Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Toto-debates

por Carlos Barbosa de Oliveira, em 06.09.09

A vitória de Sócrates no debate era o resultado mais previsível e desta vez não houve surpresa. Jerónimo de Sousa é uma figura simpática, mas sente-se pouco à vontade em debates, como já se tinha visto na campanha eleitoral de 2005.
Não esperava, porém, a sua falta de firmeza. Teve momentos em que me deu a sensação de querer evitar o confronto com Sócrates, para evitar mais danos ao PS.
Esteve bem no caso TVI. Mostrando a mesma responsabilidade de Louçã, recusou-se a acusar Sócrates de interferência e fazer condenações sem provas. Demonstrou que a esquerda tem mais ética do que a direita trauliteira, agora comandada por MFL. Para a líder laranja- que ainda não entrou em cena- é que a forma de julgamento é dúbia. Defende Preto, que já é arguido por crimes graves, alegando que sem haver decisão dos tribunais, não se deve julgar ninguém, mas não se coíbe de acusar Sócrates, mesmo sem provas.
Sócrates também esteve mal. Inexplicavelmente tenso, glosou os temas do costume. Insiste em falar de algumas boas medidas de alcance social que o seu governo tomou, mas continua incapaz de explicar, de forma plausível, a  aprovação do Código de Trabalho, a política da educação ou  a política fiscal  – que no tempo de Luís Filipe Meneses, presidente do PSD,  MFL até apoiou. Como já acontecera no debate com Portas e, seguramente, sucederá nos próximos, Sócrates fala de um país que não existe.
No caso TVI mostrou a sua incapacidade de refrear os impulsos e t. Se a pergunta, infeliz, de Judite de Sousa  era dirigida a Jerónimo de Sousa, não tinha nada que interpelar a moderadora. 
Concluindo: mais um debate que em nada contribuiu para o esclarecimento dos portugueses. Morno, insípido, quase cerimonioso. Como comer arroz de cabidela sem vinagre.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De João Carvalho a 06.09.2009 às 01:45

Antes o arroz branco sem nada, à chinesa.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.09.2009 às 10:27

Uma nota, Carlos. Preto é mais que arguido: é formalmente acusado pela justiça e já tem até julgamento marcado. O que aliás só reforça a argumentação contra a sua inclusão na lista eleitoral do PSD, em lugar elegível, por Lisboa.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D