador. Já venceu algum dos seus moinhos de vento?
Sem imagem de perfil

De tric a 24.09.2009 às 13:56

o meu moinho de vento é o aumento do endividamento de Portugal, que terá consequências gravosas para a economia !!

e so de pensar que Jornalistas e Passistas, andaram a levar ao colo o Madoff...pelo menos que assumam as consequências das opções é uma questão de Ética, tão barata para os passistas...


Imagem de perfil

De João Carvalho a 24.09.2009 às 14:45

Eu percebo que não ponha nomes nos visados. Teria de se assumir também...
Sem imagem de perfil

De tric a 24.09.2009 às 14:57

eu só sei que a questão fundamental, endividamento de Portugal, andou arredada da comunicação Social e Blogosfera do Madoff... o que demonstra bem a asfixia em que vivemos! os temas fundamentais para Portugal são transformados em Tabus ... só de pensar que os passistas foram os principais apoiantes do Madoff no mundo mediatico...
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 24.09.2009 às 16:09

Por amor de um deus qualquer que lhe convenha, tric, deite fora a cassette! Já ninguém pode ouvi-lo, não percebe? Ou quer vencer-nos pela exaustão?
Sem imagem de perfil

De tricCASSETE a 24.09.2009 às 19:38

ENDIVIDAMENTO EXTERNO!ENDIVIDAMENTO EXTERNO!ENDIVIDAMENTO EXTENDIVIDAMENTO EXTERNO!ENDIVIDAMENTO EXTERNO!...

apenas quero apelar à inteligencia...

Imagem de perfil

De Ana Vidal a 24.09.2009 às 20:38

Percebo, faz falta a toda a gente. Mas assim não vai conseguir que lha dêm...
Sem imagem de perfil

De tric a 24.09.2009 às 21:17

tem que dar!!?? é algo de incontornavel...o Endividamento Externo! por mais que assobiem para o ar...
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 24.09.2009 às 21:35

Pronto, desisto. Ganhou.
Leve lá a bicicleta e dê um loooooongo passeio, ok?
Sem imagem de perfil

De tric a 24.09.2009 às 21:46

yahp...
Sem imagem de perfil

De maj a 24.09.2009 às 14:54

É mais "para ler e guardar e depois comparar".
Sem imagem de perfil

De Carlos Dias Ferreira a 24.09.2009 às 14:56

Pedro:

Coisas novas, não vejo nenhumas, ou seja, é mais do mesmo e pergunto eu, se é isto, que os Portugueses querem durante os próxomos anos sejam eles 2 ou 4?
Ah reparei agora na foto o "querido lider" tem uma gravata nova por sinal encarnada será do Benfica ou a côr do novo governo PS/BE?
Como Portugueses acho que merecemos melhor do que este "vendedor de banha da cobra".
Sem imagem de perfil

De José Sejeiro a 24.09.2009 às 17:03

De boas intenções está o Inferno cheio...
Sem imagem de perfil

De Ana Mestre a 24.09.2009 às 19:15

José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa
Secretário-Geral do Partido Socialista

Natural de Vilar de Maçada, concelho de Alijó, Distrito de Vila Real, em 06.09.1957.

Licenciado em Engenharia Civil, concluiu depois uma pós-graduação em Engenharia Sanitária, na Escola Nacional de Saúde Pública.

Pouco depois do 25 de Abril, com 16 anos, ingressou na JSD, saindo em ruptura logo no ano seguinte, de 1975.

Militante do Partido Socialista desde 1981.

Presidente da Federação Distrital de Castelo Branco entre 1986 e 1995.

Integra o Secretariado Nacional do Partido Socialista desde 1991.

Nesse mesmo ano de 1991 iniciou também funções como Porta-voz do PS para a área do Ambiente.

Deputado à Assembleia da República desde 1987, pelo círculo de Castelo Branco.

Secretário de Estado Adjunto do Ministro do Ambiente no XIII Governo Constitucional, entre 1995 e 1997, com competências delegadas em matérias de ambiente e defesa do consumidor.

Ministro Adjunto do Primeiro-Ministro no XIII Governo Constitucional, entre 1997 e 1999, com a tutela das áreas da toxicodependência, desporto, juventude e, mais tarde, comunicação social.

Ministro do Ambiente e do Ordenamento do Território no XIV Governo Constitucional, entre Outubro de 1999 e Abril de 2002.

Regressou em Abril de 2002 à Assembleia da República, onde exerce o seu mandato de Deputado.

Eleito Secretário Geral do Partido Socialista em Setembro de 2004.

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 24.09.2009 às 20:06

Você uma autêntica central de informações! cada vez me deixa mais espantado.
Sem imagem de perfil

De Ana Mestre a 24.09.2009 às 20:09

Espantado..espero que pela positiva :)
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 24.09.2009 às 20:40

Claro que é pela positiva.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 24.09.2009 às 20:13

Surpreendeu-me aquela parte onde se lê: «ingressou na JSD, saindo em ruptura». Eu estava convencido que tinha saído em braços.
Muitas palavras se perdem para dizer coisas ocas. Bem, nem sempre: o curso é referido em passo de corrida.
Sem imagem de perfil

De Ana Mestre a 24.09.2009 às 20:16

Porque será??? Não deve ter muito em interesse em mencionar o curso...

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D