Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Entretanto, lá fora

por Ana Margarida Craveiro, em 04.09.09

Alvaro Uribe, presidente da Colômbia, falhou o teste decisivo da democracia. Apesar das suas altíssimas taxas de aprovação, estava limitado a dois mandatos seguidos. Depois, poderia prosseguir a sua carreira política, mas de outra maneira. Não resistiu à tentação do poder.

Certo de que a sua política colhia a aprovação do país, Uribe preferiu convencer a Câmara Baixa do Congresso a convocar um referendo para a possibilidade de um terceiro mandato. Com este pedido, Uribe deu uma valente machadada no caminho da Colômbia para a normalidade. Se o Tribunal Constitucional consentir, o poder executivo volta a perder um importante freio, o poder pessoal volta a contar mais. O veneno do caudilhismo ainda corre forte na política sul-americana.

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 04.09.2009 às 00:28

Pois continua, Ana. Totalmente reprovável. Tal como condenei o 'golpe' constitucional de Hugo Chávez, fazendo subverter a lei fundamental do pais por via plebiscitária, o que é uma das marcas do pior dos populismos, condeno exactamente nos mesmos termos a intenção de Uribe.
Imagem de perfil

De Ana Margarida Craveiro a 04.09.2009 às 00:29

esperava melhor dele. o ano passado, Uribe repudiou esta via, dizendo que era perigosa num país como a Colômbia. tem memória curta...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 04.09.2009 às 00:34

O caudilhismo vai medrando.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 04.09.2009 às 00:55

Era bem melhor que fosse merdando...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 04.09.2009 às 01:12

Estou contigo e não abro.

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D