Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O tradutor e o ensaio

por João Carvalho, em 15.09.09

Há minutos, no bloco noticioso das 22 horas, a SIC-Notícias fez uma ligação em directo ao comício do PS em Leiria. A reportagem foi do José Manuel Mestre, que estava no local e nos deixou ouvir algumas palavras de José Sócrates, no exacto momento em que este falava dos sucessos obtidos pelo governo no ensino superior.

A fechar o apontamento de reportagem, o jornalista assumiu-se como mais um tradutor de ideias e tentou explicar-nos o que acabávamos de ouvir, com uma nota singular da sua autoria: Mestre lembrou que se tem alimentado a expectativa de Maria de Lurdes Rodrigues vir a ser substituída, se o PS chegar a formar novo governo, mas que Sócrates estava ali a dar outro sinal, ao destacar o trabalho desenvolvido na Educação.

O repórter tem pouco de mestre na matéria, visto que o ensino superior, como se sabe, nunca esteve sob a alçada da ministra da Educação. Mais lhe valia ter-se ficado como simples tradutor de ideias, porque o ensaio como analista correu-lhe mal, mal, mal.

Autoria e outros dados (tags, etc)


7 comentários

Imagem de perfil

De ariel a 15.09.2009 às 23:45

Ou como diz o povo, quem te manda a ti sapateiro tocar rabecão..
Imagem de perfil

De João Carvalho a 16.09.2009 às 00:29

E diz muito bem, como acabamos sempre por verificar.
Sem imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 16.09.2009 às 09:45

João,

Aqui há dias tive oportunidade de acompanhar uma dessas acções de campanha, ao vivo e a cores, e fico pasmado como é que os jornalistas ainda conseguem "apanhar" alguma coisa. Eu só os via a correr de um lado para outro, com pc's na mão, papéis a voar, canetas a cair, tudo aos encontrões como se tivessem começado uns saldos de arromba. Com as condições de trabalho que têm e o voluntarismo, espanta-me que não haja mais lapsos e que as notícias não saiam todas truncadas.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 16.09.2009 às 11:54

Com efeito, eis uma boa razão. Mas também há muitos casos em que o caos é gerado pelos próprios, incapazes de controlar as situações mais simples.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 16.09.2009 às 22:50

Na pressão dos directos, que são cada vez mais frequentes, é natural que surjam lapsos. E os «tradutores de ideias», como muito bem lhes chamas, também me irritam com as suas redundâncias. Queria no entanto referir, porque o conheço muito bem e já trabalhei várias vezes com ele, que o José Manuel Mestre é um excelente profissional - um dos melhores repórteres políticos da TV portuguesa. Aliás, não só da política, pois já trabalhou noutras áreas, sempre com a marca da qualidade.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 17.09.2009 às 21:32

Basta-me que o digas para eu anotar. Foi asneira grossa, mas tenho de admitir que a pressão dos inúmeros directos prega partidas.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D