Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Onde isto já vai

por Pedro Correia, em 07.09.09

Até a opinião de Miguel Paes do Amaral, censor do passado, serve para 'compreender' ou justificar a censura do presente. Vale tudo.

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Ana Mestre a 07.09.2009 às 12:54

Pelo que vejo cada vez há mais censura...
Sem imagem de perfil

De Aguia de Ouro a 07.09.2009 às 13:07

Claro, agora o MPA também é socialista...

Isto só visto!

http://aguia-de-ouro.blogspot.com/ (http://aguia-de-ouro.blogspot.com/)
Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 07.09.2009 às 13:44

Nunca mais é Natal!
boa semana.
abr
Imagem de perfil

De Carlos Barbosa de Oliveira a 07.09.2009 às 14:12

Eu também citei Paes do Amaral, Pedro, e não me sinto nada arrependido de o ter feito. Como já te expliquei, uma citação é apenas isso e nada mais.
Quando os jornais fazem citações ( e até têm uns espaços especiais para isso), não significa que quem as escolhe se identifique com quem as proferiu.
Tenho a certeza que quando citas Estaline, ou Hitler, em defesa dos teus argumentos, também não estás a dizer que te identificas com eles.
Para mim, o empolamento do tema MMG está encerrado (por agora), mas isso não quer dizer que não continue a defender que aquilo era um jornal que devia envergonhar qualquer jornalista. E envergonha muitos, como já tenho lido por aí, mas me tenho abstido de citar.
Quanto ao atentado à liberdade de expressão e a corrente de solidariedade, creio que o João Marcelino já escreveu tudo no sábado. Só lhe faltou falar da falta de liberdade de expressão que havia dentro da TVI. Muita gente a conhecia, mas todos se calavam, porque a única liberdade era a imposta pelo casal Moniz .
Desde que ele saiu se conhecia o destino de MMG. O resto é aproveitamento político e tentativa de atirar poeira para os olhos.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 07.09.2009 às 16:05

Ninguém escreveu tudo sobre o caso, Carlos. Enquanto não se souber de quem partiu a ordem de encerramento e porquê - todos os protagonistas têm negado, de Juan Luis Cebrián a Bernardo Bairrão, passando por Miguel Gil - o assunto permanece na ordem do dia. Espero que a ERC proceda rapidamente a todas as averiguações sobre este lamentável caso, que está ferido de ilegalidade, como disse Francisco Louçã no debate de ontem, e muito bem. É isso, e só isso, que tenho aqui defendido desde o primeiro dia. Não devemos pactuar com ilegalidades, tenham elas origem em Lisboa ou em Madrid.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 07.09.2009 às 17:09

Exacto. É isso e apenas isso. E é bom que a ERC chegue depressa a uma conclusão, que o caso não tem malas pretas e nem desvio de fundos, nem fugas ao Fisco e nem 'luvas'.
Imagem de perfil

De ariel a 07.09.2009 às 14:54

É Pedro parece que sim, que vale tudo, no amor como na guerra. Eu, depois de ter ouvido o grande arauto das liberdades democráticas, o parlamentar que mais faltas deu em toda a legislatura, considerado por esse facto, dentro do seu próprio partido, como indigno de ser deputado, dizer sem se rir, em declaração solene sobre este tema que "Portugal e a democracia estão de luto", também me parece que vale mesmo tudo.



Sem imagem de perfil

De ana cristina leonardo a 07.09.2009 às 17:13

o proença de carvalho também
http://simplex.blogs.sapo.pt/231292.html

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D