Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Manuel Vilarinho, "O Equívoco"?

por André Couto, em 02.07.09

Fui um daqueles que, nas eleições disputadas entre Manuel Vilarinho e João Vale e Azevedo, fizeram fila até ao Colombo para terminar com aquilo que era a desonra constante do nome e dos pergaminhos do Sport Lisboa e Benfica. Votei Manuel Vilarinho porque ele era o rosto do recuperar da credibilidade perdida e do investimento no Sport Lisboa e Benfica como pessoa de bem. Pergunto agora a Manuel Vilarinho: onde param essas palavras, onde ficou essa atitude?
O pouco que restou depois do apoio público que, na qualidade de Presidente do Sport Lisboa e Benfica deu a um Candidato a Primeiro-Ministro (nem Valentim Loureiro ousou tanto), esfumou-se no dia em que em manifesta e frontal fraude aos Estatutos do Sport Lisboa e Benfica se demitiu, juntamente com os restantes membros dos Órgãos Sociais, para imediatamente anunciar a recandidatura.
Certamente terá consciência que toda esta situação nasceu das suas palavras logo após essa demissão. Bastaria o seu silêncio para que, pelo menos à luz da lei, pouco lhe pudesse ser apontado e nada provado.
Não contente com esse facto permite agora que se perpetue esta situação de terrível indefinição e de consequências por apurar. Como diz no comunicado que emitiu esta tarde "A Mesa da Assembleia Geral do Sport Lisboa e Benfica acabou de ser citada (...) para suspender a deliberação de aceitação da Lista A às eleições dos órgãos sociais marcadas para o dia 3 de Julho de 2009.". Deve Manuel Vilarinho saber que Portugal tem Justiça e Constituição. Consta mesmo que é licenciado em Direito. Uma decisão judicial ou obtém resposta pela mesma via ou é cumprida, jamais é respondida com um comunicado aos Sócios invocando que os Tribunais não mandam no Benfica. O único detentor de poder espiritual conhecido é o Ayatollah Ali Khamenei e apenas no Irão.
Merecem respeito a dimensão do Sport Lisboa e Benfica e a devoção ao Clube que os seu Sócios transpiram. Assuma os seus erros e resolva a questão. Assuma igualmente que a fraude aos Estatutos que anunciou na primeira pessoal, é algo que merece a suprema pena do afastamento do acto eleitoral. Permita que o Benfica siga o seu rumo.

Abra caminho para ser recordado como mais do que um equívoco. Seja, como chegou a ser, um Presidente histórico demonstrando que equívoco foi a impressão que deixou, que estas atitudes foram estranhamente semelhantes com o passado com que um dia rompeu.

 

(Também no E Pluribus Unum)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


12 comentários

Sem imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 02.07.2009 às 12:15

Assino por baixo, incluindo a parte da fila até ao Colombo, mas duvido que o M Vilarinho nesta altura e depois dos dislates proferidos ainda tenha sensatez para tanto.
Imagem de perfil

De André Couto a 02.07.2009 às 12:50

Também não me parece Sérgio. De qualquer forma tinha de ficar o apelo...
Bons tempos os dessa campanha!
Imagem de perfil

De Jorge Assunção a 02.07.2009 às 13:03

"esfumou-se no dia em que em manifesta e frontal fraude aos Estatutos do Sport Lisboa e Benfica se demitiu, juntamente com os restantes membros dos Órgãos Sociais, para imediatamente anunciar a recandidatura."

Nunca apreciei muito Manuel Vilarinho, mas não me parece que este tenha cometido qualquer fraude aos Estatutos do SLB, André. E, independentemente das questões jurídicas, ficaria muito desagradado se o futuro presidente do Benfica fosse alguém que manifestamente não tem o apoio da maioria dos sócios por decisão judicial.
Imagem de perfil

De André Couto a 02.07.2009 às 17:10

Claro que cometeu essa fraude aos Estatutos. No meio de tanta confusão isso é o menos subjectivo pois foi o próprio Vilarinho a ir à televisão dizer que as motivações foram estratégicas e pessoais. Já leste os Estatutos com a actualização feita no mandato de Manuel Damásio?

Não quero Bruno Carvalho como Presidente. Se amanhã houver eleições os meus 20 votos serão em branco. Mas da mesma forma que não o quero também não aceito que seja eleito alguém que age desta forma tendo a trafulhice como principal modus operandi.
Imagem de perfil

De Jorge Assunção a 02.07.2009 às 18:15

"Claro que cometeu essa fraude aos Estatutos."

Talvez, mas segundo Alexandre Miguel Mestre, para citar um exemplo, tal não é claro:
http://www.plmj.com/xms/files/noticias_imprensa/2009/Junho/MH_ALM_24_06_09.pdf

Na minha opinião Vilarinho erra, é certo, mas porque persiste na ideia de realizar as eleições amanhã. E com a situação actual, faria melhor em suspender o acto eleitoral de amanhã.

"Não quero Bruno Carvalho como Presidente. Se amanhã houver eleições os meus 20 votos serão em branco."

Ok. Mesmo porque Bruno Carvalho sofre dos mesmos vícios da actual direcção: quer usar mecanismos menos correctos para eliminar concorrência. Essa situação muito provavelmente também nunca se colocará. Antes Vilarinho suspende o acto eleitoral do que permite eleições só com Bruno Carvalho como candidato.

Apesar disso, parece-me que no essencial estaremos de acordo, o Benfica precisa urgentemente de uma alternativa a Luís Filipe Vieira.

Um abraço.
Sem imagem de perfil

De john a 02.07.2009 às 13:06

Não foi o Vilarinho que trocou o Mourinho pelo Toni?
Sem imagem de perfil

De Diogo a 02.07.2009 às 14:29

Isso nada tem a ver para o caso. Troucou Mourinho por Toni porque mesmo antes de ter sido eleito, prometera aos sócios colocar Toni como treinador.

Era uma das suas armas eleitorais.
Sem imagem de perfil

De john a 02.07.2009 às 17:57

Não tem a ver com o caso, é verdade. Mas ajuda a mostrar quem é o Vilarinho. Com essa arma eleitoral, deu um tiro no pé. No dele, e no de muitos benfiquistas.
Imagem de perfil

De Jorge Assunção a 02.07.2009 às 18:16

Isso ao mesmo tempo que prometia Mário Jardel. Até nas armas eleitorais cumpriu a que não devia.
Imagem de perfil

De João Pedro a 02.07.2009 às 19:01

Calma aí! O Mourinho é que encostou o Vilarinho à parede depois de uma vitória sobre o Sporting e ameaçou que se ia embora se não lhe prolongassem o contrato além daquele ano. Isso não aconteceu e o futuro Special One bateu com a porta. Mais tarde reconheceu que se tinha precipitado e sido injusto com Vilarinho. É pouco crível que se Mourinho tivesse sido campeão no fim da época não lhe renovariam o contrato.
Sem imagem de perfil

De john a 02.07.2009 às 19:36

Tem toda a razão. O Mourinho fez de facto um ultimato à direcção do Benfica. Acha pouco crível que se tivesse sido campeão tivesse continuado no Benfica? Eu, por aquilo que vi ao longo dos anos, tenho dúvidas. Muitas dúvidas.
Sem imagem de perfil

De mike a 03.07.2009 às 01:13

Gosto quando o Benfica começa assim, mesmo antes de começar...

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2015
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2014
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2013
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2012
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2011
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2010
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2009
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D