Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A morbidez volta a rondar

por João Carvalho, em 14.09.09

Depois daquele que mata o pai e a mãe só para dizer que é órfão e depois do senhor que daqui a dez anos já não estará cá, chegou a vez da morte por afogamento a 14 metros ou a 13 metros e meio de profundidade. À escolha desde ontem.

Isto não é um discurso – é um velório. Isto não é um partido – é um túmulo. Isto não é um programa – é um obituário. Isto não é uma candidatura – é um necrotério. Isto não é uma campanha eleitoral – é um cortejo fúnebre. Isto não é uma eleição – é um enterro.

Autoria e outros dados (tags, etc)


58 comentários

Sem imagem de perfil

De Luís Reis Figueira a 14.09.2009 às 12:23

Tens razão em tudo o que argumentas, agora ao pores uma foice na mão da senhora, já acho que estás a exagerar um pouco... Já agora, um martelo completaria a ferramenta, para dar cabo de vez do TGV e dos espanhóis. A cara está na sombra, não se vê, mas diz-me, é mesmo ela?
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.09.2009 às 14:04

A foice tirou-a ao Jerónimo. Afinal, foi a única vez que venceu...
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 14.09.2009 às 23:20

Está genial, João. Vénia :)
Imagem de perfil

De ariel a 14.09.2009 às 12:31

A da morte por afogamento escapou-me, não dei conta, fiquei de tal maneira siderada pela hipótese do parricídio e matricídio que nem me apercebi de mais nada. Tem razão João, lá que vai ser um enterro vai, resta saber de quem. Já agora dou largas à minha morbidez, antes eles do que eu :)))
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.09.2009 às 14:06

O afogamento foi anunciado ontem em Ponta Delgada. Enterro vai ser de qualquer maneira, se éste país não mudar de rumo. Antes eles do que nós, sim, mas como, quando e com quem?
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 14.09.2009 às 12:33

Excelente, João.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.09.2009 às 14:07

Achar excelente também é mórbido, Leonor. Hehe...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.09.2009 às 12:35

Pois Luis, já é mau o suficiente a senhora abrir a boca. Se se lhe dá uma foice, então é morte certa para todos.
Espero que haja o discernimento de no dia 27 ninguém lhe oferecer a dita.
Mal por mal....
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.09.2009 às 14:08

Ok, mas não sou o Luís. E não posso transmitir-lhe o recado, porque não vem assinado...
Sem imagem de perfil

De José Barros a 14.09.2009 às 12:37

Avisar que as obras faraónicas levarão o país à falência nos próximos dez anos - como tem feito, aliás, Medina Carreira -, pelos vistos, é incómodo. Antes o plástico: Sócrates ou Passos Coelho.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.09.2009 às 14:10

Nos próximos dez anos? Quer dizer: este país chegará à falência no ano em que o tal senhor deixar de estar cá?
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 14.09.2009 às 13:16

Isto não é um país, é um jazigo?
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.09.2009 às 14:13

Devia ser, mas não é fácil conservar um jazigo numa família desavinda. A vantagem é que vão ser precisos tantos túmulos separados que ficará resolvido o imbróglio da desertificação do interior.
Sem imagem de perfil

De maloud a 14.09.2009 às 14:26

Se V. "tratar" do Medina Carreira, João, ofereço lugar em Agremonte. E ainda pago a trasladação pela A1 a grande velocidade.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.09.2009 às 14:36

Já tenho morada em Agramonte, mas agradeço.

(A A1 não são três? Ou quase?)
Sem imagem de perfil

De maloud a 14.09.2009 às 14:43

Que disparate! Não é para si. É para o Medina Carreira.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.09.2009 às 14:57

Que susto! Hehehe...

