Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Benfica de Portugal!

por André Couto, em 30.07.09

Ver o Benfica entrar em campo sem lusa alma, sem um único jogador daqueles que, sendo benfiquistas ou não, cresceram a ver o Benfica jogar e prosperar, foi uma dor de espírito. Depois de detectada esta falha, não fosse ela evidente, ver o prosseguir dos dias, o chegar de mais reforços e contar que em oito continua a não haver um único português, é a meu ver um crime.
Sim, o Benfica está a jogar bem, sim, parece estar no bom caminho. Mas até que ponto isso é tudo o que interessa? Até que ponto é saudável e desejável saber que na maioria desta época estarão menos de dois jogadores portugueses em campo?
A identidade e a cultura de um clube é o que de mais profundo e valioso ele tem, ver o Benfica como uma indústria de comissões e negociatas com empresários e clubes de todo o mundo, desligando-o daquelas que são as suas raízes, é uma forma ruinosa de gerir o clube, é delapidar o seu património, obliterar e deixar perdida no tempo a sua cultura.
Recordo que ainda há poucas décadas o Benfica jogava apenas com portugueses e que foi assim que conquistou o que de mais precioso tem no Museu do Clube. Assim se formaram ao longo de décadas dezenas de históricos que hoje alimentam as ilusões e os sonhos, a alma e a mística. Continuando desta forma em breve restará uma amálgama de nada, um clube com uma história longínqua e identidade desconhecida.
O Benfica é um clube de raízes bairristas, o clube de todos os Bairros de Portugal. O Benfica não é a Sociedade das Nações e não será assim que recuperará o respeito que um dia todos lhe tiveram.

(também no E Pluribus Unum)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


11 comentários

Sem imagem de perfil

De john a 30.07.2009 às 16:12

É triste, de facto. A última equipa do Benfica que me deu gozo ver jogar (apesar de ainda ser muito novinho) tinha alguns estrangeiros de grande qualidade, como o Yuran e o Schwartz, mas a maioria do plantel, creio, continuava a ser português.

Infelizmente, esta situação é mais ou menos inevitável. Os clubes portugueses não têm dimensão para manter os craques nacionais (nem mesmo o Porto). Os próprios jogadores portugueses sonham com vôos mais altos. Por isso a nossa selecção tem estrelas no Real Madrid, no Inter, no Chelsea, e em tantos outros gigantes europeus... mas não em Portugal. Os jogadores estrangeiros que vêm para o Benfica são, no geral, ou jogadores que querem entrar na Europa e ter uma oportunidade de se mostrar nas competições europeias e assim aspirar a um lugar num "grande", ou jogadores de grandes clubes europeus emprestados, que esperam vir cá mostrar que afinal têm lugar na sua equipa.

No fundo, é tudo um problema de dimensão. Os nossos grandes, por melhores exibições que façam na Champions (como o Porto tem feito, por muito que me custe reconhecer), continuam a ser "médios" quando comparados com os grandes de Espanha, Itália ou Inglaterra.
Imagem de perfil

De André Couto a 30.07.2009 às 16:29

É um facto que os jogadores portugueses hoje querem algo mais que o nosso futebol, mas também é verdade que sempre que o Benfica andou pela alta roda do futebol europeu conseguiu segurar os seus melhores jogadores. Esta sangria só começou quando Manuel Damásio e Artur Jorge rebentaram com o que resta a de uma equipa quase campeã europeia.

Em França temos o exemplo do Lyon que os consegue segurar sem grande dificuldade, vendendo quando quer e regra geral, porque quer.

De qualquer forma o que me choca mais no Benfica é mesmo o investimento nulo que é feito na formação e nas aquisições. O nossos escalões jovens estão atolados de estrangeiros e para a equipa principal não se compram portugueses. Como criar referências assim?
Sem imagem de perfil

De john a 30.07.2009 às 17:33

Tem toda a razão, caro André. É precisamente por isso que eu gosto muito do Sá Pinto: fez ao Artur Jorge aquilo que todos os benfiquistas gostariam de ter feito...!

Claro que no Benfica a formação é um problema. Atrevo-me a dizer que, no nosso país, a única equipa que dá cartas nessa matéria é o Sporting (pelo menos, é o que o "senso comum" me diz, posso estar errado). O clube devia apostar mais nisso, sem dúvida. E preocupar-se sobretudo em ter uma gestão inteligente.

Com isto quero dizer que não adianta a cada ano prometer mundos e fundos com o novo treinador da praxe. Portanto, e independentemente dos resultados, espero que Jesus faça umas quantas épocas no Benfica (a menos, claro, que meta água em grande estilo), tendo tempo para construir uma equipa. É necessário reconhecer que o Benfica, passe o eufemismo, já viu melhores dias, e que não é de uma época para a outra que isso mudará. Claro, é também necessário que os adeptos percebam isso e apoiem o clube, mesmo nos maus momentos (que inevitavelmente surgirão).
Imagem de perfil

De André Couto a 30.07.2009 às 19:25

Nunca gostei tanto de um jogador do Sporting como do Sá Pinto nesse dia. Aquele murro foi igualmente desferido por uns milhares de benfiquistas!

Parece-me que o Jorge Jesus é o homem certo para isso que disse e que é necessário. Temos de lhe dar estabilidade para poder trabalhar e desenvolver as suas ideias. De qualquer forma acho que nps trará resultados já esta época.
Imagem de perfil

De Jorge Assunção a 30.07.2009 às 17:28

A avaliar pela pré-época, será mais o Sport Lisboa e Benfica Latino-americano. ;)
Sem imagem de perfil

De john a 30.07.2009 às 17:36

A gente muda para "Esporte Lisboa Y Benfica" :)
Imagem de perfil

De Jorge Assunção a 30.07.2009 às 17:45

Eheheh. A Copa Libertadores da América para o ano é nossa. :)
Imagem de perfil

De André Couto a 30.07.2009 às 19:25

LoL! Sem dúvida!
Imagem de perfil

De João Carvalho a 30.07.2009 às 18:08

As coisas que vocês sabem, meus amigos...
Imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 31.07.2009 às 11:08

Subscrevo na íntegra, mas dia 8 lá estarei no meu lugar de sempre a aplaudir os "estrangeiros".
Sem imagem de perfil

De Zé a 31.07.2009 às 19:16

o João Tunes não gostou do que escreveu.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D