Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Leituras

por Pedro Correia, em 15.09.09

 

"A vida ensina-nos a ser tolerantes."

Evelyn Waugh, Um Punhado de Pó (Livros Cotovia, 2008)

Autoria e outros dados (tags, etc)


26 comentários

Imagem de perfil

De João Carvalho a 15.09.2009 às 12:57

Acho uma grande verdade. Eu próprio tenho reflectido muitas vezes nisso mesmo.
Sem imagem de perfil

De tric a 15.09.2009 às 13:00

você é tolerante ? se é, não me tinha apercebido...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 15.09.2009 às 15:54

Por acaso até é. Ainda ontem telefonei ao Miguel Relvas a perguntar e ele respondeu-me:
- O Pedro Correia?! É dos homens mais tolerantes que conheço.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.09.2009 às 23:24

Ainda bem que esta frase me apareceu no caminho. Já começava a achar o Tric intolerável.
Sem imagem de perfil

De mdsol a 15.09.2009 às 14:38

Ensina sim. Mas no sentido da compreensão. Porque, simultaneamente também se perde paciência para certas figuras. Mas do ponto de vista da largueza da compreensão, concerteza.

A propósito
"E por tolerância, não entendemos aqui a piedosa inclinação para suportar o outro, sob genéricas alegações de humanidade ou de virtude, mas a capacidade para compreender para além das aparências imediatas, para compreender as motivações reais do comportamento alheio, e sobretudo, do nosso próprio comportamento.
Por tolerância, não queremos significar a largueza de coração, mas acima de tudo, a largueza - possível - da compreensão."

in "Tire a mãe da boca" de João de Sousa Monteiro, p. 55
Imagem de perfil

De João Carvalho a 15.09.2009 às 16:49

Muito bem. Clap-clap-clap...
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 15.09.2009 às 17:04

Mais clap clap, Maria do Sol.
Sem imagem de perfil

De mdsol a 15.09.2009 às 17:16

É só mimo Ana. Obrigada.

:)))
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.09.2009 às 23:25

Clap clap clap também daqui.
Imagem de perfil

De ariel a 15.09.2009 às 14:38

Caro Pedro, depois de ter lido o comentário acima senti-me na obrigação de fazer uma declaração público-blogosférica :)) o Pedro é a pessoa na blogosfera mais tolerante que eu conheço. Estou à vontade para o dizer, desde logo porque estou muitas vezes em total desacordo com o que escreve, o que faz com que, quando estamos de acordo eu me sinta muito mais tolerante dentro da minha intolerância :)))
Sem imagem de perfil

De mdsol a 15.09.2009 às 16:57

Sem brincadeira nenhuma. Subscrevo completamente a observação da Ariel.

:))
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.09.2009 às 23:27

As meninas estragam-me com mimos... Concordem ou discordem são sempre bem-vindas. E gosto que sintam que esta casa também é vossa.
Sem imagem de perfil

De Maria a 15.09.2009 às 17:31

Pedro, boa sugestão de leitura - Não sou o que pode chamar uma grande leitora e, (disperso-me por muitos outros interesses) deste autor só o conheço e através a sua obra adaptado para televisão , na série , de boa memória - "Reviver o Passado em Brideshead "- mundialmente aclamada, gostei imenso na altura, gostaria de rever..
Não sou, como gostaria uma grande leitora, disperso-me por muitos interesses - o que eu sou mesmo é - "uma diletante" :))
Ariel , em sequência ao seu comentário e ao anterior - e inspirada na "citação" em rodapé do livro, também, o motivo do meu desabafo - espero muito em breve, após o meu "estágio" como leitora do DO , confirmar o que a Ariel disse sobre o Pedro quanto a ele ser uma pessoa tolerante - não faltará muito:))
Sem imagem de perfil

De Maria a 15.09.2009 às 19:21

O comentário está tal mal egendrado.
Desculmem.
Sem imagem de perfil

De Maria a 15.09.2009 às 19:22

O meu comentário está tal mal engendrado.
Desculpem.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.09.2009 às 23:28

Tá descurpada.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 15.09.2009 às 17:02

Sem dúvida, Pedro. A vida ensina-nos isso, mas nem todos aprendem a lição: há muitos que endurecem, azedam e culpam o mundo inteiro por isso.

Mas a tolerância é um estado de espírito politicamente incorrecto hoje em dia, não sabias? Dizem que corresponde a um sentimento de superioridade, de desigualdade: tolerar é olhar de cima. Quanto a mim, não vejo mal nenhum nisso: quem aceita os outros como eles são, tem mesmo alguma superioridade. Que bom seria se todos fôssemos assim superiores...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 15.09.2009 às 17:33

Os que não aprendem a lição da vida é porque mataram o pai e a mãe só para dizer que são órfãos, querem os vivos no outro mundo daqui a dez anos e ficam a avaliar a profundidade aconselhável para uma morte por afogamento como deve ser.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 15.09.2009 às 18:39

É isso, é isso...
:-)
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.09.2009 às 23:29

Inteiramente de acordo, Ana.
Sem imagem de perfil

De Daniela Major a 15.09.2009 às 21:25

Adoro este livro. Aliás, devo a leitura deste livro ao Pedro que quando foi da feira do livro postou um texto sobre este livro.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.09.2009 às 23:31

Ainda bem que gostaste, Daniela. Estas nossas trocas de ideias nos blogues também servem para isso. O romance é uma obra-prima, tanto maior por ter dois finais substancialmente distintos. Uma marca de originalidade que coroa este impiedoso retrato da natureza humana onde só uma personagem se salva (num dos finais, no outro nem por isso).
Sem imagem de perfil

De mike a 15.09.2009 às 21:31

O que a vida me tem ensinado ultimamente é que, por este andar, ainda tenho que fixar uma avença com o Pedro pelas dicas de leitura. 1939 leu-se num instante e agora vou tratar de morder um punhado de pó.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.09.2009 às 23:35

'1939', de facto, lê-se num instante. Agora a ler uma obra monumental: 'A Segunda Guerra Mundial', de Martin Gilbert. Um livro excepcional. Tem cerca de 1000 páginas, mas lê-se muito bem, Mike. Um terço já está lido.
Sem imagem de perfil

De mike a 16.09.2009 às 00:47

Pedro, depois das 1.500 páginas de Diplomacia do HK, estou capaz de me atirar à Segunda Guerra Mundial. Mas para já vou apanhar pó. Abraço.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 16.09.2009 às 07:35

Ora bem. Parafraseando um conhecido 'slogan' do Maio 68, debaixo do pó, os livros.

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D