(Mas ele não faz a ninguém. Só dá umas dicas.)
Sem imagem de perfil

De mdsol a 14.09.2009 às 14:38

Os da capital sempre ficam nos Prazeres...
:)))))
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.09.2009 às 14:44

Errado. Alguns vão para o Panteão. Mas aquilo está a ficar muito chunga.
Sem imagem de perfil

De maloud a 14.09.2009 às 14:50

Ele e a Amália a cantarem Se Aquilo Que A Gente Sente.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.09.2009 às 14:58

... Dentro das tabuinhas, que é para não terem tentações de andar a rondar por aí.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 14.09.2009 às 15:51

Ou o "Povo que lavas no rio". Muitas tabuinhas terá o povo que talhar com o seu machado...
Sem imagem de perfil

De maloud a 14.09.2009 às 16:31

E que tal A Cantiga da Boa Gente ao desafio?

Vamos pr'ó trabalho
logo ao clarear
e de sol a sol
vá de mourejar
tenho a vida cheia
tenho a vida boa
que Deus sempre ajuda
a quem é boa pessoa

Não invejo nada
nem quem tem dinheiro
pois p'ra trabalhar
tem-se o mundo inteiro
basta só fazer o que se é capaz
que a felicidade está naquilo que se faz

Trabalho não falta
todo o santo dia
mas o coração chega à noite e é uma alegria


Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.09.2009 às 17:02

Parece o hino da Fundação Nacional para a Alegria no Trabalho...
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 14.09.2009 às 17:28

Parece que o autor passou pelo curso de "felicidade técnica" de que fala a Teresa Ribeiro, no post abaixo. Tanta alegria depos de tanto cansaço, cheira a programa de auto-ajuda...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.09.2009 às 19:54

Programa eleitoral, capítulo da auto-ajuda.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 14.09.2009 às 14:39

LOL. Tens razão, as campas rasas são a única solução. A terra a quem a trabalha, finalmente.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.09.2009 às 14:45

Claro. Acho que é o Paulo Portas que vai separar as terras para campas das terras para a lavoura.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 14.09.2009 às 15:45

Uiiii, desconfio que a distribuição vai ser um bocadinho parcial... o que vale é que os outros líderes não são muito gordos, caso contrário não sei se caberiam nos talhões que lhes vão dar!
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.09.2009 às 17:01

Povo que lavras na terra...
Imagem de perfil

De Carlos Barbosa de Oliveira a 14.09.2009 às 14:00

Roubaste-me o post, João! O que aqui escreves é próprio de um perigoso esquerdista, pensei que ninguém ia abordar o assunto. Deixa-me só fazer um acrescento que me parece da maior importância:
A mulher disse que era pior morrer afogado a 14 metros de profundiadde, do que a uma distância mais funda... de 13, 5 metros.
Eu bem me parecia que ela via o mundo ao contrário. Ontem, fiquei com a certeza!
De qualquer maneira, penso que lhe devemos faze justiça. Ela promete enterrar-nos a todos por isso, ninguém pode dizer que não foi avisado...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.09.2009 às 14:14

Desculpa lá o mau jeito. Hehe...
Sem imagem de perfil

De desmiolado a 14.09.2009 às 14:05

e ainda falta aquela de as campanahs serem como os funerais: só vai quem quer .
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.09.2009 às 14:15

Quem quer... e quem precisa de encosto.
Sem imagem de perfil

De mdsol a 14.09.2009 às 14:16

Eu sei que uma pessoa com sentido de responsabilidade devia chorar depois de ler o post e os comentários tão bem rematados pelo "desmiolado"... Mas que querem.... estou a rir-me ...
Que país este.
Balhamedeus!

:)))
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.09.2009 às 14:28

Não se entende que isto dê para rir, Maria do Sol. Hehehe...,
Sem imagem de perfil

De mdsol a 14.09.2009 às 14:31

E sabe que mais? Bea.

:)))
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.09.2009 às 14:37

Obrigado. BEA para si, Maria.
Sem imagem de perfil

De 100anos a 14.09.2009 às 14:19

Isto não é um post.
É um epitáfio.
Merecia ser acompanhado com música a condizer - por exemplo, o "Epitaph" dos King Crimson - http://www.youtube.com/watch?v=BoHzjkdeb1U (sorry, não sei fazer o link).
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.09.2009 às 14:28

Muito a propósito, Centenário.

Comentar post


Pág. 1/2





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D