Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Coincidências

por Sérgio de Almeida Correia, em 04.09.09

 

"A mediados de octubre el Grupo tiene que pasar el primer test importante de sus bancos acreedores y poner sobre la mesa una inyección de capital que debería rondar los 300 milllones de euros. Los Polanco negocian a marchas forzadas por diferentes vías";

 

"También se contempla la entrada en Media Capital, sociedad en la que la participación de Prisa supera el 90%, de operadores como Portugal Telecom, que ya ha admitido contactos sobre diversos escenarios de inversión, incluida la adquisición de una participación en el capital social de la filial portuguesa de los Polanco"

 

"Lo cierto es que, hasta hoy, Prisa no ha puesto negro sobre blanco los compromisos adquiridos para obtener el waiver de los bancos en el frenético mes de marzo pasado. Simplemente explicaba en la reformulación de sus cuentas presentada en su día a la CNMV que había puesto en garantía las acciones de Sogecable, las de Media Capital y las de Santillana"

 

(o resto está aqui).

Autoria e outros dados (tags, etc)


7 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 04.09.2009 às 14:00

Como é óbvio, não há concidência.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 04.09.2009 às 14:09

Excesso de zelo e estupidez? É isso? É o que está a parecer...
Sem imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 04.09.2009 às 14:44

Penso que à medida que se vão conhecendo os factos se torna cada vez mais claro que:
1. Polanco e a Prisa estão sem dinheiro;
2. Que as relações do grupo Prisa com o Governo de Zapatero são neste momento muito más;
3. Que a ordem para acabar com o jornal da TVI se deveu a razões financeiras (vd. também o artigo de Leonete Botelho e Maria Lopes no Público de hoje: "(...) a direcção de informação do canal comunicou ter apresentado a sua demissão em consequência da a administração ter decidido pôr fim ao Jornal Nacional de Sexta (JN6) por alegadas razões financeiras");
4. Que a decisão é legítima sem deixar de ser inoportuna;
5. Que pode interferir com as eleições legislativas;
6. Que há um aproveitamento dos afastados no sentido de colarem a decisão ao Governo de José Sócrates;
7. Que as declarações de Aguiar Branco e Paulo Portas foram extemporâneas e despropositadas;
8. Que os principais prejudicados pela decisão de afastar Moura Guedes são o PS e José Sócrates.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 04.09.2009 às 15:01

A ser assim, permito-me lembrar-te que, à cabeça dos principais prejudicados, talvez esteja Manuela Moura Guedes. Talvez.
Sem imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 04.09.2009 às 15:13

Talvez, mas quanto valem a solidariedade do sindicato, o tempo de antena e as primeiras páginas que teve em 24 horas?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 04.09.2009 às 16:12

E aguardemos para ver se a tal peça sobre o Freeport vai ou não para o ar.
Sem imagem de perfil

De Ana Mestre a 04.09.2009 às 18:06

Será???:
Peça sobre caso Freeport emitida hoje no Jornal Nacional de- fontes da estação
Hoje

O Jornal Nacional da TVI vai transmitir hoje a peça sobre o caso Freeport que fora preparada para o Jornal de Sexta, de Manuela Moura Guedes, suspenso quinta-feira pela administração da empresa, disseram à Lusa fontes da estação.
A peça é um trabalho de investigação sobre o caso Freeport feito pelos jornalistas Ana Leal, Carlos Enes e Manuela Moura Guedes.
Esta é a única peça das preparadas para o Jornal de Sexta que vai para o ar hoje à noite, sendo o resto do noticiário composto essencialmente por informação de agenda, disseram as mesmas fontes.
A edição de hoje do telejornal da TVI vai ser apresentada pela jornalista Patrícia Matos, contratada recentemente para a TVI24, depois de vários pivots terem rejeitado o convite, acrescentaram aquelas fontes.
Em Abril, o primeiro-ministro apresentou uma queixa em Tribunal contra estes três jornalistas - Ana Leal, Carlos Enes e Manuela Moura Guedes - por terem exibido numa peça jornalística um DVD que alegadamente implicava José Sócrates no caso Freeport.
O Jornal de Sexta foi suspenso quinta-feira por decisão da administração da TVI, uma medida que levou à demissão em bloco da direcção de informação, da chefia de redacção e dos editores.

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D