Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Abutres

por Teresa Ribeiro, em 20.09.09

Mais íntima que o sexo, só a morte. Quando as revistas cor-de-rosa descobriram esta pornografia, funerais e velórios passaram a disputar capas com as últimas tricas sobre a vida sentimental das vedetas dos morangos e as figuras públicas que padecem de doenças de prognóstico reservado tornaram-se peças de caça.

Ontem, ouvi na SIC o António Feio lamentar as perseguições de que tem sido alvo desde que se sabe que luta contra um cancro. Magoado, recordou um telefonema que o perturbou especialmente, recebido há dias de um jornal: "Logo pela manhã acordaram-me em casa para me perguntar o seguinte: A morte do Patrick Swayze não o stressa?"

Não sei o que mais me impressionou. Se a elegância da pergunta ou a subtileza do seu propósito: o de confrontar o António Feio com a sua própria morte.

Se isto não é pornografia e da mais porca, não sei o que lhe chame.

Autoria e outros dados (tags, etc)


18 comentários

Imagem de perfil

De ariel a 20.09.2009 às 11:51

Nem mais Teresa, nem mais. Abutres foi precisamente a imagem que me ocorreu.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 20.09.2009 às 13:30

Já o tenho dito e repito: chamar cor-de-rosa à imprensa mais negra que há, é um eufemismo sem explicação. Presumo que concordas, Teresa.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 20.09.2009 às 13:57

Não podia estar mais de acordo.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 20.09.2009 às 14:10

Subscrevo inteiramente, Teresa.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 20.09.2009 às 14:51

Essa pergunta vergonhosa merecia um processo em tribunal. E o despedimento de quem a fez (e de quem a mandou fazer, que ainda é pior). Um nojo.
Óptima chamada de atenção, Teresa. Durante muito tempo a nossa imprensa cor-de-rosa foi respeitosa e discreta, mas já começa a assemelhar-se aos pasquins ingleses da pior espécie. E é pena.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.09.2009 às 14:52

Ainda bem que falas disso aqui, Teresa. Acho obsceno este «interesse» de pasquins pelas doenças graves das figuras públicas. Foi assim com o Nicolau, está a ser com o António Feio e o mais que se verá. Mal cheira a cancro, começam a salivar para vender mais papel. E o direito à privacidade vai às urtigas. E o mais elementar sentido do decoro também.
Isso é a perversão da missão jornalística, que visa servir o interesse público e não vasculhar na intimidade de cada um.
Sem imagem de perfil

De Antoine a 20.09.2009 às 15:06

POR AQUI SE VÊ O ESTADO A QUE CHEGOU O ESTADO DA FALTA DE "TUDO" A QUE CHEGARAM OS A QUE CHAMAMOS JORNALÍSTAS. OS PROFESSORES DESTES PSEUDO - JORNALISTAS NÃO LHES ENSINARAM ÉTICA, SABER PORTUGUÊS, HONESTIDADE INTELECTUAL? SÓ LHES ENSINARAM "ESPERTEZA SALOIA". POBRE ENSINO.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 20.09.2009 às 15:15

Aqui ninguém é surdo. Se eu souber que V. se chama Antoine Noir também lhe respondo aos gritos.
Sem imagem de perfil

De mdsol a 20.09.2009 às 15:48

Abutres sim. E o mais grave é que podiam escolher não o ser.
Imagem de perfil

De Ana Margarida Craveiro a 20.09.2009 às 16:18

ia escrever sobre isto mesmo. também vi partes da entrevista, e impressionou-me a dignidade de a.feio.

Sem imagem de perfil

De Ana Mestre a 20.09.2009 às 19:39

Falta de vergonha...Claro que não o stressa, o homem só está a lutar com uma das principais causas de morte...Esse senhor só perdeu uma oportunidade de estar caladinho...Valha-me Deus!!!
Temos por aqui um Antoine que deve pensar que por aqui temos ,das duas uma, ou falta de vista ou de audição.
Uma boa semana para todos.
:)

Comentar post


Pág. 1/2





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D