Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Não muda mesmo

por Pedro Correia, em 02.07.09

Vejo alguns minutos do debate do Estado da Nação. É quanto basta. José Sócrates, em vez de argumentos políticos, recorre ao insulto, como habitualmente, vergastando Paulo Portas e Francisco Louçã com as frases mais rasteiras: 'aldrabice', 'desonestidade', 'mentira'.

Não há marketing que resista. Este homem não muda mesmo.

Autoria e outros dados (tags, etc)


15 comentários

Sem imagem de perfil

De Daniela Major a 02.07.2009 às 17:20

Pedro a melhor frase de Sócrates é quando ele se vira para Louçã, com a mão no peito e diz:
"Eu sinto a pobreza".
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 02.07.2009 às 17:25

Um filme de série B, Daniela.
Imagem de perfil

De André Pereira a 02.07.2009 às 17:32

É uma análise irrealista abordar apenas o discurso de Sócrates. Os outros fazem melhor? Por que razão não fala de Paulo Rangel? Quase me comovo com tamanha vontade de dizer mal deste governo. Talvez chegue às lágrimas.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 02.07.2009 às 17:34

É pecado criticar o Governo? É pecado criticar o primeiro-ministro? Veja lá se já chegámos ao Irão...
Imagem de perfil

De André Pereira a 02.07.2009 às 17:39

Criticar o Governo é diferente de ser constantemente contra tudo aquiloe que é feito. Além do mais, temos de ser imparcias se queremos ter rigor nas análises, não se pode apenas criticar uma das partes. É uma das regras da democracia. Como diz, não estamos no Irão, mas por lá parece que também só se analisa uma das partes.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 02.07.2009 às 17:48

Critiquei, como sempre o faço, o insulto no debate político. E dei o exemplo de três expressões que considero inaceitáveis numa discussão parlamentar. Poucas coisas afungentam tanto os cidadãos da política como isto. Lamento se o incomodei por ter criticado José Sócrates. Mas digo-lhe desde já que continuarei a proceder desta forma sempre que se justificar.
Imagem de perfil

De André Pereira a 02.07.2009 às 17:56

A mim não me incomoda. Eu tenho a minha própria opinião. O que eu vejo é a desonestidade na análise do debate político. É um facto que o debate político em Portugal +e de baixo nível, mas não é exclusivo do governo. Por que razão não tem uma palavrinha para o PSD? Vá lá temos de ser abrangentes na análise.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 02.07.2009 às 18:03

Agora com licença, que vou ali ver o vídeo com os 'corninhos' do ministro Pinho.
Sem imagem de perfil

De Ricardo S a 02.07.2009 às 19:32

Pedro, concordo consigo e com os termos que escolheu, mas o deputado Paulo Rangel, ainda por cima na despedida do hemiciclo, meteu dó ao falar por cima de Jaime Gama, figura máxima do Parlamento e nº 2 nacional, faltando-lhe ao respeito e contrariando-o e sempre de dedo em riste e com o tom de voz a subir. Estiveram bm um para o outro.
Abraço.

PS: quanto ao Ministro, sem palavras. Não deveria demitir-se, mas sim ser demitido pelo PM. Pelo que temos visto como ministro, não é defeito, é feitio.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 02.07.2009 às 20:15

Ao que julgo saber, foi mesmo o PM que lhe apontou a porta de saída. Sem contemplações. Único gesto que lhe competiria depois de ter acontecido o que aconteceu.
Sem imagem de perfil

De mdsol a 02.07.2009 às 20:34

Se assim foi, fez o primeiro ministro muito bem! É que não há palavras para falar daquele gesto. Fica-se com um nó na garganta.
Sem imagem de perfil

De Anonimo a 02.07.2009 às 21:55

"mas o deputado Paulo Rangel, ainda por cima na despedida do hemiciclo, meteu dó ao falar por cima de Jaime Gama, figura máxima do Parlamento e nº 2 nacional"

Bem afinal sempre apareceram... Já estávamos a estranhar...
Sem imagem de perfil

De Zé a 02.07.2009 às 22:04

Os blogues xuxinhas é que estão muito em silêncio, até o blog do Filipe e do L. Bernardo.
Sem imagem de perfil

De Ricardo S a 02.07.2009 às 23:04

Quem apareceu? Sinceramente não entendi... Será que trocou o post para comentar?...
Sem imagem de perfil

De Berbigão a 02.07.2009 às 17:34

"Este homem não muda mesmo".

Uma vergonha para um país com mais de 8 séculos e que merece melhor.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2015
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2014
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2013
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2012
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2011
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2010
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2009
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D