Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O candidato ideal

por Sérgio de Almeida Correia, em 15.09.09

A Lusa divulgou esta tarde uma notícia segundo a qual a líder do PSD andou em campanha pelo cidade e distrito de Santarém, acompanhada pelo cabeça-de-lista às legislativas, Pacheco Pereira. Enquanto isso, referiu a Lusa, o candidato do PSD à Câmara Municipal, Moita Flores, anda pela Suíça a visitar "fornos crematórios". Para lá do mau gosto desta visita, Moita Flores, que já disse em Agosto admitir votar PS nas legislativas, com a sua atitude volta a mostrar que prefere ir respirar outros ares, no caso alpinos, à companhia da dr.ª Manuela Ferreira Leite e de Pacheco Pereira.

Não sei se a deslocação foi propositadamente agendada para coincidir com a visita de Ferreira Leite a Santarém. Tão-pouco sei se Moita Flores foi contactado para acompanhar  a campanha local do PSD. Mas não deixa de ser estranho que perante tanta desfeita, a mais pequena das quais até terá sido a atribuição de uma condecoração ao principal opositor político, a líder nacional do PSD mantenha Moita Flores como candidato à Câmara com o apoio do PSD. Espero que logo à noite os rapazes do Gato Fedorento não se esqueçam de lhe falar no "candidato natural" à Câmara de Santarém, esmiuçando devidamente as razões da manutenção do seu apoio.       

Autoria e outros dados (tags, etc)


12 comentários

Imagem de perfil

De João Carvalho a 15.09.2009 às 20:10

Ajudaste-me a tirar conclusões, Sérgio. Fazia-me espécie a inclinação de Moita Flores pelo PS e querer o PSD para o manter como autarca.

Vejo agora tudo melhor. A líder do PSD é depositária das histórias mórbidas dos que mataram o pai e a mãe só para dizer que são órfãos, dos que querem os vivos no outro mundo daqui a dez anos e dos que ficam a avaliar a profundidade aconselhável para uma morte por afogamento como deve ser.

Por seu turno, Moita Flores vai à estranja visitar fornos crematórios, certo? Pois é: há um cordão umbilical que o une fielmente à lider. É natural que não partilhem uma verdadeira tendência laranja, mas parece-me evidente que comungam o lado mais negro da vida.
Imagem de perfil

De ariel a 15.09.2009 às 22:02

Ah ah ah , "comungam o lado mais negro da vida" . nem mais !
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 16.09.2009 às 00:12

The bright side of death, como diriam os Monty Python.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 16.09.2009 às 00:30

Precisamente.
Sem imagem de perfil

De Analista a 15.09.2009 às 21:25

Acho muito bem que o PS se louve na "verticalidade" de um Moita Flores, de quem andaria agora a dizer cobras e lagartos no caso de ele não ter feito a "inflexão" socretina que se sabe. A troco de quê, veremos em breve.
Sem imagem de perfil

De Santareno a 15.09.2009 às 21:37

Foi irónica a maneira como Moita Flores se referiu à sua ausência na campanha de Manuela na reunião de câmara e ao motivo, sugerindo que os locais visitados não eram alheios a Manuela e à sua visita..
Sem imagem de perfil

De José Barros a 15.09.2009 às 22:15

Se o homem fosse afastado, ai jesus, que há pensamento único no partido; como não foi, ai jesus, que o PSD candidata um traidor a uma câmara.

Tão novos e já tão velhos na pequena política...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 15.09.2009 às 22:52

Cumprimentos ao Tric, já agora.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.09.2009 às 23:14

A propósito, José Barros: vota em Moita Flores?
Imagem de perfil

De João Carvalho a 16.09.2009 às 00:33

A vida tem cada ironia, compadre. Sai-se de Lisboa para não se votar em Santana e aterra-se para Santarém para se votar em Moita. É preciso ter azar.
Sem imagem de perfil

De José Barros a 16.09.2009 às 02:04

Não voto em Santarém, voto no Porto. Como deve compreender, não faço a mínima ideia do que vale Moita Flores como autarca, nem o que se passa naquela cidade, pelo que não me pronuncio.

Na minha cidade, não voto no Rui Rio, abstendo-me nas autárquicas. Nas legislativas, voto PSD, embora preferisse Rangel, por exemplo, a MFL como futuro primeiro-ministro.

Em todo o caso, não sendo um entusiasta de Ferreira leite, acho-a mil vezes preferível a Passos Coelho ou a Santana, que comparo a Sócrates. Aliás, não votei em Santana em 2005, por isso mesmo. A amoralidade e a ambição num país como Portugal são perigosos. Demasiadas tentações para quem tem o poder do Estado, que é gigantesco, como se sabe, face à dimensão do país.


Imagem de perfil

De Pedro Correia a 16.09.2009 às 07:24

Cem por cento de acordo com o que escreve: "A amoralidade e a ambição num país como Portugal são perigosos. Demasiadas tentações para quem tem o poder do Estado, que é gigantesco, como se sabe, face à dimensão do país."

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D