Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Inocências

por Ana Margarida Craveiro, em 03.09.09

Dou a mão à palmatória; estava mesmo convencida que os programas de televisão se regiam por critérios de economia de mercado. Acabou-se o Jornal Nacional das sextas-feiras; confirma-se o ambiente de suspeição em relação ao longo braço deste governo PS. A relação deste PS com a democracia é cada vez problemática.

Autoria e outros dados (tags, etc)


21 comentários

Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 03.09.2009 às 13:44

Limpezas de Verão.
Sem imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 03.09.2009 às 13:46

Ana Margarida,

Não sei se será a relação do PS, mas apenas a de algumas pessoas. Ovelhas negras há em todo o lado e os governos anteriores também não ficaram isentos desse mal.
Sem imagem de perfil

De Carlos Pimentel a 03.09.2009 às 13:51

Nem acabo de botar o comment na caixa anterior e pimba, cá está, de facto, era previsível, ou bem que os estrategas do PS são muito, muito burros ou bem que há «mão invisível» a teleguiar o episódio. Vou repetir-me: que timming!
Imagem de perfil

De Jorge Assunção a 03.09.2009 às 14:00

É outra campanha negra, caro Carlos? Estrategas 'burros' só no PSD, que tudo fizeram em 2005 para permitir a Sampaio deitar abaixo a coligação PSD/CDS.
Sem imagem de perfil

De M.Coelho a 03.09.2009 às 14:02

Patetice ...!!!
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 03.09.2009 às 15:11

Concordo, M. Coelho. «Patetice» decapitar uma administração e uma direcção de informação líderes de audiências. Lógica de mercado, não é. Só pode ser lógica política. Há cinco anos, por causa de coisas como estas, o PR da altura considerou que estava em risco o 'regular funcionamento das instituições'.
Sem imagem de perfil

De M.Coelho a 03.09.2009 às 16:20

Pedro Correia,
Tudo o que disse não invalida que as suspeições levantadas no post sejam uma PATETICE.
Saudações.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 03.09.2009 às 23:05

Inteiramente em desacordo consigo. Sobretudo com a linguagem utilizada.

Saudações
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 03.09.2009 às 14:07

Eu não sei qual era a audiência do Jornal Nacional da Manela. Era muita?

De qualquer forma, seja por que motivos fôr, a Prisa é que é a dona da TVI e tem todo o direito de dar ordens nela. Se a Prisa manda acabar com o "Jornal" da Manela, os jornalistas só têm que acatar a decisão. Se não gostarem dela, despeçam-se e vão trabalhar para outro órgão de informação.

Eu se fosse jornalista ter-me-ia certamente recusado a trabalhar para o "Jornal" da Manela. Preferiria ter mudado de patrão a colaborar naquela porcaria.
Imagem de perfil

De Carlos Barbosa de Oliveira a 03.09.2009 às 15:45

Subscrevo, Luís Lavoura. Chamar àquilo jornalismo é um insulto. E uma jornalista não vem dar entrevistas como a que MMG dá hoje ao "Público" quando já sabe que vai ser despedida.
Imagem de perfil

De ariel a 03.09.2009 às 14:12

A quem aproveita o "crime"? Por favor, um pouco mais sofisticação, esta demasiado primária ....!
Sem imagem de perfil

De A. Pinto Pais a 03.09.2009 às 14:41

Tenho vergonha de conviver num mundo em que há gente com a mentalidade de alguns dos comentadores acima, que vêm aqui defender o indefensável, para mais dando-se ares de saberem o que estão a fazer.
Não seria melhor, em certos casos, terem continuado agarrados à rabiça do arado, como a origem do apelido parece denunciar?
É com gente desta que despontam e florescem as ditaduras.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 03.09.2009 às 15:59

O que é indefensável - que o patrão de uma empresa dê ordens nela e coloque nos lugares de chefia os trabalhadores em quem tem mais confiança?
Sem imagem de perfil

De Porfirio Silva a 03.09.2009 às 14:51

Aqui há uns anos, quando a Prisa chegou à TVI, houve muitas profecias de que era uma manobra (internacional) dos socialistas para controlar a informação. Foi o que se viu. Mas, claro, o fracasso das profecias não desmobiliza os crentes em teorias da conspiração. Só por que sim, claro. Porque parece muito efectivo jogar com aparências.
Sem imagem de perfil

De Amêijoa Fresca a 03.09.2009 às 15:04

Habituados a pressionar
em matérias delicadas,
pretende-se condicionar
opiniões entroncadas.

A Venezuela europeia
está em plena acção,
esta rosada melopeia
é de exangue audição.
Sem imagem de perfil

De tric a 03.09.2009 às 15:09

"Sobre Manuela Moura Guedes ficar ou sair da TVI, José Eduardo Moniz referiu não ver “razão nenhuma para ela sair” e sobre a permanência do Jornal de Sexta acharia “um escândalo” se assim não fosse. “Não faz sentido eliminar um bloco informativo que hoje é referência em Portugal”.

realmente é um escandalo!! mas observe só como se branqueia um escandalo em Portugal nos proximos dias...é vêr a poderosa maquina de propaganda a funcionar! algo terá que acontecer para desviar as atênções ...

Imagem de perfil

De João Carvalho a 03.09.2009 às 16:46

Já sei, já sei: aquele programa televisivo vai ser suspenso pela ERC.

Comentar post


Pág. 1/2





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D